Brighton registra maior lucro da história do futebol inglês

5 minutos de leitura

O Brighton fez uma temporada 2022/2023 espetacular sob o comando de Roberto De Zerbi, ganhando destaque no cenário mundial. Em campo, conseguiu ótimos resultados nas competições. Nos bastidores, a diretoria conseguiu números expressivos e o clube conseguiu o maior lucro da história do futebol inglês.

Os Seagulls estão chamando a atenção pelo excelente trabalho com jogadores jovens. O clube contrata atletas promissores do futebol internacional, como o brasileiro João Pedro e o argentino Valentín Barco, para vender por um valor elevado nos próximos anos, mas não deixando de ser um time competitivo.

O recorde quebrado pelo Brighton

Nesta terça-feira (2), o Brighton divulgou o levantamento das contas referentes à temporada passada e registrou um lucro de 122,8 milhões de libras (aproximadamente R$ 773,6 milhões), o maior da história de uma equipe do futebol inglês.

Segundo os dados divulgados pelo clube, o faturamento da temporada passada também foi o maior da história da equipe. Em 2021/2022 foram arrecadados 174,5 milhões (aproximadamente R$ 1 bilhão na cotação da época) e passou para 204,5 milhões de libras (R$ 1,2 bilhão) em 2022/2023, um aumento de 17,3%.

Os valores elevados são graças a uma série de fatores. O Brighton conseguiu a sua melhor campanha na Premier League, ao ficar na sexta colocação e garantir vaga na Europa League, além de chegar até a semifinal da FA Cup.

Fora dos gramados, os números também incluem as vendas de Mac Allister, Yves Bissouma e Marc Cucurella, bem como a compensação financeira da transferência do técnico Graham Potter ao Chelsea. As vendas de Robert Sánchez e Moisés Caicedo não estão incluídas nas contas, pois ambas foram concluídas após 30 de junho de 2023, data de encerramento do levantamento.

Números importantes para o lucro do Brighton:

  • Receita: 204 milhões de libras
  • Salários: 128 milhões de libras
  • Lucros com vendas de jogadores: 121 milhões de libras
  • Compensação de Graham Potter: 23 milhões de libras
  • Lucro após impostos: 123 milhões de libras
  • Compra de jogadores: 62 milhões de libras
  • Vendas de jogadores: 144 milhões de libras (excluindo Caicedo e Sánchez)

Brighton reduz dívida com proprietário

O Brighton caminha em direção oposta de outras equipes. Times como Chelsea e Newcastle estão correndo contra o tempo para se regularizar nas regras do Fair Play Financeiro, enquanto Everton e Nottingham Forest foram punidos com dedução de pontos na Premier League por violações financeiras.

O Brighton conseguiu um ótimo lucro, permitindo que contrate alguns jogadores nas próximas janelas. A Premier League permite perdas de até 105 milhões de libras (R$ 661,5 milhões) no período de três anos.

Os valores também são fundamentais para reduzir a dívida com o proprietário do clube, Tony Bloom. O empresário emprestou a equipe 406,5 milhões de libras em 2007 e pela primeira vez realizou o reembolso substancial a ele, reduzindo o valor para 373,3 milhões de libras (R$ 2,3 bilhões).

Em entrevista para o site do clube, o vice-presidente Paul Barber falou sobre os planos para ampliar a infraestrutura da equipe.

— Agora temos uma plataforma muito sólida para continuar a fazer progressos significativos em campo, investindo no nosso plantel, e fora do campo, tornando a experiência do dia do jogo ainda mais agradável para os nossos adeptos, o que acreditamos que nos ajudará a continuar a crescer.

Gabriel Lemes
Gabriel Lemes

Me formei em Jornalismo pela Univap em 2019 e sou redator da PL Brasil. Já escrevi para o Quinto Quarto, Minha Torcida, Futebol na Veia e Portal Famosos.