Brasil empata e atinge pior marca na Copa do Mundo feminina em quase 30 anos

7 minutos de leitura

O Brasil está eliminado da Copa do Mundo Feminina 2023. A seleção brasileira empatou com a Jamaica em 0 a 0, na manhã desta quarta-feira (2), pela última rodada da fase de grupos do torneio, no AAMI Park, em Melbourne, na Austrália. A Jamaica foi para o jogo fechada e o Brasil não conseguiu encontrar espaços para abrir o placar. O resultado deixa as Reggae Girlz em segundo lugar no grupo F, com cinco pontos, e o Brasil em terceiro, com quatro.

Jamaica (F)
02/08/23 - 07:00

Finalizado

0

-

0

Brasil (F)

Jamaica (F) - Brasil (F)

Women's Copa do Mundo - Melbourne Rectangular Stadium

3rd Turno

Brasil alcança feito que não acontecia desde 1995

O grande feito da Jamaica na partida foi investir na marcação pesada em cima das brasileiras. Porém, o Brasil também não fez um bom jogo. Tentando chegar ao gol com bolas aéreas, a amarelinha sofreu com erros na troca de passes e não levou grandes perigos à goleira Rebecca Spencer, do Tottenham. Nos minutos finais, a atleta fez algumas defesas importantes que garantiram o empate.

As Reggae Girlz pouco tentaram também. No total, foram 17 finalizações do Brasil, sendo oito ao gol, contra quatro das jamaicanas – nenhuma delas na direção das redes.

Esta é apenas a terceira vez que o Brasil cai na fase de grupos da Copa do Mundo Feminina. Isso só havia acontecido nas duas primeiras edições do torneio, em 1991 e 1995.

Jamaica faz campanha história

Em sua segunda participação na Copa do Mundo Feminina, a Jamaica conquista uma classificação inédita para as oitavas de final. Antes disso, as únicas seleções da Concacaf que já haviam avançado para o mata-mata foram Canadá e Estados Unidos, equipes tradicionais na modalidade.

A classificação das Reggae Girlz é ainda mais gigante pela forma como chegaram no torneio. Sem apoio da federação, as jogadoras precisaram fazer uma “vaquinha” para conseguir viajar para a Oceania. Além disso, é visível a evolução da seleção sob o comando do técnico Lorne Donaldson. Na edição de 2019, na França, elas levaram pelo menos três gols em todos os jogos da fase de grupos. Dessa vez, chegam às oitavas sem ter a defesa vazada nenhuma vez.

Tabela do grupo F

A França venceu o Panamá em um jogo frenético com nove gols. O placar terminou em 6 a 3 e confirmou o primeiro lugar das Les Bleues no grupo F.

• 1º – França– 7 pontos – 3 partidas – Saldo de gol (4)
• 2º – Jamaica – 5 pontos – 3 partidas – Saldo de gol (1)
• 3º – Brasil – 4 pontos – 3 partidas – Saldo de gol (3)
• 4º – Panamá – 0 ponto – 3 partidas – Saldo de gol (-8)

Próximos jogos do grupo F na Copa do Mundo

Classificadas para a fase de mata-mata da Copa do Mundo feminina, França e Jamaica aguardam o resultado de Coreia do Sul x Alemanha e Marrocos x Colômbia para descobrirem quem serão seus adversários nas oitavas de final. As partidas acontecem simultaneamente, nesta quinta-feira (3), às 7h.

Eliminação europeia e classificação africana na Copa do Mundo

Os jogos restantes do grupo G também aconteceram nesta quarta, a partir das 4h. Já classificada, a Suécia entrou em campo com o time praticamente reserva e confirmou seu favoritismo sobre a Argentina. As suecas venceram por dois 2 a 0, com gols de Rebecka Blomqvist e Elin Rubensson.

Foto: Icon sport

A partida entre Itália e África do Sul, que definiria o segundo lugar do grupo, teve emoção até o fim. A Itália abriu o placar com um gol de pênalti de Arianna Caruso, artilheira da Azurra neste ciclo, aos 11 minutos do primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, a África do Sul empatou com um gol contra de Benedetta Orsi, aos 32 minutos.

Na volta do intervalo, as sul-africanas ficaram na frente do placar com um belo gol marcado por Hildah Magaia, aos 22 minutos. Sete minutos depois, Caruso apareceu mais uma vez para colocar a Itália de volta no páreo. A meio-campista da Juventus desviou a bola para o gol após um escanteio e deixou o placar empatado novamente.

No fim do jogo, quando tudo parecia encaminhado para a classificação italiana, Magaia roubou a bola na entrada da área e deu um passe de presente para Thembi Kgatlana marcar o gol da vitória das Banyana Banyana, aos 47 do segundo tempo. O placar terminado em 3 a 2 é a primeira vitória da África do Sul em suas duas participações na Copa do Mundo Feminina e garantiu a sua ida às oitavas de final pela primeira vez.

Tabela do grupo G

As classificadas agora enfrentam o primeiro e o segundo colocado do grupo E. Nas oitavas de final, teremos Holanda x África do Sul, no sábado (5), às 23h, e Suécia x Estados Unidos, no domingo (6), às 6h.

• 1º – Suécia – 9 pontos – 3 partidas – Saldo de gol (8)
• 2º – África do Sul – 4 pontos – 3 partidas – Saldo de gol (0)
• 3º – Itália – 3 pontos – 3 partidas – Saldo de gol (-5)
• 4º – Argentina – 1 ponto – 3 partidas – Saldo de gol (-3)

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Jornalista pela PUC-SP. Na PL Brasil, escrevo sobre futebol inglês masculino E feminino, filmes, saúde e outras aleatoriedades. Também gravo vídeos pras redes e escolhi o lado azul de Merseyside. Antes, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.