Benfica – História, estatísticas e conquistas

Benfica – História, estatísticas e conquistas
Reprodução/Google

O Sporting Lisboa e Benfica é um time de Portugal, com 118 anos de muita história. Suas cores vermelha e branca são inconfundíveis em todo o mundo, principalmente na Europa, onde já levantaram duas Taças dos Campeões (antiga Champions League).

A equipe tem mais de 250 mil sócios e defende suas partidas em seu campo, o Estádio da Luz. Decerto, a Catedral tem capacidade para 65 mil pessoas, desde a reforma para a Euro de 2004.

Portanto, a 12ª maior equipe do século 20, em eleição da UEFA, tem uma história de beneficência, junção e grande rivalidade com outro clube de Lisboa. Confira:

Sporting Lisboa e Benfica

Antes de mais nada, o Benfica é um dos maiores clubes de Portugal, com grande história e a maioria da torcida no país. Sua fundação se dá em setembro de 1908, com a fusão de Sport Lisboa e Sport Clube de Benfica.

As duas fundações existiam para fins de beneficência, com jogadores jovens e pertencentes as escolas da região. Entretanto, em fevereiro do mesmo ano, os alunos criaram o departamento de futebol no Sport Lisboa, com as cores vermelha e branca, e o escudo com a águia.

Dessa forma, desde o início da época, o clube tem suas características mantidas, com algumas intervenções mínimas no escudo até aqui. Por outro lado, no Sport Clube Benfica já havia um time futebol.

Entretanto, o time passava por situação financeira ruim e viu mais de oito jogadores saírem de sua equipe e ir ao Sporting Clube de Portugal, o maior rival. Assim, decidiram se juntar ao primeiro, unindo seus nomes seu campo. A data de comemoração do aniversário do Benfica é 28 de fevereiro.

Trajetória do Benfica, fundação, conquistas e ascensão

Em resumo, o Sporting Lisboa e Benfica é um dos times do Campeonato Português, que pertence a Lisboa. A equipe é a maior vencedora da história do futebol local, com 37 taças da Primeira Liga.

Decerto, são 26 Taças de Portugal, sete Taças da Liga, oito Supertaças Cândido de Oliveira e três Campeonatos de Portugal. As Águias também venceram, por duas vezes, em 1960/61 e 1961/62, a Taça dos Campeões Europeus, equivalente a Champions League atual.

São, portanto, vários períodos vencedores na história do time, que contou com um dos maiores jogadores da história de Portugal, Eusébio. O ídolo maior tem uma estátua na porta do Estádio da Luz, e venceu a segunda taça europeia junto a equipe, depois enfrentando o histórico Santos de Pelé.

Mercado da Bola do Benfica

O Benfica terá um novo treinador para a temporada 22/23. No mercado da bola, veremos quem chegará ao time e quem poderá sair também. Primeiramente, a única contratação da equipe, até agora, é do atacante Petr Musa, que defendeu o Boavista-POR. Ele chegará junto a Roger Schmidt, alemão que deixa o PSV-HOL, e assume pelos próximos três anos os Encarnados.

Por outro lado, o mercado da bola traz as saídas do time. Em confirmação, o Benfica ainda não teve baixas. Por outro lado, os rumores de uma barca deixando o time existe.

Rumores do Benfica

Decerto, os rumores param reforçar a equipe são grandes. O principal nome, até agora, é do alemão Mario Gotze. O campeão do mundo em 2014, trabalhou com Roger Schmidt no PSV e foi um pedido pessoal do treinador. Outro nome dos rumores benfiquistas, é do atacante Ricardo Horta, do Sporting Braga. Portanto, no mercado da bola vermelho e branco, o atacante de 27 anos é o camisa 10 de seu time atual e tem o interesse em se mudar para a Luz.

