12 nomes que seriam bons reforços para o Manchester United

Após temporada longe do ideal, Red Devils precisam de contratações para quase todos os setores do campo

0
335
13-nomes-que-seriam-bons-reforços-para-o-Manchester-United.jpg
Reuters/Lee Smith

O Manchester United passou longe de ter uma boa temporada 2018/2019. E um dos pontos mais discutidos se refere a qualidade do elenco dos Red Devils. Há lacunas reais em quase todas as posições do esquadrão. Frente a isso, a PL Brasil montou uma lista com possíveis reforços para o Manchester United, desde goleiro até atacante.

São diferentes jogadores, advindos de diferentes ligas, que seriam importantes aquisições para os Diabos Vermelhos, que não jogarão a Champions League em 2019/20.

Leia mais: 10 jogadores da Ligue 1 em que a Premier League deveria ficar de olho

Goleiros

Provavelmente o nome mais importante dos Diabos Vermelhos na atualidade seja o goleiro David De Gea. Ele alcançou um nível absurdo vestindo a camisa de número 1 do Manchester United, sendo considerado por alguns um dos três melhores arqueiros do mundo.

No entanto, seu contrato com o time de Old Trafford está entrando no seu último ano e sua permanência ainda não é certa, por diferentes motivos. Frente a isso listamos possíveis substitutos do espanhol.

Jan Oblak

Assim como De Gea, é considerado um dos melhores goleiros da atualidade. Titular do Atlético de Madrid desde 2015, o esloveno de 26 anos é peça fundamental para o time treinado por Diego Simeone.

O camisa 13 da equipe colchonera foi vice-campeão da Champions League em 2016 e campeão da Europa League e SuperCopa da Uefa em 2018. Seria a melhor reposição possível caso De Gea realmente não permaneça em Manchester.

De acordo com o Transfermarkt, o esloveno é avaliado em 100 milhões de euros, e tem multa rescisória de 120 milhões de euros. Oblak já realizou 208 jogos pelo Atlético e não foi vazado em 117 oportunidades, ou seja, passou mais da metade dos jogos sem sofrer gols. Nas 91 partidas que foi superado pelos atacantes adversários, tem média de 1,516 gol sofrido por jogo.

O esloveno se mostrou preocupado com as saídas de jogadores importantes da equipe.

Oblak é um poço de segurança na meta do Atlético (Foto: Quality Sport Images/Getty Images)

Andre Onana

O camaronês de 23 anos é goleiro titular do Ajax. Assim como David Neres, Matthijs de Ligt, Frenkie de Jong e Donny van de Beek, Onana foi um jovem que se destacou perante ao Velho Continente, com atuações seguras e de destaque, gerando interesse do mercado.

Antes de chegar a equipe principal do Ajax, Onana passou pelo Ajax B, fazendo 39 partidas pelo segundo time do clube holandês. No time principal tem 139 partidas, com 59 clean sheets.

Para o United, seria uma opção que foge da obviedade, que tem muita margem de evolução e poderia passar por um processo pelo qual o próprio De Gea passou até chegar o nível atual. Além disso, poderia ser bem mais barato que outros nomes mais consolidados no cenário mundial.

Onana teve temporada de destaque com a camisa do Ajax (Foto: Erwin Spek/Soccrates/Getty Images)

Gianluigi Donnarumma

Donnarumma é um daqueles talentos raros que surgem de tempos em tempos. O goleiro italiano de 20 anos estreou no Milan com apenas 16 anos, no ano de 2015, e assume a titularidade do time rossonero em outubro daquele mesmo ano.

O camisa 99 do Milan já fez 164 jogos pela equipe italiana, além de também ser convocado para a seleção do seu país. Das 164 partidas, passou 59 sem ser vazado. No entanto, sofreu 166 gols nas outras 105, ou seja, levou aproximadamente 1,58 gol por jogo.

Tendo demonstrado suas qualidades embaixo das traves desde muito cedo, gerou muita cobiça de outros grandes europeus. Inclusive, o Paris Saint-Germain enxerga o jovem como um dos possíveis substitutos de Buffon, que deixou o time francês depois de apenas uma temporada.  

Assim como Onana, seria uma opção jovem, com muita margem para desenvolvimento. Porém, bem mais conhecido e mencionado no mercado que o arqueiro camaronês. Donnarumma hoje é avaliado na casa dos 55 milhões de euros.

Donnarumma tem tudo para se firmar como um goleiro de elite (Foto: Peter Lous/Soccrates/Getty Images)

Leia mais: 10 jogadores da La Liga em que a Premier League deveria ficar de olho

Defensores

Maguire

Harry Maguire tem 26 anos e é um dos melhores zagueiros da Premier League e possivelmente o melhor da Liga fora do Big 6. Destaque da Inglaterra na Copa do Mundo, teve mais uma boa temporada no seu clube.

