Blackburn anuncia a primeira contratação da era Jon Dahl Tomasson

Após grande revolução no clube, o Blackburn finalmente fez primeira contratação de peso. Chegando para preencher uma lacuna, Callum Brittain chega como a esperança de ser o nome do lado direito da equipe de Jon Dahl Tomasson.
Vale lembrar, que essa nova era começou com uma imensa saída de jogadores que estavam emprestados no clube. Em seguida, saíram os jogadores em fim de contrato, dentre eles, a despedida de alguns atletas importantes. Assim, os Rovers começaram a se reestruturar sob uma nova direção e comando. Além disso, decidiram seguir uma estratégia diferente para rumar o futuro da equipe.

Dessa forma, a contratação do 1º nome de peso sob o comando de Tomasson era bastante antecipada. Primeiramente, porque a equipe de fato precisava se reforçar, após perder vários nomes importantes. Além disso, a torcida queria entender qual seria a estratégia de recrutamento e quais tipos de nome o treinador teria em mente. Em especial, na atual situação financeira e estrutural da equipe.

Sobre Callum Brittain

Natural de Bedford, Brittain é um ala que atua pela direita do campo, revezando entre as posições de lateral, meia e ala, dada a sua versatilidade. Com 1,79 e ótima imposição física, o atleta de 24 anos vinha sendo preterido pelos Rovers pelos últimos 12 meses, segundo o diretor de futebol Gregg Broughton.

Com certeza, uma das primeiras impressões ao se olhar o currículo de Brittain é que apesar da pouca idade, o jogador é bastante experiente e acostumando a situações diversas e adversas. Tendo iniciado sua carreira no MK Dons, clube onde fez toda a sua trajetória de categorias de base, Brittain já aos 18 anos tentou uma rota alternativa para conseguir seu espaço, emprestado ao Thróttur da Islândia.

Contudo, ainda muito jovem, apenas conseguiu 9 atuações pela equipe islandesa, sendo 6 delas, na liga nacional. Após 3 meses no país, Brittain retornou ao MK Dons para continuar seu desenvolvimento. Após seu retorno, conseguiu atuar em 6 partidas na campanha da equipe na League One, a 3ª divisão inglesa.

Dessa forma, o lateral apenas conseguiu firmar seu espaço em definitivo na temporada 17/18. Atuando na League One, conseguiu atuar 29 vezes naquela campanha.

Já nas temporadas seguintes, 18/19 e 19/20, atuou 32 e 31 vezes respectivamente, num período onde o MK Dons alternava entre a 3ª e 4ª divisão. Foi nesse período que Brittain de fato começou a impressionar e atrair atenção.

Seu Período no Barnsley

Assim, ganhando destaque e se tornando nome frequente nos 11 inicias da equipe, logo atraiu interesse de uma equipe da Championship. E assim, em 10 de outubro de 2020 se juntou ao Barnsley, em uma transferência cujo valor não foi divulgado.

Dessa forma, tendo atuado 4 vezes pelo seu antigo clube até aquele momento, Brittain chegou como referência da posição na nova equipe. O atleta atuou 40 vezes pelos Tykes naquela campanha. Além disso, a equipe ainda conseguiu uma impressionante vaga nos play-offs, porém foi eliminada pelo Swansea na semifinal.

Contudo, a temporada 21/22 da equipe foi assombrosa. Passando por várias turbulências e com dificuldades em campo, a equipe foi a última colocada da Championship, com incríveis 28 derrotas e -40 de saldo de gols. Com esse resultado e apenas 30 pontos conquistados, o Barnsley caiu para a League One. Por sua vez, Brittain atuou em 36 partidas pela equipe.

Callum Brittain é a esperança para a ala direita dos Rovers
Foto: Reprodução/Twitter/Blackburn

O que esperar de Brittain no Blackburn

Callum Brittain chega trazendo consigo mais de 200 partidas oficiais, muita experiência e exercendo uma função carente na equipe dos Rovers. Assim, é imaginável que chegue para ser a referência da posição. Além disso, possui características imprescindíveis para o esquema pensado por Tomasson. O treinador já disse várias vezes gostar de ofensividade, pressão agressiva e muita movimentação com e sem a posse da bola.

Inclusive, apesar de a nova gestão ter chegado ainda neste verão, o clube já seguia os passos do atleta de perto. Segundo Broughton, a equipe o tinha sob seu radar a cerca de 1 ano, em especial após a brilhante campanha feita em 20/21.

Com contrato até 2026, é de se imaginar que o atleta terá todo o apoio e confiança da diretoria e comissão técnica. Apesar da ausência de competição à altura, Brittain terá grandes expectativas ao seu redor. Além disso, preencherá a vaga de um nome importante da história recente do clube, o que é sempre uma tarefa ingrata.

Callum Brittain é a primeira contração de Tomasson à frente da equipe
Foto: Reprodução/Twitter/Blackburn