Bruno Guimarães faz desabafo após eliminação do Newcastle: ‘Decepcionado, mas…

4 minutos de leitura

Bruno Guimarães utilizou as redes sociais para desabafar sobre a eliminação do Newcastle na Copa da Inglaterra, em uma temporada conturbada para o clube. O jogador está envolvido em especulações para deixar a equipe na janela de verão do futebol europeu, mas deixou uma mensagem para os torcedores.

O Newcastle perdeu para o Manchester City no sábado (16) por 2 a 0 pelas quartas de final da Copa da Inglaterra. Na Premier League, é apenas o décimo colocado com 40 pontos, 16 atrás do quarto colocado Aston Villa, mas com um jogo a menos.

Em sua conta oficial no Instagram e no X (antigo Twitter), Bruno Guimarães publicou algumas fotos e utilizou o espaço para lamentar a eliminação. O jogador pede apoio dos torcedores na reta final da temporada e mantém otimismo para conseguir uma vaga nas competições continentais.

— Lutando para encontrar palavras agora! Decepcionado por não ter avançado na FA Cup. Ainda temos dez jogos na Premier League para salvar a nossa temporada. Contamos com a nossa torcida como sempre.

Logo após a partida contra o Manchester City, Bruno Guimarães conversou com a imprensa, lamentou o desempenho do Newcastle na temporada e avaliou o retorno da equipe aos gramados após a data Fifa.

— Tem sido uma temporada muito difícil para nós, mas quando voltamos do intervalo da data Fifa temos 10 jogos pela frente e o objetivo é pelo menos fazer com que o clube volte a jogar competições europeias.

Newcastle pode ser obrigado a vender Bruno Guimarães

O contrato de Bruno Guimarães com o Newcastle vai até junho de 2028, mas o meia pode deixar a equipe na próxima janela de transferências. Os Magpies estão lutando para regularizar a situação financeira com as regras de lucro e sustentabilidade da Premier League. A permanência do brasileiro pode depender da classificação do time para as competições continentais.

Segundo o jornal “The Telegraph”, Guimarães tem uma cláusula de rescisão de contrato que será ativada se um clube oferecer 100 milhões de libras (aproximadamente R$630 milhões) para contratar o meia.

O valor pode ser considerado fundamental para o clube reforçar o elenco, que enfrentou muitos problemas com desfalques. Até dezembro de 2023, pelo menos 12 jogadores foram ausências para Eddie Howe. Atualmente o treinador não pode contar com cinco jogadores por lesão, incluindo Joelinton.

Ainda de acordo com o jornal inglês, a equipe irá receber 40 milhões de libras (aproximadamente R$252 milhões) da Adidas pelo novo acordo dos uniformes para a próxima temporada, além dos 25 milhões de libras (R$157,5 milhões) por ano pelo patrocínio da Sela. O time aumentou as receitas para 250 milhões de libras (mais de R$1,5 bilhão) por ano desde a aquisição de Mohammed Bin Salman em outubro de 2021, mas está pressionado para aumentar as arrecadações rapidamente.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.