Atlético de Madrid: retrospectiva 2021

Atlético de Madrid: retrospectiva 2021
Foto: Divulgação/Atlético de Madrid

De antemão, o Atlético de Madrid viveu momentos distintos ao longo de 2021. Em suma, o Rojiblanco voltou a conquistar a LaLiga após sete anos. Além disso, o retorno de Griezmann ao elenco foi um dos destaques do segundo semestre. Bem como, Diego Simeone completou uma década no comando do time. Desse modo, a PL BRASIL apresenta, de forma resumida, alguns momentos que marcaram o ano do clube. Acompanhe!

Conquista: 11ª LaLiga do Atlético de Madrid

Certamente, a conquista do 11° título do Campeonato Espanhol representou muito para o elenco Colchonero. A saber, Luis Suárez, que foi peça indispensável na campanha, assinou o gol que garantiu o triunfo. Na oportunidade, o uruguaio marcou o segundo tento e virou o jogo diante do Villadolid.

Dessa maneira, os comandados de Simeone terminaram a temporada 2020/21 com 86 pontos em 38 partidas disputadas. Além disso, o goleiro Oblak foi eleito o melhor jogador da competição. Em contraposição, o Real Madrid ocupou a vice-liderança do Espanhol. Finalmente, o Atleti voltou a fazer história com a conquista. Assim sendo, o clube segue sendo o único, desde 2005, a quebrar a hegemonia de Real e Barça.

O retorno de Antonie Griezmann

Depois disso, no início do segundo semestre, o time Colchonero anunciou o retorno de um velho conhecido da torcida. Desse modo, Antonie Griezmann deixou Barcelona para defender as cores do antigo clube. Nesse sentido, o francês volta ao clube por empréstimo até junho de 2022. Além disso, o acordo prevê obrigação de compra por 40 milhões de euros.

Uma década de Diego Simeone

Em dezembro de 2021, Diego Simeone completou uma década no comando do time espanhol. Decerto, o técnico coleciona muitas conquistas no clube. Afinal de contas é o segundo treinador com mais partidas na história do Rojoblanco, sendo 551 jogos. Ao todo, são oito títulos no comando.

Nesse sentido, foram dois títulos do Campeonato Espanhol (2013/14 e 2020/21). Assim como, uma Copa do Rei em 2013. Mais ainda, duas Liga Europa (2012 e 2018), duas Supercopa da Europa (2012 e 2018) e uma Supercopa da Espanha (2014). Bem como, Simeone levou o clube a duas finais de Champions League.

Da conquista ao pior momento

Certamente, o time termina o ano experimentando seu pior momento. Pois, ocupa a 5ª posição na competição, com 29 pontos. Assim sendo, foram quatro derrotas e apenas uma vitória nos últimos cinco jogos disputados. Apesar disso, o clube enxerga com otimismo os novos tempos. Afinal, logo mais tem desafios importantes pela Champions League. A saber, os Colchoneros enfrentam o Manchester United de Cristiano Ronaldo na próxima fase da competição. Os jogos estão previstos para fevereiro.