Brighton perde ‘estrela’ por lesão e atacante vira baixa pesada para jogos decisivos

4 minutos de leitura

Más notícias para o Brighton na Europa League 2023/24. Se a situação do time no torneio já não é das mais confortáveis a duas rodadas do fim da fase de grupos, as coisas ficarão mais difíceis.

O treinador Roberto De Zerbi, em entrevista coletiva anterior ao jogo contra o AEK Atenas, pela quinta rodada do grupo B, nesta quinta-feira (30), confirmou que a lesão de Ansu Fati é mais grave do que se imaginava.

De Zerbi confirma lesão de Ansu Fati

Ansu Fati saiu de campo machucado na partida contra o Nottingham Forest, pela Premier League, no último sábado (25). Ele sentiu dores na panturrilha e foi substituído por João Pedro, aos 21 minutos.

Na coletiva desta quarta (29), De Zerbi relatou que o jogador, junto ao lateral Tariq Lamptey, ficarão fora por um longo período.

— Perdemos o Ansu por muito tempo. O mesmo para Lamptey, eles ficarão fora por muito tempo. 

Após a entrevista, o site espanhol “Mundo Deportivo” noticiou que os exames iniciais indicaram que Ansu Fati sofreu uma lesão significativa nos tendões da perna direita. Novos testes devem ser realizados para confirmar a extensão, mas no momento a previsão é que o atacante espanhol fique afastado por cerca de três meses, além de um longo período de recuperação.

Fati em jogo do Brighton. Foto – Icon sport

A notícia é um banho de água fria na jornada do Brighton na Europa League. Hoje, a equipe se encontra no segundo lugar do grupo B, com uma derrota, uma empate e duas vitórias.

Os dois próximos jogos serão decisivos para garantir a continuidade do time de De Zerbi na competição e ausência de Ansu pode ser significativa. O espanhol é o vice-artilheiro dos Seagulls na competição, tendo marcado dois gols e feito uma assistência.

O foco está nos jogadores que podem jogar amanhã. Teremos o suficiente para competir. Não sei se venceremos, mas lutaremos para vencer o jogo — finalizou o treinador.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Me formei em Jornalismo pela PUC-SP em 2020. Antes de escrever para a PL Brasil, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.