As ideias de Ralf Rangnick para o United

As ideias de Ralf Rangnick para o United
Divulgação: Manchester United/Twitter

Na segunda-feira (29), o Manchester United anunciou a contratação de Ralf Rangnick como seu novo treinador. O alemão terá cargo interino no clube até o final da temporada. Após isso, Rangnick terá uma nova função no clube, dessa vez, de consultor, por dois anos.

O treinador de 63 anos tem muita experiência no futebol mundial. Visto que teve boas passagens em clubes como Hoffenheim, no qal levou esse modesto clube da terceira divisão alemã para a Bundesliga. Além disso, Ralf Rangnick teve grande passagem pelo Schalke 04. Na oportunidade, levou o clube até às semifinais da UEFA Champions League 2010/2011. A eliminação veio justamente diante do Manchester United.

Em outros trabalhos, Rangnick comandou o RB Leipzig. Por seguinte, assumiu função de diretor técnico da equipe e de outros projetos de clubes do grupo Red Bull. Um deles, inclusive, o RB Bragantino, aqui do Brasil.

IDEIAS DE JOGO

O sistema de jogo pelo qual pensa Ralf Rangnick se baseia em colocar a equipe adversária sobre pressão. E de que maneira exercer essa pressão? Muito simples, fazendo uma marcação muito próxima na saída de bola adversária, com que o time rival não consiga sair de seu campo de defesa e perca a bola. Esse modelo de jogo é também chamado de “gegenpressing”.

O Liverpool de Jurgen Klopp bebe da fonte das ideias de Rangnick. Inclusive, o próprio técnico dos Reds reconhece a influência de seu compatriota em sua formação como treinador de futebol. Em 2008, os dois treinadores estiverem frente a frente. A princípio, Rangnick treinava o Hoffenheim enquanto que Klopp treinava o Borussia Dortmund. O placar terminou 4 x 1 para o time de Ralf.

Após a partida em que o Dortmund foi goleado, o atual treinador do Liverpool disse:

“O jeito que o Hoffenheim nos massacrou no último sábado, deveria ser uma referência para o nosso time. Nós temos que desenvolver o Dortmund para que possamos pressionar igual o Hoffenheim”.

NOVO DESAFIO 

Em síntese, características como essa, de pressão na saída de bola adversária e muita velocidade, devem estar presentes nesse novo Manchester United. Contudo, será que o novo técnico terá as peças certas para fazer com que esse sistema dê certo?

O próprio técnico se mostra bastante otimista. Em entrevista para o Coachvoices, o alemão afirmou que treino é essencial para desenvolver esse estilo de jogo. Inclusive, até citou o exemplo de jogadores como Salah, Mané e Firmino, que eram jogadores não tão costumados e exercer esse tipo de marcação alta e que, com o treinamento de Klopp, passaram a dominar a função com maestria.

Enquanto que treinadores como Pep Guardiola pensam no controle do jogo pela posse da bola, Rangnick pensa em controlar a partida a partir da recuperação dela. Dessa forma, o que se espera desse novo Manchester United é, sem dúvida, um jogo de bastante intensidade e muita marcação. Diferente do time passivo do norueguês Ole Solskjaer.

Jogadores da linha de frente como Jadon Sancho e Marcus Rashford poderão exercer muito bem esse novo papel. Já que são jogadores extremamente rápidos e podem incomodar os zagueiros. Além disso, Fred e Van De Beek já são acostumados a fazer esse tipo de pressão.

ALGUNS PROBLEMAS

Por outro lado, a grande dúvida poderá ser com jogadores como Cristiano Ronaldo. O português mudou bastante sua forma de jogar e já não é mais o jogador da primeira passagem na Inglaterra. Cristiano passou a ser um jogador que se poupa e se destaca por seu grande poderio ofensivo e não por fazer esse tipo de trabalho de pressão.

Sem dúvida, será uma das coisas que o novo técnico irá pensar. Porém, de uma coisa é certa, é inviável pensar no time sem a presença do português.

Além de Cristiano, Wan-Bissaka pode ser um grande problema, pois é um jogador que apresenta muitas limitações ao atacar. Os laterais são de fundamental importância nesse sistema tático do alemão. Já que eles são os responsáveis por empurrar a linha de fundo para o ataque. Tal qual fazem Alexander-Arnold e Robertson com bastante aptidão no Liverpool.

Energia e disciplina são requisitos fundamentais para jogar nesse novo Manchester United e, ao que parece, jogadores como Paul Pogba não se enquadram muito bem e não é esperado que o francês mude sua maneira de jogar, ainda mais com seu contrato acabando no verão.

A contratação de Ralf Rangnick é muito mais que a contratação de um técnico, é a contratação de uma filosofia e de um estilo de jogo. Se vai dar certo ou não, não sabemos. Mas para adaptar essas novas ideias no clube será necessário tempo e o tempo será limitado, já que o técnico deixará o cargo ao final da temporada.