Brasileiro dá assistência, mas Manchester United falha em fim dramático

5 minutos de leitura

O Brentford e o Manchester United ficaram no empate neste sábado (30) em jogo eletrizante. A partida foi válida pela 30ª rodada da Premier League e terminou em 1 a 1. Os gols no Gtech Community Stadium foram marcados por Mount e Ajer.

A partida foi especial para Marcus Rashford. O atacante foi titular novamente e completou 395 jogos com a camisa dos Reds Devils, ultrapassando a marca de David Beckham, ocupando a 20ª colocação da lista.

O empate garantiu um ponto para cada equipe. Os Bees chegam aos 27 pontos e ocupam a 15ª colocação do Campeonato Inglês, enquanto os Red Devils sobem para os 48 e estão em sexto lugar.

Brentford desperdiça muitas oportunidades

Antes do apito final, o Manchester United era apontado como favorito para vencer. No entanto, o Brentford demonstrou que estava disposto a quebrar a sequência de seis jogos sem vencer.

Os Bees criaram as melhores oportunidades para tirar o zero do placar, arriscando 14 finalizações apenas no primeiro tempo. A principal foi aos 24 minutos, em ótimo lançamento de Wissa para Toney, que finalizou na saída de Onana, mas acertou a trave.

O Brentford conseguiu duas excelente oportunidades para balançar as redes antes do intervalo, mas novamente voltou a desperdiçar as finalizações. A primeira com Toney fazendo boa jogada individual e finalizando para fora. A segunda com Wissa recebendo o cruzamento de Rasmussen, porém errando a pontaria.

Final de jogo emocionante

O segundo tempo foi equilibrado, com o Brentford mantendo o volume de finalizações, mas com o Manchester United arriscando mais jogadas ofensivas. A primeira oportunidade dos Red Devils foi em boa jogada individual de Bruno Fernandes, que cruzou para Hojlund finalizar e parar na defesa de Flekken.

Rapidamente o Brentford respondeu. A defesa não conseguiu fazer o corte do cruzamento e a bola sobrou para Yarmolyuk arriscar o chute rasteiro, parando na defesa de Onana. Lewis-Potter finalizou no rebote e novamente o goleiro salvou o Manchester United.

Antony, que entrou no decorrer do segundo tempo, quase marcou um golaço. O jogador ajeitou para a perna esquerda e arriscou a finalização de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo, passando perto da trave de Flekken.

Na reta final, a trave voltou a salvar o Manchester United. Flekken fez o lançamento, a defesa não conseguiu o corte e a bola sobrou para Mbeumo finalizar de primeira, parando no travessão de Onana.

A partida encaminhava para o empate sem gols, quando o Manchester United abriu o placar. Casemiro fez o passe para Mason Mount finalizar e balançar as redes.

O que parecia a vitória dos Red Devils tomou outro rumo. No lance seguinte, Toney recebeu o lançamento e cruzou para Ajer finalizar livre de marcação, deixando o placar tudo igual novamente.

Casemiro retorna e Antony quase marca um golaço

A partida contou com a presença de dois brasileiros, ambos pelo lado do Manchester United. Os ex-São Paulo Antony e Casemiro foram opções para o técnico Erik ten Hag no banco de reservas, entrando em campo no decorrer do segundo tempo.

Antony entrou em campo aos 13 minutos no lugar de Garnacho. O brasileiro, que foi herói na classificação dos Red Devils contra o Liverpool pela FA Cup, quase brilhou novamente pelo United. Em boa jogada individual, arriscou uma finalização de fora da área. Nota: 6,5.

A boa notícia para os torcedores foi o retorno de Casemiro, que se recuperou da lesão no tendão do músculo superior da coxa. O volante entrou em campo aos 35 minutos e aproveitou a oportunidade para recuperar o ritmo em campo, além de ser o responsável pela assistência para o gol de Mount. Nota: 7.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.