Benfica confirma Julian Draxler

1 minuto de leitura

O Benfica anunciou a contratação do meia Julian Draxler. O meio campo alemão de 28 anos chega por empréstimo, vindo do PSG. O contrato será de um ano e o time desembolsou cerca de 2,5 milhões de Euros para a operação.

Desde 2017 no time francês, Draxler perdeu todo o espaço na atual temporada, principalmente após as chegadas do portugueses Vitinha e Renato Sanches. Agora, o jogador será a cara principal do projeto do Benfica, com o compatriota alemão Roger Schmidt no comando.

Decerto, na chegada do técnico, o pedido principal era um outro alemão, também campeão do mundo de 2014, Mario Gotze. Entretanto, o jogador preferiu voltar para seu país natal. Agora, Draxler chega para assumir a “camisa 10” do time, mesmo que seu número na camisa seja o 93.

Draxler para jogar na linha de três

Decerto, o alemão chega para ser titular do time. Na atual escalação, sua posição principal vem sendo desempenhada por Rafa. Entretanto, a tendência é de que o meia possa jogar na função de João Mário, pela esquerda e alterne posição com Rafa.

Em suma, foi assim que o jogador apareceu no futebol. O alemão começou no Shalke 04, onde se destacou e rumou ao Wofsburg. Lá, Draxler jogou muita bola e chamou a atenção de Joachim Low, que o convocou para a Copa de 2014. No Brasil, o meia se sagrou campeão do mundo, atuando em algumas partidas, sempre vindo do banco.

Na manhã desta quarta, na coletiva pré rodada da Liga Portugal, o treinador falou sobre a possível contratação, ainda não confirmada, e não quis entregar o ouro:

“Bem, o Ricardo Horta não vem, isso está claro. Gostaria de falar de jogadores que talvez venham para o Benfica só quando assinam contrato. Se não está feito, não posso falo falar dos jogadores”.

Portanto, o alemão deverá estar na rodada do meio de semana, na Champions League. O Benfica jogará nesta sexta-feira (2), contra o Vizela. Na terça-feira (6), na Luz, a equipe enfrentará o Maccabi Haifa.

Foto destaque: Reprodução/SLB

Robert Ferreira
Robert Ferreira

Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!