Por outro lado, os rumores de saída são grandes, ainda mais por uma troca de treinador. O primeiro é Darwin Nuñez, que tem multa de 80 milhões de Euros e tem interesse de grande clubes, como Manchester United e Bayern de Munique. O mercado da bola do time também traz que jogadores como Grimaldo, Gabriel, Everton e Diogo Gonçalves.

Mercado de Transferências do Benfica

Em suma, sendo um clube com uma história antiga, vitoriosa e muito bonita, certamente os Encarnados tiveram alguns jogadores e até treinadores que ajudaram a construir e continuar a bela história do clube. Dessa forma, separamos cinco nomes no mercado de transferências do Benfica, pois diversos atletas se tornaram ídolos do futebol mundial:

Darwin Nuñez por £24 milhões vindo do Almería-ESP

O primeiro no mercado de transferências, é o maior atacante atual da equipe é o jovem uruguaio Darwin Nuñez. O jogador chegou há duas temporadas, mas já ganhou o status de mais querido pelos adeptos. Decerto, em 84 partidas, são 48 gols e 16 assistências, com a artilharia do Campeonato Português 21/22.

Todas as indicações se dão de que o jogador sairá do clube custando mais de £80 milhões, deixando um lucro histórico ao time.

Simão Sabrosa por £13 milhões vindo do Barcelona-ESP

Em suma, o atacante português era da base do maior rival, Sporting, e foi vendido ao Barcelona como uma grande promessa. Entretanto, em 2001, os Encarnados pagaram 13 milhões de Euros e contaram com Simão por seis temporadas, vencendo o Campeonato por uma vez, além de uma Taça de Portugal e uma Super Taça . São 285 partidas, com 89 gols e 49 assistências.

Pablo Aimar por £7,5 milhões do Zaragoza-ESP

O histórico meia argentino, defendeu a equipe por cinco temporadas, após vencer jogando na Espanha. Em Portugal, foram 4 Taças de Portugal e 1 Campeonato, ao lado de nomes importantes, como Di Maria e Saviola. Decerto, foram 179 jogos, com 17 gols e 42 assistências.

Di María por £8 milhões vindo do Rosário Central-ARG

Portanto, outro argentino que marcou seu nome na história do time, o ponta esquerda fez parte de um histórico Benfica. Entre 2007 e 2010, Angel esteve sob o comando de Jorge Jesus, e ganhou títulos nos três anos que permaneceu nas Águias. O jogador é bastante amado pela torcida, que sonha em seu retorno, agora que saiu do PSG.

Foram 119 jogos, 15 gols e 28 assistências, com um Campeonato Português e duas Taças de Portugal e uma venda ao Real Madrid na casa dos £33 milhões.

Eusébio por cerca de 200 mil escudos – vindo de Moçambique

A história do maior jogador do Benfica é cercada de folclore e expertises do time. Com 15 anos, o jovem Angolano jogava em um time satélite do rival no seu país natal. Até os 17 anos, vestiu verde e branco do Sporting. Porém, um ex jogador do time, José Bauer, o viu atuar e contou para o treinador da época do Benfica, Bella Guttman. 

Assim, o time se movimentou e levou Eusébio para Portugal e o colocou para jogar já no time de cima. Torcedor declarado da equipe, o Pantera Negra estreou na Champions League que o time ganhou, em 61/62. A rivalidade entre Benfica e Sporting era gigante e o time leonino tentou tirar Eusébio da Luz, visando dar o troco.

Antes de chegar no país, o Benfica embarcou o jogador em um avião com nome falso, e não informou a ninguém. O Sporting esperava que Eusébio chegasse de barco com sua mãe, para dar sua proposta na mão e levar o jogador. Por isso, pagaram quase 500 mil escudos a mãe do menino. Entretanto, o Benfica escondeu Eusébio em um hotel e ninguém do Sporting conseguiu o achar para assinatura do contrato. Assim, começa a história do melhor jogador do mundo de 1965, com 401 jogos e 475 gols.