Ídolo de Inter, Barça e Bola de Ouro: morre Luis Suárez, lenda do futebol espanhol

3 minutos de leitura

O futebol espanhol e mundial acordou mais triste neste domingo (9), com a morte de Luis Suárez Miramontes, aos 88 anos. O ídolo de Barcelona, Inter de Milão e da Espanha faleceu durante a manhã, em Milão, na Itália. A causa da morte não foi divulgada.

Luis Suárez deixa um legado de títulos históricos, idolatria e o fato de ter sido o único jogador espanhol da história a vencer a Bola de Ouro. Nascido na Galícia, o ex-atleta foi uma bandeira para a região e é considerado um dos maiores nomes da história do futebol europeu.

‘Luisito’ começou sua trajetória pelo Deportivo La Coruña, passou por España Industrial, viveu anos mágicos por Inter e Barça, até encerrar sua trajetória na Sampdoria. Meio-campista de 1,67 e dotado de muito talento, ganhou o apelido de “O Arquiteto do Futebol”.

Parceria com Evaristo de Macedo e a Bola de Ouro no Barcelona

Entre 1954 e 1961, Luis Suárez fez parte de um time histórico do Barcelona que tinha a responsabilidade de bater de frente com o vencedor Real Madrid de Alfredo Di Stéfano. A equipe era repleta de estrelas, como Laszlo Kubala, Zoltan Czibor, Sandor Kocsis e o brasileiro Evaristo de Macedo.

O time não foi campeão da Champions League, mas conseguiu vencer duas edições de La Liga, duas copas nacionais e duas Taças da Feiras, tradicional torneio europeu à época. A maior vitória contra o Real Madrid veio diretamente de Luis Suárez.

O “Arquiteto” venceu a Bola de Ouro de 1960, batendo Ferenc Puskas e Alfredo Di Stéfano, da equipe merengue. A conquista foi um marco histórico para o clube blaugrana, que começava a ascender contra o grande rival.

Luis Suarez Barcelona
Luis Suárez e a Bola de Ouro no Barcelona – Foto: Site oficial/Barcelona

Bi da Champions na Inter

Em 1961, levado por Helenio Herrera, seu técnico do Barça, Luis Suárez acertou com a Inter de Milão. Lá, o espanhol viveu sua fase mais vencedora no esporte. Ele conseguiu ser bicampeão da Champions League, bicampeão do Mundial Interclubes e tricampeão da Série A.

Sua contratação foi, à época, a mais cara da história do futebol mundial. Luis Suárez fez a Inter pagar cerca de 250 milhões de liras italianos ao Barcelona por seu passe. Todo o investimento foi recompensado. O craque terminou sua passagem de nove anos pelo Giuseppe Meazza com 256 jogos e 42 gols.

Campeão europeu pela Espanha

Luis Suárez não parou no grande desempenho por clubes. Ele também foi campeão da Eurocopa de 1964 pela seleção espanhola, em uma conquista pioneira e inédita para “La Fúria”. A Espanha só voltou a conquistar o torneio continental depois de 44 anos anos na fila de espera, em 2008.

O “Arquieto” terminou sua carreira em 1973, na Sampdoria. Ele seguiu no futebol e teve uma longa trajetória como treinador, trabalhando em equipes de peso como Cagliari, La Coruña, Inter e seleção espanhola.

Gigantes do futebol mundial rendem homenagens a Luis Suárez

A notícia do falecimento de Luisito foi dada pela Inter de Milão. O clube exaltou a trajetória do ídolo, lamentou a partida e relembrou os grandes momentos dele com a camisa nerazzurri.

— A despedida de Luisito deixa uma profunda melancolia: a nostalgia do seu futebol perfeito e inimitável, que de fato inspirou gerações, junta-se à memória de um futebolista único e de um grande jogador da Inter —, comunicou.

Barcelona, Real Madrid e outros clubes de impacto também deram o último adeus à lenda.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.