Fulham ‘frustra’ clubes brasileiros e impõe condição para liberar Carlos Vinícius, diz jornal

3 minutos de leitura

O atacante Carlos Vinícius ainda pode deixar o Fulham ainda na atual janela de transferências, mas isso não será tarefa fácil. A equipe inglesa definiu uma única condição para liberar o jogador, o que é uma má notícia para os clubes brasileiros que estão interessados no atleta.

Segundo informações do “Mail Sport”, o Fulham não tem mais a intenção de emprestar Carlos Vinícius. Os londrinos desejam vendê-lo por um valor salgado: no mínimo 9 milhões de libras (R$ 56 milhões). Além do mercado brasileiro, times europeus demonstraram vontade de contar com o jogador.

A situação de Carlos Vinicius no mercado da bola

Na Europa, Bayer Leverkusen, Valencia e Sevilla surgiram como interessados em ter Carlos Vinícius, mas todos os três gostariam de contratá-lo por empréstimo. Por outro lado, equipes no futebol brasileiro sondaram o atacante, mas a complexidade do negócio impediu avanços.

A PL Brasil trouxe com exclusividade no início do mês o interesse do Cruzeiro em Carlos Vinícius, mas os valores assustaram a Raposa. Bahia, Palmeiras e São Paulo também buscaram informações, mas não obtiveram sucesso.

Vender o brasileiro ex-Tottenham seria uma boa jogada do Fulham na tentativa de reforçar seu elenco ainda na atual janela. Isso porque o time de Marco Silva quer tirar Armando Broja do Chelsea, mas o preço é considerado alto. Os Blues pedem milhões de libras pelo albanês de 22 anos.

Carlos Vinícius em ação pelo Fulham (Foto: Icon Sport)

Carlos Vinícius pelo Fulham

O brasileiro nunca conseguiu se firmar como titular absoluto dos Cottagers, mas tem sido peça importante para o elenco desde que chegou, no começo da temporada passada. Em 2023/24, Carlos fez 16 jogos, mas apenas três como titular. Ele marcou três gols.

A passagem de Carlos Vinícius no Fulham em números

  • 48 jogos
  • 8 gols
  • 3 assistências
Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.