Borussia Mönchengladbach – História, estatísticas e conquistas

Borussia Mönchengladbach – História, estatísticas e conquistas

Primeiramente, o Borussia Mönchengladbach, como é conhecido, nasceu na cidade de Mönchengladbach, na  Alemanha, em 1º de agosto de 1900. Seu mascote é o Junter Potro, que possui uma fisionomia de cavalo, referência a um dos jogadores que atuou por 10 anos no clube, Gunter Netzer.

Chamado de Borussia-Park, a casa dos Potros tem uma capacidade total de 54 mil torcedores. Por fim, apesar de ser um dos estádios mais modernos da Alemanha na época, construído em 2004, acabou ficando de fora das sedes na Copa do Mundo da Alemanha, em 2006.

Trajetória do Borussia Mönchengladbach: fundação, conquistas e ascensão

Decerto, há quem se engane que o Borussia não é um clube expressivo no cenário nacional. Na temporada 1965/66, subiu para a principal competição da Alemanha (Bundesliga). Assim, o clube viveu seu auge nos anos 70, conquistando o tricampeonato consecutivo do Campeonato Alemão (1975, 1976 e 1977), e os dois primeiros da sua história, em 1971 e 1972.

Além dos cinco títulos na Bundesliga, o M'Gladbach possui três Copas da Alemanha (1960, 1973 e 1995), uma Supercopa (1977), e seu último título mais recente, a 2ª divisão da Alemanha, em 2008.

Campanhas de destaque internacional:

  • Vice-campeão da Liga dos Campeões da Europa (1): 1977
  • Vice-campeão da da Taça UEFA (2): 1973 e 1980

Mercado de Transferências do Borussia Mönchengladbach

Antes de tudo, confira as principais contratações no mercado da bola, a maior venda, os maiores ídolos e artilheiros do clube.

Granit Xhaka, para o Arsenal, em 2016/17, por € 45 milhões

No mercado da bola de 2013, o Borussia Mönchengladbach comprou o suíço Granit Xhaka por apenas € 8,50 milhões. Apesar do temperamento explosivo (foram 35 cartões amarelos e seis expulsões em 140 jogos), Xhaka é um excelente jogador e tem espírito de liderança, principalmente quando se tornou capitão do time.

Pelo bom desempenho, naturalmente houve rumores envolvendo seu nome em outras equipes. No mercado de transferências de 2021, Xhaka foi confirmado como novo reforço do Arsenal, da Inglaterra. Pela camisa do Borussia, o volante realizou 139 jogos, marcando nove gols e dando oito assistências.

Alassane Plea, do Nice, por € 45 milhões, no mercado da bola 2018/19

No mercado de transferências de 2019, o centroavante francês Alassane Plea se tornou a maior contratação da história do clube. Os rumores envolvendo seu nome em alguns times da Europa só aumentavam.

Após algumas negociações, os rumores se concretizaram, e no mercado da bola de 2018/19, Plea foi para o Borussia Mönchengladbach. Atualmente, o atacante é titular absoluto na sua posição. Em 143 jogos até o momento, marcou 47 gols e deu 28 assistências.

Marco Reus, para o Borussia Dortmund em 2013/14, por € 17,10 milhões

De antemão, no mercado da bola 2013/14, Reus se transferiu para o Borussia Dortmund. O jogador se tornou um dos principais meias da sua geração, e é um dos exemplos de amor ao clube, jogando por apenas três, entre eles o M’Gladbach. Em 2009, marcou seu primeiro gol no clube, contra o Mainz, da Alemanha.

No primeiro ano, Reus fez oito gols em 33 partidas, sendo umas das principais revelações da Bundesliga na temporada, chamando a atenção do técnico da seleção Alemã.

Além de ajudar o seu antigo clube financeiramente com a sua venda, Reus realizou 109 jogos, marcando 41 gols e 28 assistências. Por fim, apesar de não ter conquistado nenhum título, o Borussia Mönchengladbach revelou o meio campista para o mundo do futebol.

Günter Netzer, o maior ídolo do Borussia Mönchengladbach

Em primeiro lugar, Netzer, se tornou o maior ídolo da história do Borussia, em razão de ter vivido seus anos de ouro no clube da década de 70, sendo bicampeão da Bundesliga (1970 e 1971), e uma Copa da Alemanha em 1973. Ao todo, foram 271 partidas, 93 gols e 72 assistências durante sua passagem vitoriosa pelo Borussia Mönchengladbach.

Jupp Heynckes, o maior artilheiro da história do Borussia Mönchengladbach

De acordo com o site do clube, Jupp Heynckes é um dos maiores ídolos do Borussia Mönchengladbach. Maior artilheiro do clube, com 240 gols em 357 jogos. Por fim, inclusive, foi técnico da equipe principal entre 1987 até 1991, quando deixou o Mönchengladbach para treinar o Bayern de Munique.

Vítor, 32 anos, natural de Criciúma-SC, apaixonado por esportes, especialmente por futebol. Já escrevi para alguns portais de Criciúma e região, e atualmente estou no portal 4oito de Criciúma. Tenho um blog que leva meu nome, Vítor Rizzatti e escrevo de um a dois posts por semana, abordando temas atuais no âmbito esportivo. Faço jornalismo digital na Uniasselvi e estou na 1 fase.
Artigo anteriorMané é apresentado oficialmente
Próximo artigoRB Leipzig – História, estatísticas e conquistas