Cambuur – História, estatísticas e conquistas

Cambuur – História, estatísticas e conquistas

O SC Cambuur-Leeuwarden, mais conhecido como Cambuur, foi fundado na cidade de Leewardeen em 19 de junho de 1964. Assim, o clube atualmente disputa a Eredivisie, a primeira divisão do futebol holandês, já que venceu o título da Eerste Divisie 2020-21, que é a segunda divisão local.

Dessa maneira, o clube disputa os seus jogos no Cambuur Stadion, que tem a capacidade de 10 mil lugares. Além disso, o time tem como primeiro uniforme a cor amarela na camisa e azul no seu short, já na sua segunda camisa, o clube utiliza o branco e no short a cor azul claro. Em suma, a origem do escudo da equipe é o brasão da Casa de Cammingha, uma nobre família frísia.

Trajetória do Cambuur: fundação, conquistas e ascensão

Primeiramente, o clube foi fundado em 1964 e já chegou a jogar algumas temporadas na na primeira divisão holandesa. Porém, joga com certa regularidade a segunda divisão local do seu país.

Além disso, em 2005 por conta de uma grave crise financeira, o clube foi obrigado a declarar falência. Dessa forma, começou uma reconstrução em 2006 e desde 2010, a equipe consegue manter uma boa condição financeira.

Em 2020, com a pandemia da COVID-19, o clube apesar de estar na 1ª posição da segundona teve seu acesso negado em decorrência da crise sanitária. Apesar disso, na última temporada a equipe conseguiu seu acesso para a primeira divisão após conquistar o título da segundona.

Conquistas da equipe

A equipe conquistou a Eerste Divisie em três oportunidades, além de ganhar a Tweede Divisie duas vezes.

Mercado de transferências

Em suma, o Cambuur não é um clube que costuma aparecer nos principais rumores do mercado da bola. Assim, as suas movimentações no mercado de transferências, são de um valor considerado mais baixo em relação as principais contratações dos clubes no mercado da bola.

Bert Konterman, do FC Zwolle

No começo de 1993, o clube movimentou o mercado de transferências quando buscou a contratação do zagueiro Bert Konterman. Assim, a equipe confirmou os rumores da época e fechou a contratação do jovem defensor de apenas 21 anos por 136 mil euros. Dessa forma, o jogador ficou no clube até 1996, quando acertou a sua saída para o também clube holandês Willen II por valores até então desconhecidos.

Reza Ghoochannejhad, do Go Ahead Eagles

No inicio de 2010, o Cambuur voltou a movimentar no mercado da bola. Então, o clube resolveu investir no seu setor ofensivo e observou o ponta iraniano Reza Ghoochanneijhad, que na época tinha apenas 22 anos. Mas o jogador ficou pouco tempo no clube, saindo em 2011 para o ST. Truiden, da Bélgica.

Sjoerd Overgoor, do Go Ahead Eagles

Em meados de 2015, o clube confirmou os rumores dos jornais e fechou a contratação do meia-central Sjoerd Overgoor, que na época já estava com 26 anos de idade. Assim, essa movimentação já muda um pouco os padrões de buscar jogadores jovens no mercado da bola. Dessa forma, o clube pagou 75 mil euros pelo atleta.

Jos Peltzer, do Sparta Rotterdam

Agora, vamos voltar um pouquinho tempo para 1978, onde o clube fez uma movimentação de peso para o contexto do mercado da bola da época. O time desembolsou 78 mil euros para poder contar com o ponta direito Jos Peltzer, que estava no Sparta Rotterdam. Por certo, o jogador ficou no clube até 1988, quando acertou a sua saída para o TGG, por valores que o mercado de transferências desconhece.

Michael Mols, do Ajax B

Em meados de 1997, o Cambuur resolveu movimentar o mercado da bola indo atrás do ponta Michael Mols do Ajax B. Assim, o clube trouxe o jogador pela bagatela de 68 mil euros. Portanto, o ponta ficou no clube até 1996, quando acertou a sua saída para o FC Twente, movimentando o mercado de transferências com mais 545 mil euros.