Balotelli escolhe ex-Liverpool como o pior com quem trabalhou: ‘Como pessoa, ele era um…’

4 minutos de leitura

Mario Balotelli é um dos jogadores mais polêmicos de sua geração. Autêntico, corajoso e bom de bola. O italiano viveu ótimos momentos por Manchester City, Inter de Milão e Milan, mas também acumulou fases difíceis, como em sua passagem pelo Liverpool. Foi no Anfield Road, inclusive, que o atacante trabalhou com o pior técnico de sua carreira.

Enquanto José Mourinho, Lucien Favre e Roberto Mancini são amados por Balotelli, um nome vive em outro oposto. Sincero, o italiano não cansa de repetir a todos os cantos o nome que mais o desgostou no comando: Brendan Rodgers.

Brendan Rodgers, o pior técnico que Balotelli já teve

Em entrevista ao “TV Play”, Mario Balotelli voltou a descredibilizar Brendan Rodgers. O atacante fez questão de exaltar a qualidade do trabalho de treinamentos do técnico, mas detonou sua atuação na gestão de pessoas.

— Brendan Rodgers é o pior treinador que já tive. Ele foi o número um nos treinos, tanto na posse de bola quanto nos jogos reduzidos. Mas como pessoa ele era um desastre –, comentou.

Não é a primeira vez que o italiano detona o atual treinador do Celtic. Em 2016, o camisa 45 já havia dado depoimentos nesse sentido, confirmados pelo próprio Brendan Rodgers. À época, o comandante admitiu a má relação e fez mea-culpa dizendo que ele havia “acertado na mosca” e que nunca conseguiu “se conectar com Mario”.

Liverpool
Brendan Rodgers e Balotelli no Liverpool (Foto: Icon Sport)

A passagem de Balotelli pelo Liverpool

Foi Brendan Rodgers quem levou o atacante para Anfield, em 2014. Super Mario chegou ao clube inglês por 16 milhões de libras com a missão de substituir Luis Suárez, à época negociado com o Barcelona. Os resultados não foram os esperados e não demorou muito para o ex-Manchester City ser duramente criticado por torcedores, imprensa e até mesmo o próprio Rodgers, publicamente.

Balotelli jogou apenas uma temporada com a camisa dos Reds. Ele marcou apenas quatro gols em 28 partidas e não deixou saudades na torcida inglesa. Foi emprestado ao Milan no ano seguinte e depois retornou à Inglaterra, mas não foi aproveitado por Klopp, de quem deixa claro não guardar mágoas. Atualmente, o veterano defende a camisa do Adana Demirspor, da Turquia.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.