A temporada em que os rivais Cardiff e Swansea ganharam títulos

Relembre o ano em que os dois times do País de Gales foram vencedores na terra da rainha!

0
364
Swansea
Reprodução/Swansea City

Por motivos geográficos e logísticos, seria melhor e mais rentável para alguns times do País de Gales, como Cardiff City e Swansea City, que jogassem o campeonato da Inglaterra.

Foi apenas na temporada 2013/14 que tivemos um confronto entre dois times do país na Premier League.

Foi a primeira partida da competição sem clubes ingleses. Swansea e Cardiff se enfrentaram na competição duas vezes com uma vitória para cada mandante.

Porém, foi um ano antes que ambas equipes tiveram destaque nas competições inglesas. O Cardiff venceu a Championship, segunda divisão da Inglaterra, enquanto o Swansea bateu grandes times para ser campeão da Copa da Liga inglesa em 2012/13.

A temporada do Cardiff City na Championship 2012/13

Reprodução/Getty Images

O Cardiff City teve um começo de campeonato maravilhoso na segunda divisão do Campeonato Inglês. Sob o comando de Malky Mackay, venceu sete das dez primeiras partidas da competição.

Eles ganharam vinte e três dos trinta pontos possíveis até ali, e Mackay, que tinha recusado ofertas do Norwich City no começo da temporada 2012/13, foi sendo admirado por muitos – até por times da Premier League. Mas ele decidiu permanecer.

Isto foi ótimo para a equipe, que se motivou ainda mais. A equipe foi avassaladora no começo. Liderava com vantagem no começo graças a seus bons jogadores titulares, com alguns à nível de Premier League.

O islandês que encantou na última Copa do MundoAron Gunnarsson, foi um dos melhores jogadores da campanha do time galês em 2012/13. Marcou oito gols em trinta e nove partidas. Números bons para um volante.

Leia mais Top 10 maiores promessas do futebol inglês que nunca vingaram

Aron Gunnarsson, ainda com cabelo, mas sem barba, camisa 17, fez uma belíssima temporada em 2012/13 (Foto: Reprodução/Getty Images)

Outro islandês que chamou a atenção no time foi Heiðar Helguson, atacante, que foi o artilheiro do Cardiff na temporada com nove gols.

Craig Bellamy, galês, foi o líder em assistências do clube com 10 passes para gols, enquanto o segundo melhor foi Noone. Esta lista ainda mostra que Gunnarsson participou de mais cinco gols.

No final da Championship, ficou com 87 pontos. Com 11 a mais do que o vice-líder Hull City. Além disso, foram 25 vitórias, 12 empates e 9 derrotas.

Com o título, pela primeira vez em 113 anos de história até ali, o Cardiff conseguiu chegar à elite do Campeonato Inglês. Isso se deve aos investimentos feitos desde 2009 pelo magnata malaio Vincent Tan.

A temporada do Swansea City na Copa da Liga 2012/13

Comemoração de um dos gols do time galês (Foto: Nigel Roddis/Reuters)

Ambos os times galeses já tinham vencido campeonatos inferiores da Inglaterra. Mas foi esta copa que rendeu mais elogios e admiração do público que acompanha o futebol inglês.

A Copa da Liga anualmente é disputada pelos grandes clubes da Inglaterra. É claro que, no começo da competição, eles costumam utilizar os reservas e os jovens para atuar e ganhar ritmo de jogo.

Entretanto, ninguém gosta de perder. Ao avançar, todos querem acabar o campeonato com a taça na mão. E foi isso que o Swansea fez.

Comandados pelo dinamarquês Michael Laudrup, o Swansea foi campeão com uma goleada na final. Isso não significa que o time teve esta mesma tranquilidade durante toda a competição. Muito pelo contrário.

Entrando apenas na segunda fase da Copa da Liga, junto com todos os clubes da Premier League que não disputaram competições internacionais, o Swansea teve o Barnsley como seu primeiro adversário.

Leia mais Podcast PL Brasil #28 – Projetando o Chelsea de Maurizio Sarri

O time venceu por 3 a 1 e foi para a terceira rodada, agora com a inclusão dos times que jogaram a Liga dos Campeões e a Liga Europa. E enquanto eles goleavam os times mais fracos, o Swansea vencia na garra a partida contra o Crawley Town por 3 a 2, depois de tomar uma virada.

Mas foi contra o Liverpool, na quarta fase, que a campanha do Swansea começou a chamar atenção dos rivais. O time abriu facilmente o placar de 2 a 0. Suarez até diminuiu, mas, nos acréscimos, De Guzman, recém-contratado, ampliou o placar do jogo. Final: 3 a 1 para o Swansea em pleno Anfield.

Comemoração de um dos gols em um Anfield lotado (Foto: Reprodução/Swansea City)

Nas quartas-de-finais, venceram o Middlesbrough por 1 a 0. A fase posterior deu ao Swansea mais um adversário de peso: o Chelsea.

Na primeira partida, em Stamford Bridge, o time londrino viu um Swansea supermotivado para vencer e fazer história. Por 2 a 0, o Chelsea perdeu para os galeses. No jogo de volta, o empate rendeu aos galeses a vaga na final.

Do outro lado da decisão, tinha o Bradford City, que já tinha eliminado o Arsenal anteriormente. Isto deixava claro que a final era de azarões que estavam jogando muito bem a competição.

Mas este equilíbrio não esteve presente na última partida Copa da Liga. Os mais de 82 mil torcedores em Wembley viram Dyer abrir o placar com 16 minutos de partida. Depois, puderam assistir outro gol do Swansea City meia hora depois.

Leia mais: Barclays Premier League: por que o banco não é mais o patrocinador principal do Campeonato Inglês?

Michu, que estava em sua primeira temporada no time galês e foi o grande destaque durante toda a temporada, terminando a Premier League com 18 gols, marcou na final da Copa da Liga a cinco minutos do final da primeira etapa.

Nathan Dyer ampliou com três minutos do segundo tempo e sofreu penalidade 11 minutos depois. Ele quis cobrar e completar um “hat-trick”, mas o batedor oficial era De Guzman, que marcou o gol, após grande conversa entre os dois.

O holandês ainda marcou novamente nos acréscimos, sacramentando o título e consolidando as boas contratações, Michu e De Guzman.

Campeão, o Swansea venceu o maior e mais difícil campeonato na sala de troféus de um time galês. Com brilhos das novas contratações, o projeto havia dado frutos com Michael Laudrup.

Será que nesta temporada teremos novas surpresas galesas?

Cardiff poderá atrapalhar os grandes da Premier League? E o Swansea, que acabou de cair, poderá surpreender nas copas?