Com 1,94m, poderia formar uma interessante dupla de zaga com o sueco Victor Lindelof, atualmente a opção mais segura na defesa do United. Competente pelo alto, seria essencial para a melhora aérea da equipe treinada por OGS. Além disso, Maguire se mostra uma boa arma ofensiva de Leicester e da seleção.

Maguire é titular da seleção (Foto: James Williamson – AMA/Getty Images)

Alderweireld

Toby Alderweireld já foi bastante especulado em Old Trafford. Com 30 anos e com contrato até o meio de 2020, o já experiente zagueiro belga do Tottenham, adaptado à Premier League, talvez seja a melhor e mais viável opção para os Red Devils entre os zagueiros inteiramente prontos e estabelecidos.

Além disso, mesmo que o mercado interno da PL sempre surpreenda pelos altos preços pagos, Alderweireld possa ser comprado por valores inferiores ao que o United pagaria por nomes como Matthijs De Ligt ou Kalidou Koulibaly. Assim como Maguire, formaria uma interessantíssima dupla de defesa com Lindelof.

Alderweireld está pronto para mudar o patamar da defesa do United (Foto: Alex Morton/Getty Images)

Chilwell

Ao lado de James Maddison, Ben Chilwell foi um dos destaques e revelações do Leicester City na última Premier League. Com 22 anos, foi um dos melhores laterais esquerdo do campeonato, se firmando como titular absoluto da equipe comandada por Brendan Rodgers, desbancando o experiente Christian Fuchs.

Realizou 36 jogos na Premier League e foi o autor de quatro assistências na competição, chegando à seleção inglesa. Segundo o Transfermarkt, Chilwell vale 35 milhões de euros. Mesmo que Luke Shaw tenha feito uma boa temporada com o United, sendo eleito o melhor jogador do clube na mesma, ainda sofre com problemas de peso. Ou seja, Chilwell seria uma boa opção para disputar posição com o ex-jogador do Southampton.

Chilwell seria mais uma boa opção para a lateral-esquerda (Foto: Graham Wilson/Action Plus via Getty Images)

Leia mais: 10 jogadores da Bundesliga em que a Premier League deveria ficar de olho

Meio-campistas

Declan Rice

Uma das principais revelações da última Premier League, Declan Rice é talvez um dos meio-campistas mais completos que foram revelados no futebol inglês desde a geração Lampard/Gerrard.

Ótimo defensivamente com sua capacidade destrutiva através de um bom poder de marcação e bom tempo de jogo para desarmes, Rice também chama a atenção com sua boa chegada ao ataque e principalmente com seus passes para finalizações.

Rice mudou de nível nessa temporada (Foto: Charlotte Wilson/Offside/Getty Images)

Com apenas 20 anos e com 1,85m de altura, Rice com certeza é uma esperança também para a seleção nos próximos anos em uma geração que promete muito e que já conquistou títulos nas seleções de base.

Avaliado em 45 milhões de euros e com contrato com o West Ham até junho de 2024, ainda anotou dois gols na última Premier League, o que mostra que tem muito a evoluir e acrescentar no meio-campo do United, até mesmo se Pogba deixar o clube.

James Rodriguez

Camisa 10 da seleção colombiana que vem fazendo uma grande Copa América, chama a atenção como James mostra toda a sua capacidade criativa quando tem espaços para sair da região central e movimenta-se pelos flancos.

É nítido que James é um jogador com uma técnica diferenciada, o que se questiona é sua regularidade em alto nível para justificar um alto investimento que o United possa fazer em seu futebol nas próximas temporadas.

James pode ser peça fundamental no meio-campo dos Red Devils  (Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Em uma liga cada vez mais tática, mas que não deixa de ser transicional, James se destacaria com a sua velocidade e visão de jogo para desequilibrar nos contra-ataques. Além disso, é um jogador que não tem medo de arriscar alguns remates de média/longa distância, o que pode ser útil contra equipes que joguem de forma mais defensiva em Old Trafford.

James Rodriguez vem sendo especulado no Napoli de Carlo Ancelotti em mais um empréstimo junto ao Real Madrid. Porém, seria de bom uso para dar mais criatividade ao setor ofensivo do Manchester United.

James Maddison

Uma opção mais econômica para fortalecer o meio-campo é um dos destaques do Leicester na última temporada, James Maddison. Um jogador com boa capacidade criativa que se movimenta bastante pelo último terço e não se esconde dos jogos, sempre buscando verticalizar as jogadas principalmente na entrada da área já que tem dribles e finalizações de média/longa distância como suas características.

Maddison marcou sete gols e distribuiu sete assistências na Premier League 2018/19 e, com apenas 22 anos, mostrou-se uma aposta válida para os times do Big 6 que queiram contar com um jogador de qualidade que gere mais dinâmica ao sistema ofensivo.

Maddison foi essencial para a campanha do Leicester na PL (Foto: Plumb Images/Leicester City via Getty Images)

Felipe Anderson

Outro destaque dos Hammers na última temporada, talvez o principal, foi o brasileiro Felipe Anderson. Sua principal característica é como consegue ser um jogador habilidoso que desequilibra e acha espaços na defesa adversária com passes precisos e dribles curtos.

