Bruno Fernandes: o que esperar do português no Manchester United?

PL Brasil analisa contratação do meia ex-Sporting que reforçará os Red Devils

0
466
PAU BARRENA Collection AFP
Pau Barrena AFP

O Manchester United acertou a contratação do meia Bruno Fernandes, do Sporting, por 55 milhões de euros, em um acordo que pode chegar a 80 milhões de euros. Depois de rodar por clubes italianos (Novara, Udinese e Sampdoria) antes de chegar ao Leões, o jogador se destacou em Portugal e vive seu melhor momento na carreira.

Vale lembrar que o meio-campista chegou a deixar o Sporting em 2018. Na ocasião, alguns jogadores e membros da comissão técnica foram agredidos por um grupo de torcedores que invadiu o centro de treinamento do clube para protestar contra os maus resultados do time.

Depois do ocorrido, nove atletas conseguiram rescindir o seu contrato com o time português. Entretanto, três voltaram atrás e se reintegraram ao elenco, entre eles Bruno Fernandes.

10 jogadores que estão surpreendendo na Premier League 2019/2020

Contratado em julho de 2017 junto a Sampdoria por 9,69 milhões de euros, o meia teve uma valorização impressionante. Tudo isso devido ao seu grande sucesso em Portugal em seus dois anos e meio de clube.

Pelos Leões, Bruno Fernandes foi responsável por marcar 63 gols além de dar 52 assistências em 137 partidas disputadas. Esses números mostram que a cada 84 minutos ele esteve envolvido diretamente em gols do Sporting. Todo esse bom retrospecto fez com que o meia fosse eleito o Jogador do Ano em Portugal nas temporadas 2017/2018 e 2018/2019, mesmo com o seu time não sendo campeão em nenhuma dessas oportunidades.

Bruno Fernandes é a solução?

O novo reforço do Manchester United é, de fato, um reforço. Trata-se de um jogador em grande momento que reúne características não encontradas no elenco do clube.

Bruno Fernandes é um meia móvel, que se destaca pelos chutes venenosos de média-longa distância e os passes precisos. Não é um maestro, mas sabe conduzir e centralizar as ações ofensivas com muita qualidade. Tem como pontos fortes também as cobranças de bola parada, sejam elas faltas, pênaltis e escanteios.

Jogando em Portugal, ele se destacou jogando por trás dos atacantes ou chegando em algumas oportunidades a ser um segundo atacante atuando um pouco mais recuado e pelo centro. Vale ver como Solskjaer pretende utilizar o jogador.

O mais provável é que ele jogue centralizado em um meio-campo que tenha Fred e McTominay (ou Matic) dando a sustentação defensiva. Dessa maneira ele poderá atuar com mais liberdade para atacar e alimentar os atacantes. É importante também imaginar como ele pode atuar ao lado de Paul Pogba, ainda lesionado.

Leia mais: 6 talentos ingleses “desconhecidos” do Football Manager 2020 
Solskjaer Manchester United Stephen Pond Collection Getty Images Sport
Stephen Pond Collection Getty Images Sport

Em entrevista à Rádio Renascença, de Portugal, Manuel Fernandes, atacante que defendeu o Sporting entre 1975 e 1987 e detentor da marca ser o segundo maior goleador da história do clube, entende a saída do jogador para um centro maior.

“Era um capitão que o Sporting tinha e deixou de ter. Compreende-se. Ele não podia de forma alguma ficar no Sporting. O Bruno merece sair por aquilo que deu ao Sporting nestes três anos. Merece ir para um clube de top europeu, apesar de o Manchester United não estar muito bem nestes últimos anos”.

Para dar certo no United, precisará de uma adaptação rápida a um campeonato de futebol intenso, e com as competições já em andamento. A transição do Campeonato Português direto para o Inglês nem sempre é fácil para os jogadores, já que o nível de intensidade entre as duas competições é discrepante.

Como encaixar no Manchester United?

PAU BARRENA Collection AFP
Pau Barrena AFP

Bruno pode se encaixar muito bem em equipes mais reativas, como é o caso do United de Ole Gunnar Solskjaer. Pode ser arma importante para municiar os velozes Marcus Rashford e Anthony Martial.

Com o importante apoio de Fred e McTominay no meio-campo, pode ajudar a melhorar o carente setor de criação do time.

Desde a temporada 2017/18, Bruno Fernandes é o líder do Campeonato Português participações em gols (67), chances criadas (239), mais chutes (271), mais chutes no gol (114) e gols de fora da área (9), segundo o Opta Joe.

Vale destacar que o português é mais uma contratação cara em meio a pressão da torcida à família Glazer, proprietária do clube. Nas últimas temporadas o Manchester United gastou muito dinheiro em jogadores que não renderam o que se esperava deles.

Os casos mais marcantes desse cenário são os de Paul Pogba, Alexis Sanchez, Romelu Lukaku, Henrikh Mkhitaryan, Eric Bailly e Luke Shaw, que juntos custaram aos cofres do clube 341,2 milhões de euros. Tudo que os torcedores dos Red Devils querem é que o português chegue para dar início a um novo ciclo de renovação e vitórias ao time de Manchester.

Por Diego Araújo e Pedro Ramos