Atlético de Madrid x Porto – Melhores momentos e resultado

Foto: Divulgação/Atlético de Madrid

Nesta quarta-feira (15), Atlético de Madrid recebeu o Porto no Wanda Metropolitano pela 1ª rodada do Grupo B da UEFA Champions League. Desse modo, a partida finalizou com um empate por 0 x 0.

Atlético de Madrid x Porto – Melhores momentos

1º tempo: Atlético tenta, mas não consegue levar perigo ao gol rival

A escalação de Simeone deu o que falar desde antes mesmo que o jogo desse início. Trippier, Correa e Griezmann cederam seus lugares a Kondogbia, Lemar e João Félix, e, embora os Rojiblancos marcassem presença no meio de campo, não achavam a forma de criar situações de perigo para os visitantes.

O Porto estava muito bem parado, intenso e agressivo sem deixar espaços ou comodidade para que João Félix e Lemar recebessem a bola. O Atleti teve uma primeira oportunidade um tanto quanto truncada, posto que Luis Suárez viu-se obrigado a chutar desde fora da área já que Pepe chegava velozmente desde atrás. No lance anterior, Taremi tinha errado a finalização após um rebote impreciso de Llorente.

Os lusos ameaçavam e insistiam pela direita, mas a equipe de El Cholo estava conseguindo obter o controle. Sendo assim, a única chance clara por parte do Porto foi interceptada por Kondogbia.

Chegando ao fim da primeira etapa, Lemar saiu lesionado e De Paul entrou no seu lugar enquanto Simeone não se encontrava nada feliz na beira do campo, posto que o plano não estava indo conforme planejado.

O Atleti teve muitas faltas ao seu favor enquanto os visitantes viram três cartões amarelos logo no primeiro tempo, e, ainda assim, o Rojiblanco não conseguiu fazer cócegas no time de Sérgio Conceição.

2º tempo: Porto se mantém firme e Griezmann tem retorno amargo

Enquanto o Porto voltou em campo muito confortável, o Atlético não teve um bom começo. Otavio tentou um cruzamento desde uma distância de 30 metros que chocou na trave, colocando tensão nos colchoneros que se encontravam no Metropolitano e viam como o seu time começava a perder força.

Simeone não aguentou mais a situação que se encontrava frente a ele e aos 11′ fez uma mudança tripla. Lodi, Correa e Griezmann entravam e Koke, Hermoso e João Félix saíam. O francês dividiu sentimentos nas arquibancadas, posto que enquanto era aplaudido por uns, era vaiado por aqueles que não esqueceram sua ida ao Barcelona.

Antoine entrou tenso, errando passes fáceis e cometendo erros bobos. Sérgio Conceição reforçou os seus com Vitinha e Oliveira para se proteger da variação ofensiva de El Cholo. Desse modo, o Atleti tinha mais presença em campo e Correa foi o encarregado de demostrá-lo com um chute cruzado que Diogo Costa rejeitou perfeitamente.

Os Rojiblancos davam mais sensação de perigo, mas quando a bola chegava na área. A dificuldade estava em levá-la, já que havia muitos jogadores esperando por ela e poucos para trasladá-la. Todo equívoco do Atleti era um doce para o Porto, como por exemplo o erro duplo de Felipe.

Kondogbia protagonizou a jogada tola da noite, mas o VAR apareceu para salvá-lo. O francês deixou passar uma bola que chegou até Taremi, Oblak saiu, chocaram e o rebote acabou no gol. No entanto, viram desde a sala de revisões que a bola bateu na mão do jogador do Porto ao cair – lance que ainda trará muitas polêmicas.

Desse modo, embora Suárez tenha tentado nos acréscimos abrir o placar, mais uma vez não deu em nada e o confronto encerrou sem gols.

Atlético de Madrid x Porto – O que acontece agora?

Com o resultado, o Atleti ocupa a segunda colocação do Grupo B com apenas um ponto. Em contrapartida, o Porto está em terceiro – com a mesma pontuação que o Rojiblanco. Sendo assim, o Atlético de Madrid enfrenta no sábado (18) o Athletic Bilbao pela 5ª rodada de La Liga. Enquanto isso, o Porto disputa a 6ª rodada da Primeira Liga no domingo (19) em confronto contra o Moreirense.