Se destaca também por sua capacidade organizacional pelos flancos, sendo o cérebro da equipe de Manuel Pellegrini principalmente em situações de contra-ataques.

Felipe Anderson chegou a ser convocado por Tite para a seleção brasileira no período pós-Copa. Mesmo sendo de uma posição muito disputada, é nítido como consegue ser eficiente tanto atuando como extremo, buscando o fundo do campo e realizando bons cruzamentos, quanto atuando como um segundo atacante, armando da ponta para dentro e eventualmente aparecendo na área para finalizar.

O brasileiro fez boa primeira temporada na Terra da Rainha (Foto: Gareth Copley/Getty Images)

Foram dez gols e cinco assistências na última temporada, o que fez com que seu nome fosse especulado até mesmo no Real Madrid.

O brasileiro surge como uma ótima opção para ser até, quem sabe, um ponta que o United não conseguiu encontrar.

Considerando que o chileno foi contratado por 34 milhões de euros e tem sido uma decepção em Old Trafford, pode-se afirmar que o brasileiro é um bom investimento até por já mostrar-se a vontade em atuar nos gramados ingleses. Com 26 anos e avaliado em 40 milhões de euros, Felipe vive o auge de sua carreira e seria um ótimo investimento para o time de Solskjaer.

Leia mais: 6 jogadores do Campeonato Holandês para os times da Premier League ficarem de olho

Atacantes

Jadon Sancho

Uma das surpresas que mais despertam expectativas nos torcedores ingleses é Jadon Sancho, principalmente após a excelente temporada no Borussia Dortmund, onde foi protagonista ao lado de Marco Reus em sua estreia com a camisa do time aurinegro.

Sancho reúne características de um grande craque em formação: Dribles, jogo sem bola, capacidade de antecipação e desmarcação contra o adversário, finalização, visão de jogo para assistências.

É um jogador que foi considerado por muitos a principal revelação no futebol europeu na última temporada e atrai os olhares dos principais times do mundo, principalmente na Inglaterra, onde deixou o Etihad Stadium para destacar-se no Signal Iduna Park.

Com 13 gols e 19 assistências, Sancho contribuiu muito para que o Borussia Dortmund lutasse pelo título da Bundesliga até a última rodada com o campeão Bayern de Munique e, mesmo com o vice-campeonato, foi considerado por muitos o melhor jogador do último Campeonato Alemão.

Sancho seria uma grande aquisição do United: para o presente e para o futuro (Foto: TF-Images/Getty Images)

Com 19 anos, 1,80m de altura e com contrato até junho de 2022, Sancho está avaliado em 100 milhões de euros após ser contratado por apenas 7,8 milhões de euros. Uma valorização gigante que só comprova em números financeiros, o quão gigantesco é o seu potencial de protagonista nos próximos anos.

Um investimento gigantesco que faria um jovem jogador tornar-se protagonista em uma das camisas mais pesadas do futebol mundial. Para quem já teve a coragem de apostar em Wayne Rooney e Cristiano Ronaldo, não seria novidade mais um garoto ser o novo astro na parte vermelha de Manchester.

Mauro Icardi

Polêmico, mas artilheiro. Pouco participativo no jogo, porém mortal quando surge a grande chance do jogo. Icardi é um artilheiro e ninguém duvida de sua capacidade de finalização, porém seu extracampo o coloca fora até mesmo de convocações na seleção argentina por não ter a simpatia dos líderes do elenco albiceleste.

Icardi é um ídolo da torcida nerazzurri em tempos difíceis longe da Champions League e dos títulos nacionais na Itália. São 124 gols em 219 partidas com a camisa da Inter e, em três temporadas, foi o artilheiro da Serie A.

A PL faria bem a Icardi (Foto: Alessandro Sabattini/Getty Images)]

Leia mais: 10 jogadores do Campeonato Italiano que a Premier League deveria ficar de olho

Porém, em uma liga que exige o dinamismo e a proatividade de seus jogadores principalmente no momento sem a bola, Icardi é um jogador que busca menos o jogo do que Lukaku, por vários jogos mostrando essa sua característica enquanto jogador da Inter. Icardi lembra os goleadores antigos que priorizam seu posicionamento ofensivo do que a contribuição defensiva.

Icardi está avaliado em 80 milhões de euros, tem 1,81m de altura e 26 anos. Idade para fazer um grande contrato com o United e ser um artilheiro que o faça ser ídolo de outra grande torcida na Europa. Seu desgaste com a diretoria e elenco também indicam que seu tempo no Giuseppe Meazza talvez esteja se esgotando.

Se considerarmos que o United procura o seu grande goleador após as saídas de Rooney e Van Persie, não seria estranho receber Icardi com braços abertos.

Colaboraram Felipe Henriques e Yves Vieira.