Atlético de Madrid – História, estatísticas e conquistas

Atlético de Madrid – História, estatísticas e conquistas
Club Atlético de Madrid

Club Atlético de Madrid, ou apenas Atlético de Madrid, é um dos maiores e mais tradicionais clubes da Espanha, que tem 119 anos de história.

A saber, a equipe manda seus jogos no Wanda Metropolitano, que foi inaugurado em 2017 e tem capacidade para 67.829 torcedores.

O clube tem cerca de 2,9 milhões de torcedores, o que significa 6,1% da população da Espanha e por volta de 22% da capital espanhola, principal cidade de torcedores do clube.

Club Atlético de Madrid

Em 26 de abril de 1903, o clube foi fundado com o nome de Athletic Club de Madrid por torcedores do Athletic Bilbao, por isso a semelhança no nome. A saber, o clube era uma filial, em Madri, do time de Bilbao.

Em 1921, a equipe madrilena se desvencilhou do clube Basco. No entanto, a semelhança no escudo, nas cores e no uniforme se mantiveram. Por conta dessa história, existe tanta rivalidade entre os dois clubes.

Trajetória do Atlético de Madrid – fundação, conquistas e ascensão

Atlético de Madrid é uma das potências do futebol espanhol. Nesse sentido, conta com diversos títulos e bons momentos. No entanto, também existem más fases, em que a equipe caiu para a Segunda Divisão, por exemplo.

Porém, a história do clube é grandiosa e conta com diversas taças empilhadas. A saber, são 11 títulos do Campeonato Espanhol (3º time com mais títulos), dez Copa do Rei (4º) e duas Supercopa da Espanha (5º).

Entretanto, o clube também é vitorioso fora de seu país, contando com diversos títulos internacionais. Assim, são três Liga Europa (2º time com mais títulos), uma Recopa Europeia e três Supercopa da Uefa (3º). Por fim, mas não menos importante, venceu um Mundial de Clubes, em 1974, contra o Independiente, da Argentina.

Mercado de transferências do Atlético de Madrid

Por se tratar de um grande e tradicional time, o mercado da bola e os rumores relacionados ao clube da capital espanhola sempre são grandes. Assim, diversas possíveis negociações são veiculadas ao Atlético de Madrid.

Rumores recentes colocaram alguns brasileiros na mira do Atlético de Madrid. Podendo ser ativo no mercado de transferências de meio de ano, o time de Simeone estaria interessado em alguns jogadores brasileiros, de acordo com a imprensa espanhola.

Entre os atletas do país pentacampeão, Danilo, do Palmeiras, e João Victor, do Corinthians, aparecem como alternativas. Além disso, o centroavante Gabriel Jesus, frequentemente convocado por Tite e que defende o Manchester City, teria sido oferecido ao Atleti.

Entretanto, além dos rumores, o Atlético de Madrid já fez grandes contratações no mercado da bola. Dessa forma, separamos as cinco maiores contratações da história do clube. Confira.

João Félix por €127,20 milhões vindo do Benfica

Além de ser a contratação mais cara da história do clube, é a 3ª maior transação da história do futebol. Sendo assim, o time da capital espanhola desembolsou incríveis 127,20 milhões de euros para adquirir a jovem promessa João Félix. O acordo aconteceu na temporada 2019/20.

Nas três primeiras temporadas na Espanha, o português entrou em campo 111 vezes. Nesse sentido, contribuiu com o Atlético de Madrid com 29 gols e 13 assistências. A saber, a joia defende a Seleção de Portugal na Nations League.

Thomas Lemar por €72 milhões vindo do Mônaco

Outra contratação bombástica do Atlético foi a do meia Lemar, que chegou do Mônaco, por 72 milhões de euros. A saber, o negócio aconteceu no mercado da bola de início de temporada em 2018.

Em suas quatro temporadas pelo AtletiLemar chegou a 143 jogos, com nove gols e 16 assistências.

Diego Costa por €60 milhões vindo do Chelsea

No mercado de transferências da temporada 2017/18, a principal contratação foi Diego Costa, que chegou do Chelsea por 60 milhões de euros. Deixou o Atlético de Madrid em 2020/21, quando seu vínculo acabou.

Nessas temporadas, o atacante brasileiro disputou 81 partidas e balançou as redes apenas 19 vezes, além de 14 assistências. No entanto, antes de ser contratado junto ao time londrino, Diego Costa já havia defendido o Atlético de Madrid.

Assim, na 1ª passagem pelo clube da capital espanhola, foram 134 jogos, com 64 gols marcados e 13 passes para seus companheiros.

Antoine Griezmann por €54 milhões vindo da Real Sociedad

Mais uma aquisição com altos valores foi a de Antoine Griezmann, do mercado da bola de 2014/15. O Atlético de Madrid desembolsou 54 milhões de euros para contratar o francês de apenas 23 anos.

Griezmann se manteve em Madri até 2019, quando rumou ao Barcelona. No entanto, enquanto defendeu a equipe da capital, o atacante francês marcou 133 gols e deu 45 assistências em 257 partidas.

O francês defendeu o Barça durante duas temporadas e retornou ao Atlético de Madrid por empréstimo. Nesse sentido, nesta época jogou 36 confrontos, marcou oito gols e deu seis assistências.

Radamel Falcao por €40 milhões vindo do Porto

A contratação mais antiga da lista aconteceu no mercado da bola de 2011/12. Assim, Radamel Falcao foi contratado pelo Atlético de Madrid por 40 milhões de euros quando defendia o Porto. No entanto, o centroavante ficou em Madri por apenas duas temporadas.

Apesar do pouco tempo, deixou ótima impressão com números altos. Nesse sentido, entrou em campo em 91 confrontos e marcou 70 gols, uma incrível média de 0,76 tento por jogo. Além das redes balançadas, coroou seus companheiros com cinco assistências.

Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.
Artigo anteriorTroyes – História, estatísticas e conquistas
Próximo artigoCádiz – História, estatísticas e conquistas