A única participação do Barnsley na Premier League

Lembramos da temporada da equipe do sul de Yorkshire na elite inglesa

0
506
Barnsley
Graham Chadwick Allsport

Há diversas equipes de futebol na região de Yorkshire, norte da Inglaterra, que conseguiram destaque ao decorrer dos anos. Leeds, Huddersfield e o Sheffield United são alguns exemplos de equipes que passaram recentemente pela Premier League. Porém, muitos não sabem, mas o Barnsley, equipe do sul de Yorkshire, disputou uma temporada da Premier League, a única da história do clube.

Acesso direto e inesperado do Barnsley após temporada equilibrada

Barnsley
Ben Radford /Allsport

Após ser promovido da terceira divisão para a segunda no início dos anos 1980, o Barnsley nunca sequer havia disputado playoffs para promoção à elite do futebol inglês. Na temporada 1994/1995, foi quando o time conseguiu sua melhor colocação na história da segunda divisão até então, quando terminaram em sexto. Na época, apenas o campeão da conseguia acesso direto à Premier League, do segundo ao quinto, disputavam uma vaga.

Danny Wilson, que treinava o time desde 1994, buscou reforços pontuais para a temporada 1996/1997. Logo, o time foi colhendo bons frutos com uma sequência de cinco vitórias seguidas na competição, até a derrota para o Queens Park Rangers em casa.

Leia mais: 10 jogadores que passaram pelo Crystal Palace e você talvez nem saiba

A equipe também passou por períodos de incertezas, após uma sequência negativa com seis jogos sem vencer (uma vitória e cinco empates). O desempenho do time nas copas nacionais foi ruim e o time se focava exclusivamente na luta pelo acesso, que veio após vitória em clássico diante do Bradford City.

Com 22 vitórias, 14 empates e 10 derrotas, o Barnsley disputaria a Premier League pela primeira vez em sua história. Na mesma temporada, o Bolton conquistaria a outra vaga direta e o Crystal Palace seria a equipe promovida nos playoffs.

Muitos reforços e pouco impacto na Premier League

Foram, no total, oito reforços para os Tykes disputarem a primeira divisão. O macedônio Georgi Hristov foi a principal contratação, custando 1 milhão e meio de libras aos cofres do clube. O objetivo da equipe era se manter na elite obviamente, mas a tarefa não seria das mais fáceis.

O início parecia como esperado. Duas vitórias diante de Bolton e Crystal Palace, recém-promovidos e derrotas para West Ham e Chelsea, porém, uma sequência de seis derrotas seguidas após a vitória diante do Bolton colocaram o time em uma situação já delicada na competição.

Mark Thompson Allsport

Goleadas e mais goleadas sofridas, porém com algumas vitórias surpreendentes como diante do Liverpool em Oakwell por 1 a 0. Além disso, uma sequência de três triunfos seguidos diante de Wimbledon, Aston Villa e Southampton elevavam as esperanças de que seria possível permanecer na elite.

Apesar do sucesso na Copa da Inglaterra, quando inclusive eliminou o Manchester United (os Tykes caíram para o Newcastle nas quartas de final), o rebaixamento foi decretado na penúltima rodada após derrota por 1 a 0 em seu estádio para o Leicester City. Foram oito vitórias, nove empates e 21 derrotas na Premier League, com a pior defesa da competição: 82 gols sofridos.

Algumas curiosidades sobre alguns jogadores do elenco naquela temporada:

  • O goleiro Dave Watson, que disputou 30 jogos da Premier League, foi preparador de goleiros da seleção da Inglaterra e do Southampton. Atualmente, é um dos auxiliares de Ralph Hasenhüttl nos Saints;
  • Neil Redfearn, meio-campista e artilheiro da equipe na competição com 10 gols (14 na temporada), treinou diversas equipes masculinas, entre elas o Leeds United e o Rotherham United, mas também teve experiências com equipes femininas (Liverpool e Doncaster). É casado com a ex-jogadora Lucy Ward;

Quedas, acesso e sucesso em copas nacionais

Barnsley
Credit: Graham Chadwick /Allsport

As temporadas seguintes não foram nada boas para o Barnsley, que perdeu seu treinador Danny Wilson para o rival Sheffield Wednesday. John Hendrie, que era jogador do clube na época, assumiu a função de jogador-treinador na temporada 1998/1999. O time terminou em uma modesta 13ª colocação na Championship.

Após o rebaixamento em 2001/2002 e mais quatro anos na terceira divisão, o clube retornou à segunda divisão, tendo como grande momento nas últimas temporadas a ida às semifinais da Copa da Inglaterra em 2007/2008 (curiosamente o time tinha o brasileiro Dennis Souza em seu elenco), eliminando Liverpool e Chelsea, até cair para o Cardiff nas semifinais.

O clube possui apenas dois títulos oficiais em sua história, a Copa da Inglaterra em 1911/1912 e a Football League Trophy na temporada 2015/2016. Na atual temporada, os Tykes disputam a Championship, onde são o atual lanterna, com 34 pontos em 37 jogos.