Giroud vaidoso, Jorginho ‘irmão’… Conversamos com o barbeiro das estrelas da Premier League em Londres

16 minutos de leitura

Do moicano de David Beckham à vasta cabeleira de Marouane Fellaini; dos tons vermelhos de Fredrik Ljunberg e Paul Pogba às tranças de Taribo West, os penteados dos jogadores costumam roubar a cena na Premier League.  

A vaidade entre os jogadores que gostam de cuidar da estética e do estilo não é exclusividade do futebol brasileiro. E aqui na Inglaterra tem quem ganhe a vida e realiza sonhos cortando o cabelo dos jogadores de futebol.

Don Bigote, onde os boleiros da Premier League se cuidam em Londres

Um deles é o colombiano Cristian Gómez, de 38 anos, que é responsável por boa parte dos penteados que desfilam na Premier League, especialmente dos sul-americanos. Ele conversou com exclusividade com a PL Brasil.

Filho de cabelereiros, Cristian chegou a Londres com os pais em 1999 e, um ano depois, aos 14, já começava a ajudar a família no trabalho.

Mais de uma década se passou e Cristian já tinha uma considerável rede de clientes e decidiu abrir sua própria barbearia em 2015, a Cristian’s Barbers. Localizado na zona sul de Londres, no bairro de Elephant and Castle, o estabelecimento atendia principalmente clientes da América do Sul, uma comunidade que era muito grande no bairro e que não dominava o inglês fluentemente. E isso foi um estalo na mente empreendedora de Cristian.

IMG_0463
Cristian Gómez, proprietário da barbearia Don Bigote, frequentada por astros da Premier League (Foto: Rodolfo Morsoletto)

— Eu vi uma oportunidade para nós, latinos. Não havia quem cortasse o cabelo dos jogadores que chegavam aqui sem falar inglês.

Foi quando em 2017, ele vendeu o estabelecimento para inaugurar a Don Bigote, localizada na Fulham High Street, local estrategicamente escolhido pelo barbeiro entre os estádios Craven Cottage e Stamford Bridge. Quem passa pelo lado de fora logo repara a quantidade de camisas enquadradas e autografadas por jogadores na parede.

— Isso nos dá credibilidade. Se um cliente vê a camisa de um jogador que foi atendido aqui, logo sente que o nosso trabalho é de confiança.

Apesar de levar um nome espanhol, a maioria dos clientes da Don Bigote continua sendo de ingleses. Mais da metade dos funcionários é sul-americana e o som ambiente costuma sempre ser uma playlist de reggaeton, salsa, funk brasileiro e pagode.

Brentford v Fulham Sky Bet Championship
Denis Odoi em ação pelo Fulham. Foto: Icon Sport

E apesar de hoje ter clientes famosos e uma decoração com cara de Premier League, levou um ano para que a Don Bigote atendesse seu primeiro cliente jogador de futebol. Foi o ganês Denis Odoi, que atualmente defende o Club Brugge, da Bélgica, e na época jogava no Fulham. O lateral-direito já era cliente de um dos barbeiros que trabalhavam com Cristian em outra barbearia e o levou para a Don Bigote.

— Depois de um ano recebendo o Odoi por aqui e criando uma relação de confiança, pedi para ele a gentileza de me indicar para outros jogadores. Eu queria cortar o cabelo deles.

Foi aí que o estabelecimento começou a ganhar fama entre a boleirada. O Fulham foi o primeiro time de Londres a ter clientes na Don Bigote. Odoi o indicou para o atacante português Rui Fonte, que recomendou para o goleiro espanhol Sergio Rico, que o apresentou a Lucas Piazon, o primeiro jogador brasileiro atendido por Cristian.

A virada de chave e a fama da barbearia veio graças a Sergio Rico e Jorginho, quando ainda jogava no Chelsea.

— Esses dois ajudaram muito a mudar a barbearia de patamar. Sergio e Jorginho sempre faziam questão de falar de mim e do meu trabalho, me indicando para outros clientes.

O volante do Arsenal hoje é um amigo muito próximo de Cristian. O colombiano guarda o ítalo-brasileiro no coração, especialmente depois de um episódio que abalou muito a vida de sua família em 2019. Cristian perdeu o irmão em um acidente de carro naquele ano e foi um momento muito difícil de superar.

— Neste dia, eu pude ver o quanto Jorginho tem um coração enorme. Ele me mandou uma mensagem pedindo meus dados bancários e eu não entendi. Ele disse que queria arcar com todos os custos do funeral do meu irmão. Eu disse a ele que não precisava pois eu tinha condições, mesmo assim insistiu em pagar.

