Brentford publica relatório financeiro da temporada passada

Brentford publica relatório financeiro da temporada passada
Parte externa do Brentford Community Stadium, imponência do novo estádio reflete as pretensões de Matthew Benham para o clube. (Foto: Divulgação/Brentford)

Talvez a grande história da temporada 2020/21 tenha sido o acesso do Brentford a elite inglesa. O clube londrino retornou a primeira divisão após 74 anos, a primeira participação na era Premier League.

Aliás, a temporada passada também marcou a mudança para o Brentford Community Stadium, saindo do Griffin Park após 116 anos. Além do desempenho esportivo, as finanças do clube também chamam a atenção.

Mesmo com os impactos da pandemia no futebol mundo a fora, os Bees terminaram a temporada conseguindo crescimento financeiro e reduzindo gastos. O documento completo está disponível no site oficial do clube.

O nome por trás da ascensão 

 

Brentford publica relatório financeiro da temporada passada
Torcedor e dono, Matthew Benham comemora junto a equipe e torcedores retorno a primeira divisão. (Foto: Divulgação/Brentford)

Acostumado a militar em divisões inferiores da pirâmide inglesa, talvez o Brentford esteja em um dos melhores momentos de sua história. Contudo, o sucesso não veio por acaso e tem nome e sobrenome.

Desde que Matthew Benham assumiu o time de Londres em 2012, os Bees passaram a crescer no cenário nacional. Nesse meio tempo, o clube saiu da terceira divisão para a elite. Mas, um dos principais trunfos foi a metodologia implementada durante a gestão, sucesso refletido em campo.

Formado em Física pela Universidade de Oxford, Matthew também atuou no mercado financeiro antes de ir para a área esportiva. Assim, o dono dos Bees chegou a trabalhar no ramo das apostas esportivas com Tony Bloom, atual dono do Brighton.

O também dono do Midtjylland, da Dinamarca, adotou a estratégia de utilizar as estatísticas para a contratação de jogadores. Através do novo método, o clube conseguiu montar elencos competitivos gastando pouco e revendendo jogadores por milhões.