As melhores contratações do Tottenham no século XXI

Faltou algum nome na lista?

0
853
Imago Images

Desde 2001, primeiro ano do século XXI, o Tottenham é comandado por Daniel Levy. O empresário britânico é o presidente mais antigo de um clube da Premier League. Nessas duas décadas do atual século, os Spurs fizeram importantes aquisições de jogadores. Hoje, a PL Brasil lista as principais contratações do Tottenham no século XXI.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube!

  • MONTAMOS A SELEÇÃO DO TOTTENHAM NO SÉC XXI

As melhores contratações do Tottenham no século XXI

Hugo Lloris

O goleiro francês foi contratado pelo Tottenham na temporada 2012/2013 junto ao Lyon, por 12,5 milhões de euros. E na Premier League, Lloris se tornou um dos principais goleiros da principal liga do mundo. Uma das principais contratações do Tottenham no século XXI ainda não conquistou título pela equipe londrina, mas já acumula mais de 300 jogos pelos Spurs e mais de 120 clean sheets.

Pelo razoável número de jogos do arqueiro pelos Spurs, Lloris está na lista entre os 15 franceses que mais atuaram na Premier League.

Luka Modric

O meio-campista croata alcançou o patamar de um dos melhores jogadores do mundo no Real Madrid, mas fez muito também pelo Tottenham nos gramados da terra da Rainha. Luka Modric chegou aos Spurs do Dinamo Zagreb em 2008, para a temporada 2008/2009, por 21 milhões de euros.

Foram quatro temporadas de Modric na Premier League. O ex-camisa 14 dos Spurs fez 160 jogos pelo Tottenham, com 160 jogos, 17 gols marcados e 27 assistências concedidas. Em 2012, ele foi vendido ao Real Madrid por 35 milhões de euros.

Leia mais: Luka Modric no Tottenham: os anos do melhor do croata na Premier League

Gareth Bale

Bale chegou ao Tottenham na temporada 2007/2008 e como lateral. Durante sua primeira passagem do galês pelos Spurs, ele se tornou um ponta/atacante. E se tornou um dos principais jogadores da Premier League.

O galês foi contratado por 14,7 milhões de euros e seis temporadas depois foi vendido por 100 milhões de euros. Uma diferença gritante para um atleta que se desenvolveu muito bem no Tottenham.

Juntando as suas duas passagens pelo time londrino, Gareth Bale soma mais de 200 jogos pelos Spurs, tendo marcado mais de 60 gols e distribuído mais de 60 assistências. Sem dúvidas, o galês é uma das principais contratações do Tottenham não só do século XXI, mas como de toda sua história.

Leia mais: Os melhores jogos de Gareth Bale pelo Tottenham

Heung-Min Son

Para alguns, o melhor asiático da história da Premier League. Em 2015, Heung-Min Son desembarcava em Londres e se tornava jogador do Tottenham, advindo do Bayer Leverkusen por 30 milhões de euros. Muito bem pagos.

O sul-coreano parece melhorar temporada a temporada, e é um dos símbolos atuais dos Spurs, sendo o grande parceiro para Harry Kane. Son se aproxima dos 300 jogos pelo time londrino, com mais de 100 gols marcados e 60 assistências dadas.

Leia mais: Montamos a seleção do Tottenham no século XXI; confira

Jermain Defoe

Defoe marcou seu nome na história da Premier League. Passou por Tottenham, Sunderland, Bournemouth, West Ham, Portsmouth e Charlton. Chegou aos Spurs, saiu e voltou na temporada seguinte. Marcou 162 gols na Liga, dos quais 100 foram vestindo a camisa do Tottenham.

O atacante chegou ao time londrino em 2003, do West Ham, por 10,5 milhões de euros. Ficou no White Hart Lane até 2007, quando foi vendido ao Portsmouth por 9,3 milhões de euros. Mas curiosamente, voltou um ano depois, por quase o dobro do valor: 16,3 milhões de euros.

Entre indas e vindas, Jermain Defoe teve sua importância no Tottenham, sendo o sexto maior artilheiro da história do clube, com 143 gols marcados em 363 jogos disputados.

Robbie Keane

Keane é outro jogador que teve idas e vindas com os Spurs. E também um dos principais atletas e contratações do Tottenham do século XXI. Sua primeira chegada do irlandês ocorreu em 2002, quando o time londrino pagou 10 milhões de euros para o Leeds por sua aquisição.

Foram seis temporadas até 2008, quando foi para o Liverpool, por onde ficou durante um ano. Retornou dos Spurs em 2009, com saídas por empréstimo e a saída definitiva para o Los Angelas Galaxy em 2011.

A carreira do irlandês no Tottenham é imponente: 305 jogos, 122 gols e 25 assistências. Além disso, Robbie Keane é o 15º maior artilheiro da história da Premier League.

Leia mais: Os 6 maiores artilheiros não britânicos da história da Premier League

Dimitar Berbatov

Foram somente duas temporadas do atacante búlgaro vestindo a camisa 9 do Tottenham, mas suficientes para colocá-lo nesta lista. Assim como Son, Dimitar Berbatov chegou aos Spurs do Bayer Leverkusen, só que na temporada 2006/2007, e por 15,7 milhões de euros.

Nesses dois anos, Berbatov fez 102 jogos, marcou 42 gols, deu 24 assistências e conquistou a Copa da Liga Inglesa, o última troféu conquistado pelo Tottenham. Em 2008, o búlgaro foi negociado com o Manchester United por 38 milhões de euros.

Leia mais: A Copa da Liga 2008: o último título conquistado pelo Tottenham

Jan Vertonghen

O defensor belga chegou ao Tottenham em 2012, advindo do Ajax, por 12,5 milhões de euros. Foram oito temporadas pelos Spurs, 315 jogos realizados, 14 gols e sete assistências. Jan Vertonghen foi um dos principais atletas do clube no século XXI, estando presente nas campanhas de vice-campeonato da Premier League, na temporada 2015/2016, e da Uefa Champions League, na temporada 2018/2019.

Podendo atuar tanto como zagueiro como lateral-esquerdo, o ex-camisa 5 se colocou na principal liga do mundo como um dos seus principais defensores. Hoje, Vertonghen é atleta do Benfica.

Leia mais: Os 10 maiores jogadores belgas da história da Premier League

Christian Eriksen

Também chegado do Ajax, mas uma temporada depois, Christian Eriksen viveu seu auge no Tottenham. O dinamarquês ficou de 2013/2014 até metade de 2019/2020 nos Spurs, saindo já em baixa para a Internazionale. Porém, no seu grande momento como atleta, foi muito importante e um dos melhores meio-campistas da Premier League.

Eriksen alcançou a relevante marca de quatro temporadas seguidas de PL distribuindo mais de dez assistências. O ex-camisa 23 fez 305 jogos, marcou 69 gols, uma marca expressiva para um meia, e deu 90 assistências. O dinamarquês teve uma relevante média de participação em gols por jogo de 0,53.

Leia mais: “All or nothing” Tottenham Hotspur: vale a pena assistir à série?

Não há posts para exibir