Aniversário de James Rodriguez e penteado de Giroud

Dois dos principais ídolos de Cristian no futebol são Ronaldinho Gaúcho e James Rodríguez. Enquanto ainda sonha em cortar o cabelo do brasileiro, o colombiano se sente realizado por já ter atendido o conterrâneo e atual jogador do São Paulo, quando atuava pelo Everton na Premier League.

— Eu estava muito nervoso quando fui atender o James pela primeira vez. Ele é considerado arrogante pela imprensa colombiana porque não dá entrevista. No entanto, foi um dos jogadores mais humildes que já conheci.

Cristian conta que depois desse dia começou a criar uma relação de amizade com James sendo inclusive convidado para sua festa de aniversário.

— O James organizou uma festa de aniversário com apenas cinco convidados e eu era um deles. Me senti muito especial naquele dia.

Outro cliente famoso da Don Bigote quando vivia em Londres era Olivier Giroud. E a fama de galã do atacante francês se justifica pelo tamanho cuidado com que tem com sua aparência.

— O Giroud é muito gente boa e talvez seja o cliente mais exigente que já tive. Ele me explicava passo a passo de como deveria cortar o cabelo e a barba dele. Corte aqui, corte assim…

Mas o ex-atacante de Arsenal e Chelsea é um ponto fora da curva. A maioria dos jogadores gostam mesmo é das dicas do barbeiro e sempre pedem a opinião quando vão atualizar o visual.

Um grande exemplo não é necessariamente um jogador, mas sim o ex-comandante do Chelsea, Graham Potter. A mudança de visual do treinador virou pauta na imprensa inglesa durante sua curta passagem pelos Blues. Ele abandonou os agasalhos do Brighton e a “cara limpa” por um blazer escuro, barba alinhada e novo penteado feito por Cristian.

A imprensa até chegou a chamar a transformação de Potter de “50 tons de Graham”. Em entrevista ao talkSPORT na época, Cristian comentou e deu bastidores da mudança.

— Eu perguntei o que ele queria e ele disse que era para eu fazer o que quisesse, só não deixando muito curto. Acredito que ele tenha gostado porque duas semanas depois ele voltou.

De acordo com o barbeiro, duas semanas é o tempo máximo que os jogadores ficam sem cortar o cabelo. Normalmente gostam de ser atendidos nos dias que antecedem a partida, com exceção do goleiro David Raya, do Arsenal, que prefere ficar 100% concentrado e deixa o visual de lado em véspera de jogo.

Cristian e os barbeiros da Don Bigote costumam visitar os jogadores nos hotéis em que estão concentrados ou até mesmo na casa deles. Quando vai a Liverpool, atende alguns dos melhores jogadores da Premier League como Luis Díaz , Darwin Núñez e Alexis Mac Allister todos no mesmo dia, já que a viagem de carro costuma levar mais de quatro horas.

— Muitos jogadores gostam de vir até a barbearia. Às vezes recorrem ao atendimento domiciliar não pela falta de privacidade, mas sim pela falta de tempo.

Outro jogador que Cristian considera um de seus melhores amigos, além de Jorginho, é o uruguaio Rodrigo Bentancur. Por meio do volante do Tottenham, Cristian foi escolhido pela federação uruguaia para ser o barbeiro oficial da seleção do Uruguai na Copa do Mundo do Catar, em 2022.

— Ele não mediu esforços para me levar à Copa do Mundo. Falou com a federação e com a Fifa para conseguir uma credencial com livre acesso ao hotel para mim. Vou levar essa experiência para sempre.

Para a Copa América que começa no dia 21 de junho, o barbeiro também está convidado para trabalhar com as estrelas uruguaias como Luis Suárez. No entanto, ainda não confirmou presença por conta das responsabilidades com a Don Bigote. Cristian está bastante atarefado depois de inaugurar uma nova unidade da barbearia, a poucos quilômetros de distância da matriz.

Para 2025, o barbeiro das estrelas da Premier League pretende abrir mais uma, desta vez no bairro de Hampstead Heath, no norte de Londres. A região é estrategicamente pensada pois é onde vivem muitos jogadores de Arsenal e Tottenham. Depois disso, a ideia é fazer uma em Crystal Palace.

Rodolfo Morsoletto
Rodolfo Morsoletto

Jornalista nascido e formado no interior de São Paulo, com passagens por Terra e OneFootball. Foi repórter de rádio, setorista do XV de Piracicaba e cobria jogos do Campeonato Paulista da Série A3. Morou por um tempo na Itália antes de desembarcar em Londres, onde está desde 2018. Atualmente é correspondente da PL Brasil em território inglês e já esbarrou com José Mourinho andando sozinho pelas ruas da capital britânica.

Instagram: @morsoletto
X: @r_morsoletto