Celta de Vigo – História, estatísticas e conquistas

Celta de Vigo – História, estatísticas e conquistas
Real Club Celta de Vigo

Real Club Celta de Vigo, ou simplesmente Celta de Vigo, é um clube espanhol que está prestes a completar 99 anos de existência.

O Celta manda seus jogos no estádio Balaídos, que comporta um total de 29 mil torcedores, sendo o 11º maior estádio da LaLiga.

Real Club Celta de Vigo

O clube surgiu no dia 23 de agosto de 1923 após a fusão do Real Vigo Sporting com o Real Fortuna e, desde então, se tornou um dos clubes mais tradicionais da Espanha.

De acordo com uma pesquisa feita em 2007, o Celta conta com uma torcida de quase um milhão de pessoas. Sendo assim, é o 10º time com maior torcida na Espanha. A saber, o clube tem mais de 16 mil sócios.

Trajetória do Celta de Vigo – fundação, conquistas e ascensão

Celta se tornou, ao longo de seus 98 anos de história, um dos clubes mais tradicionais da Espanha, mesmo não tendo títulos de relevância nacional. A saber, venceu três vezes a Segunda Divisão e duas vezes a Terceira Divisão.

Apesar de nunca ter vencido a Liga Espanhola, é o 11º clube com mais pontos na história do torneio. Além disso, aparece frequentemente na briga pela Copa do Rei, chegando a quatro vices e oito semifinais.

No cenário europeu, o clube não tem tanta tradição. Assim, disputou oito vezes a Liga Europa e chegou à semifinal na temporada 2016/17, sendo eliminado pelo Manchester United, que seria campeão. Além disso, participou uma vez da Champions League, caindo para o Arsenal nas oitavas de final.

Mercado de Transferências do Celta de Vigo

A postura do time da cidade de Vigo dificilmente é de protagonista no mercado da bola. No entanto, mesmo assim, existem rumores e negociações de altos valores envolvendo o clube espanhol.

Dessa forma, a PL Brasil separou as cinco contratações mais caras da história do Celta de Vigo. Confira na sequência.

Catanha por €14,42 milhões vindo do Málaga

A aquisição mais cara da história do Celta de Vigo é do brasileiro Catanha. O atacante defendia o Málaga quando, no mercado da bola de 2000/01, o Celta pagou 14,42 milhões de euros para contratá-lo.

O brasileiro ficou no time espanhol entre julho de 2000 e janeiro de 2005. Nesse período, jogou 147 jogos e  marcou 46 gols. No início de 2004, foi emprestado ao Krylya Samara, da Rússia. Um ano depois, deixou o Celta de graça e rumou ao Belenenses, de Portugal.

Emre Mor por €13 milhões vindo do Borussia Dortmund

Diferente do anterior, que conseguiu se manter na equipe durante algumas temporadas, Emre Mor foi uma decepção do Celta de Vigo. A segunda maior contratação da história do clube chegou no mercado da bola de 2017/18, com apenas 20 anos.

Apesar do potencial, o atleta não conseguiu suprir as expectativas que o clube e a torcida depositaram nele. Assim, foram 52 jogos e apenas dois gols, além de três assistências. Chegando em 2017/18, ficou até 2018/19 e já foi emprestado para Galatasaray e Olympiacos.

Após isso, retornou e defendeu o time espanhol na temporada 2020/21. No entanto, entrou em campo apenas 13 vezes e balançou a rede uma vez. Na última temporada, foi emprestado ao Karagumruk, da Turquia. O empréstimo se encerra junto com seu vínculo do Celta, no dia 30 de junho.

Denis Suárez por €12,90 milhões vindo do Barcelona

O espanhol chegou ao Celta de Vigo no mercado de transferências de 2019/20. Assim, os rumores se confirmaram após o pagamento de quase 13 milhões de euros no atleta de 25 anos, que defendia o Barcelona.

O meia nunca deixou o Celta, nem por empréstimo, e defendeu o clube nas 38 rodadas possíveis da LaLiga. Desde sua chegada, foram 105 jogos, cinco gols e 20 assistências. A saber, o atleta tem vínculo com seu time até junho de 2024.

Peter Luccin por €9 milhões vindo do PSG

No mercado da bola de 2002/03, o Celta de Vigo desembolsou 9 milhões de euros para contar com Peter Luccin, francês que defendia o PSG.

O atleta entrou em campo pelo time espanhol 111 vezes, tendo anotado oito gols. O francês se manteve até ser comprado pelo Atlético de Madrid, no mercado de transferências de 2004/05, por 5 milhões de euros.

Joseph Aidoo por €8 milhões vindo do Genk

Por fim, a 5ª maior contratação do Celta de Vigo é o ganês Joseph Aidoo. Nesse sentido, após rumores, o clube foi ao mercado da bola de 2019 e desembolsou 8 milhões de euros para contar com o atleta, que defendia o Genk, da Bélgica.

Por ser zagueiro, nunca balançou as redes pela equipe espanhola. No entanto, entra em campo frequentemente. A saber, disputou 32 dos 38 jogos da última LaLiga. Desde que desembarcou na Espanha, jogou 92 jogos.

Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.
Artigo anteriorCádiz – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoBarcelona – História, estatísticas e conquistas