AZ Alkmaar – História, estatísticas e conquistas

O Alkmaar Zaanstreek, que é mais conhecido como AZ Alkmaar, foi fundado em 10 de maio de 1967 como resultado de uma fusão entre Alkmaar '54 e FC Zaanstreek. Assim, na cidade de Alkmaar nascia o AZ 67. Mas em seu país de origem o clube é conhecido como AZ. Porém, nos outros países o time é conhecido como Alkmaar. Por fim, a equipe disputa suas partidas no AFAS Stasuim, que tem, capacidade para 17 mil pessoas.

Trajetória do AZ Alkmaar: fundação, conquistas e ascensão

A equipe é basicamente uma fusão dos seus antecessores, Alkmaar 54 e FC Zaanstreek. Dessa forma, na temporada 1967/68 a equipe fez a sua estreia, onde conquistaram a 2ª divisão da Holanda, fazendo com que conseguissem o acesso para a 1ª divisão. Assim, o time ficou na primeira divisão até a temporada 1971/72, onde foi rebaixada pela primeira vez.

Era Molenaar

Em suma, a Era Molenaar começou a dar um rumo diferente na história do clube. Cess e Klas Molenaar, que eram ex-jogadores assumiram o clube dos empresários locais começaram a fazer uma série de mudanças. Assim, logo na temporada de estreia, eles trazem o clube de volta a 1ª divisão holandesa.

Dessa forma, a equipe foi se mantendo na elite nacional e pouco a pouco foi crescendo no seu cenário. Então, na temporada 1976/77, ficou na 3ª colocação do campeonato nacional e se classificou para a Copa da UEFA.

A saber, logo em sua estreia em torneios internacionais, o time eliminou o Red Boys Differdange, de Luxemburgo, com um placar agregado de 16 x 1. Porém, na fase seguinte, foi eliminado para o Barcelona, após dois empates.

Primeiros títulos do AZ Alkmaar

A princípio, estava chegando a hora do time começar a colocar os troféus na sua galeria. Assim, na temporada 1977/78, o time conquistou a Copa da Holanda em cima do Ajax. Assim, a equipe teve a sua primeira conquista de expressão com a vitória por 1 x 0, com gol de Henk Van Rijnsoever.

Nesse sentido, não demorou muito para o time conquistar o primeiro Campeonato Holandês, o título veio na temporada 1980/81. Dessa forma, o plantel comandado por George Kessler fez história ao mudar o clube de patamar no seu país.

Por fim, na temporada seguinte, a equipe disputou a sua primeira Champions League, onde avançaram da primeira fase após baterem o IK Start, da Noruega, vencendo os jogos de ida e volta. Porém, foram eliminados pelo Liverpool na fase seguinte.

Conquistas do AZ Alkmaar

Em suma, o AZ Alkmaar possui seis Campeonatos Holandeses, sete Copas da Holanda, seis Supercopas da Holanda e dois títulos da Segunda divisão.

Mercado de transferências do AZ Alkmaar

Em suma, o AZ Alkmaar não é um clube que faz contratações extravagantes, então dificilmente irá aparecer alguns rumores de alguma transferência absurda no mercado da bola. Assim, as principais investidas, rumores ou contratações do clube são de jogadores em uma possível ascensão.

Mounir El Hamdaoui, do Willem II

Na metade de 2007, o AZ faria a sua maior contratação da história, o que pros valores do mercado da bola de hoje é bem pouco. Porém, para os padrões da equipe, foi algo absurdo esse investimento de 7 milhões de euros do clube. Assim, o time holandês investiu na época no jovem Mounir El Hamdaoui, que despontava como promessa do Willem II até então. Dessa forma, o jogador fez parte da conquista do Campeonato Holandês da temporada 2008/09.

Graziano Pellè, do Lecce

Na metade do ano de 2007, o AZ resolveu investir em um jovem, onde os rumores apostavam que seria um possível jogador consagrado. Dessa forma, o jogador era Graziano Pellè, que o no auge dos seus 21 anos viu o clube holandês movimentar 6 milhões de euros no mercado de transferências para poder contar com ele no seu plantel. O jogador foi campeão holandês pelo clube e logo depois acertou sua saída para o Ajax.

Ari, do Kalmar

Em meados de 2007, a equipe resolveu investir no então jovem centroavante Ari, que estava no futebol da Suécia. O mercado da bola viu mais uma movimentação de impacto para os padrões do clube o mercado da bola, que investiu 5 milhões de euros pelo atacante, que foi campeão holandês e saiu do clube em 2010 para o Spartak de Moscou.

Moussa Dembélé, do Willem II

Na metade de 2006, a equipe investiu no meia belga Moussa Dembélé, que na época tinha apenas 18 anos de idade. Dessa forma, a equipe movimentou o mercado de transferências em mais um jogador que faria parte do time campeão holandês com o técnico Van Gaal. Assim, após o título, o jogador movimentou o mercado da bola com a sua saída para o Fulham.

Héctor Moreno, do Pumas

No começo de 2008, o AZ resolveu investir no mercado de transferências em mais um jogador que seria campeão holandês sendo comandado por Van Gaal. Dessa forma, os rumores confirmaram o zagueiro Héctor Moreno no clube no auge dos seus 18 anos. Ainda mais, ficou na equipe até 2011. Dessa forma, voltou a movimentar o mercado da bola quando acertou a sua saída para o Espanyol.