Com gol e assistência, brasileiros brilham e garantem virada do Aston Villa na Conference League

4 minutos de leitura

O Aston Villa venceu o Alkmaar Zaantreek por 2 a 1, de virada, nesta quinta-feira (9), pela quarta rodada da fase de grupos Conference League. Jogando no Villa Park, Vangelis Pavlidis, para o AZ, e Diego Carlos e Ollie Watkins, para os Villans, marcaram os gols na partida.

Aston Villa domina jogo, mas para na defesa do AZ

Ao contrário do jogo de ida entre as duas equipes, na terceira rodada da competição, o Aston Villa foi superior na maior parte da etapa inicial, tanto em posse de bola como em finalizações. Com Douglas Luiz no banco, os ingleses já começaram o jogo abrindo o placar, quando Lenglet cabeceou para o gol aos três minutos depois de uma cobrança de escanteio. Porém, após análise do VAR, o gol foi anulado.

O Villa seguiu tentando buscar o caminho para o gol, passando a maior parte da etapa inicial no campo de ataque, finalizando cinco vezes no total. Os holandeses tentaram levar perigo apenas nos minutos finais, chegando a fazer um gol aos 42 minutos, que também foi anulado por impedimento.

Três minutos depois, Vangelis Pavlidis mandou uma bola nas redes que obrigou Emiliano Martínez a fazer uma grande defesa.

AZ abre o placar e brasileiro reage

O AZ voltou do intervalo disposto a intensificar o ritmo imposto no fim do primeiro tempo. Aos sete minutos, a equipe holandesa conseguiu vencer a marcação alta do Villa e abrir o placar. Pavlidis, mais uma vez, recebeu a bola próximo ao meio do campo e disparou em direção ao gol, chutando cruzado sem chances para Martinez defender.

O gol deixou o jogo mais equilibrado, com as duas equipes tentando chegar nas áreas adversárias. Depois de boas chegadas do AZ, a sorte sorriu para o Aston Villa. Leon Bailey cobrou escanteio aos 16 minutos e o brasileiro Diego Carlos cabeceou para o fundo das redes.

Douglas Luiz entra e muda partida

O craque do Aston Villa saiu do banco aos 29 minutos e precisou de pouco menos de cinco toques na bola para mudar a história do jogo. Aos 36 minutos, Douglas Luiz deu um passe “açucarado” para Ollie Watkins cabecear de frente para o gol e colocar os Villans na frente.

Como foram os brasileiros em Aston Villa x AZ

Diego Carlos – 7,0

Na ausência de Douglas Luiz até a segunda metade do segundo tempo, Diego Carlos contribuiu muito com o meio do campo. Atuando em marcação alta com o restante da defesa, ele acertou 98% dos passes, lançou três bolas longas e venceu quatro de seis duelos, segundo o “Sofascore”. Além disso, fez o gol em um momento importante para o Aston Villa não perder o controle do jogo.

Douglas Luiz – 7,0

Não há o que falar da estrela de Douglas Luiz. Vindo do banco, o craque do time não precisou de muito para encontrar Watkins na área e garantir a virada que mantém o Aston Villa na cola do Légia Varsóvia pela liderança do grupo E.

Maria Tereza Santos
Maria Tereza Santos

Jornalista pela PUC-SP. Na PL Brasil, escrevo sobre futebol inglês masculino E feminino, filmes, saúde e outras aleatoriedades. Também gravo vídeos pras redes e escolhi o lado azul de Merseyside. Antes, fui editora na ESPN e repórter na Veja Saúde, Folha de S.Paulo e Superesportes.