Bundesliga: o que Bayern e Borussia Dortmund precisam para ser campeão?

6 minutos de leitura

Augsburg
21/05/23 - 12:30

Finalizado

0

-

3

Borussia Dortmund

Augsburg - Borussia Dortmund

Germany Bundesliga I - WWK ARENA

O Borussia Dortmund derrotou o Augsburg por 3 a 0 neste domingo (21), com dois gols de Haller e um de Brandt, e ultrapassou o Bayern de Munique para assumir a ponta da tabela da Bundesliga na penúltima rodada.

A ultrapassagem só aconteceu porque o Bayern, que chegou no fim de semana como líder, perdeu neste sábado (20) para o RB Leipzig por 3 a 1, fora de casa. Gnabry abriu o placar, mas Laimer, Nkunku e Szoboszlai viraram o jogo. Foi a segunda derrota dos bávaros nos últimos cinco jogos.

Com isso, o Bayern ficou estacionado nos 68 pontos. Já o Dortmund, com mais três pontos, chegou a 70. Ambos têm 33 jogos.

Isso significa que a Bundesliga será decidida na última rodada, quando o Bayern visita o Colônia e o Dortmund recebe o Mainz. Todos os jogos estão marcados para o próximo sábado (27), às 10h30 (horário de Brasília).

A vantagem, claro, é do Borussia, que vem de três vitórias seguidas e só depende dele para ser campeão. Ambos os jogos só valem para os líderes, uma vez que Mainz (9º) e Colônia (10º) não brigam por mais nada no campeonato.

Dortmund pode quebrar jejum de 11 anos

Para o Dortmund, ser campeão significaria quebrar um jejum de 11 anos. A última vez que o clube venceu a Bundesliga foi na temporada 2011/12, alcançando um bicampeonato sob o comando de Jürgen Klopp. Ao todo, são oito títulos na história do BVB.

Já o Bayern quer seu 33º título da liga e aumentar um período de dez temporadas seguidas terminando em primeiro lugar. A atual apresentou uma turbulência incomum na Baviera, uma vez que o clube demitiu o treinador Julian Nagelsmann e contratou Thomas Tuchel para o seu lugar. Quando Nagelsmann foi demitido, em março, o time estava em segundo lugar, a um ponto do Borussia.

Outras brigas na Bundesliga

A última rodada da Bundesliga também trará brigas em outras partes da tabela. O Hertha Berlin, lanterna, já está rebaixado, mas outros cinco clubes brigam contra outras duas vagas de rebaixamento — entre eles o tradicional Schalke, que acabou de voltar da segunda divisão.

Briga contra o rebaixamento

  • 13º – Hoffenheim – 35 pontos
  • 14º – Augsburg – 34 pontos
  • 15º – Stuttgart – 32 pontos
  • 16º – Bochum – 32 pontos
  • 17º – Schalke – 31 pontos
  • 18º – Hertha Berlin – já rebaixado

Vale lembrar que, na Bundesliga, o 16º colocado disputa um playoff contra o terceiro da segunda divisão para saber quem jogará a elite na próxima temporada. O atual terceiro colocado da divisão de acesso é o Hamburgo.

As vagas para as próximas competições europeias também estão, em boa parte, indefinidas. Dortmund, Bayern e Leipzig já estão classificados para a Champions League. Union Berlin e Freiburg brigam pela última vaga — quem perder está classificado para a Europa League.

O Bayer Leverkusen é o atual sexto colocado e estaria indo para a Conference League. No entanto, o Wolfsburg, três pontos atrás, também ainda tem chances matemáticas.

Briga por competições europeias

  • 4º – Union Berlin – 59 pontos – estaria classificado para a Champions League
  • 5º – Freiburg – 59 pontos – estaria classificado para a Europa League
  • 6º – Bayer Leverkusen – 52 pontos – estaria classificado para a Conference League
  • 7º – Wolfsburg – 49 pontos – briga por vaga na Conference League

O interessante é que nenhum jogo da última rodada será entre dois clubes que brigam por alguma coisa. Todos os jogos estão marcados para o próximo sábado (27), às 10h30 (horário de Brasília).

Última rodada da Bundesliga 2022/23

  • Bochum x Leverkusen
  • Borussia Dortmund x Mainz
  • Union Berlin x Werder Bremen
  • Colônia x Bayern
  • Wolfsburg x Hertha Berlin
  • RB Leipzig x Schalke
  • Eintracht Frankfurt x Freiburg
  • Borussia Monchengladbach x Augsburg
  • Stuttgart x Hoffenheim

Diogo Magri
Diogo Magri

Jornalista nascido em Campinas, morador de São Paulo e formado pela ECA-USP. Subcoordenador da PL Brasil desde 2023. Cobri Copa América, Copa do Mundo e Olimpíadas no EL PAÍS, eleições nacionais na Revista Veja e fui editor de conteúdo nas redes sociais do Futebol Globo CBN.

Contato: [email protected]