As camisas mais bonitas dos times fora do Big Six neste século

Qual a sua camisa favorita da nossa lista? Mande sua resposta nos comentários

0
835
camisas mais bonitas
Chris Brunskill/Getty Images

É dada a sequência na série sobre as camisas mais bonitas do século. Nela, listamos os cinco camisas mais bonitas dos times do Big Six no século 21. Assim sendo, serão válidas apenas as vestimentas a partir da temporada 2000/2001. Além dos melhores uniformes dos seis principais times, teremos um texto à parte com a camisa mais bonita de cada um dos outros 14.

Apesar da menor visibilidade quando comparada aos grandes times, o restante da Premier League como um todo é um entretenimento completo. Com o desenvolvimento da liga, os times fora do Big Six voltaram a receber atenção de fornecedores de material esportivo para ter camisas dignas de suas bonitas histórias.

Como era comumente visto nas décadas de 1980 e 1990, os times menores da Inglaterra voltaram a ter bonitos uniformes, fato que serve de motivação para o restante dele, visto que estamos longe do seu fim. Assim sendo, listamos as camisas mais bonitas dos times fora do Big Six.

As camisas mais bonitas dos times fora do Big Six neste século

Aston Villa: 2019/2020 (Visitante)

camisas mais bonitas
Catherine Ivill/Getty Images

Em seu primeiro ano com a Kappa, o Aston Villa visitou o passado com um dos uniformes mais bonitos da história da liga. Pela primeira vez desde a década de 1980, os Villans tiveram um uniforme na cor azul claro. Com detalhes em vinho, o modelo caiu rápido nas graças dos torcedores, o suficiente para a Kappa começar sua trajetória com o pé direito.

Brighton: 2020/2021 (Mandante)

GLYN KIRK/POOL/AFP via Getty Images

A exemplo do Aston Villa, a Nike levou o Brighton aos seus primórdios. Também pela primeira vez desde a década de 1980, os Seagulls possuem seu uniforme de mandante com a coloração toda em azul. O branco ficou apenas em detalhes pontuais da camisa.

Burnley: 2019/2020 (Visitante)

Dan Mullan/Getty Images

Depois de parcerias sem muitas inovações, o Burnley parece ter encontrado na Umbro o caminho para ter camisas bonitas. Em seu primeiro ano com o time, a marca inglesa inovou no uniforme de visitante com diferentes tons do azul claro, cor tradicional na história dos Clarets. Ademais, também aproveitaram a cor primária ao incluírem detalhes no peitoral.

Crystal Palace: 2019/2020 (Visitante)

Naomi Baker/Getty Images

Depois de se aventurar no amarelo e branco, o primeiro modelo preto da Puma no Crystal Palace foi um acerto bem calculado. Os detalhes ao redor de toda a camisa fizeram a diferença em um modelo que foi pouco aproveitado ao longo da história do clube, visto que era feito mais do mesmo.

Everton: 2014/2015 (Mandante)

Matthew Lewis/Getty Images

Difícil acreditar que a Nike é capaz de fazer trabalhos abaixo da média. No entanto, foi isso que aconteceu em sua parceria com o Everton entre 2012 e 2014. Coube a Umbro retornar ao time para que os modelos voltassem a ter o brilho de sempre.

Depois de duas passagens, a Umbro voltou ao Everton em 2014 para colocar o time de volta aos trilhos dos belos uniformes. O primeiro do retorno, na temporada 2014/2015, fugiu do padrão azul com branco e optou por uma junção entre azul e preto, combinação igualmente vista na parceria entre Everton e Umbro na década de 1990.

Leia mais: O último título do Everton: a Copa da Inglaterra 1994/1995

Fulham: 2001/2002 (Mandante)

Shaun Botterill /Allsport

Dando continuidade em sua segunda passagem pelo Fulham, a Adidas fez duas bruscas mudanças no modelo da temporada 2001/2002. O primeiro, assim como outras grandes marcas, tem a ver com a virada do século, visto que os modelos passaram a ser mais objetivos. Assim sendo, quando comparado ao uniforme anterior, é visto um modelo com poucos detalhes.

As listras pretas da camisa sumiram do peitoral e foram para a lateral. Além disso, o Fulham mudou de escudo. Soma-se o tradicional patrocínio da Pizza Hut, fato que valorizou ainda mais o modelo em questão.

Leeds: 2020/2021 (Visitante)

NICK POTTS/POOL/AFP via Getty Images

De volta à Premier League pela primeira vez desde a temporada 2003/2004, o Leeds passou a ser patrocinado pela Adidas e a empresa alemã fez jus à confiança depositada nela para um momento tão importante na história do clube. A fornecedora reviveu uma das camisas mais bonitas da competição, que foi utilizada na temporada 1993/1994, quando a Asics ainda era a fornecedora do Leeds.

A camisa em listras, alusão ao escudo do time, conta com as cores azul e verde em uma tonalidade mais escura. Os detalhes em dourado agregam ainda mais na qualidade do produto.

Leicester: 2015/2016 (Visitante)

Chris Brunskill/Getty Images

Não há como falar do século no futebol inglês sem citar o Leicester. O conto de fadas vivido na temporada 2015/2016, onde conquistou a Premier League de forma inédita, passou a ser um dos anos mais emblemáticos do futebol. Patrocinado pela Puma, a camisa de visitante dos Foxes, com detalhes em preto, branco e dourado, não só combinaram, como também marcaram a história do clube.

Leia mais: 6 jogadores que vêm surpreendendo nessa Premier League

Newcastle: 2018/2019 (Visitante)

Jan Kruger/Getty Images

Assim como o Leeds, o Newcastle viu a Puma trazer de volta um dos modelos mais marcantes do futebol inglês. Com as listras em horizontal e as cores vinho e roxo, os Magpies tiveram o prazer de usar mais uma vez o vitorioso uniforme dos tempos áureos da equipe na década de 1990.

Sheffield United: 2010/2011 (Visitante)

Tom Dulat/Getty Images

Fugindo das cores extravagantes, como o verde claro, laranja, entre outros, a Macron soube aproveitar o que de fato é o Sheffield United para fazer um bonito uniforme. Por isso, com a cor prevalecente sendo o preto, os pequenos detalhes em vermelho trouxeram um bom contraste. Foi apenas a segunda vez que o time teve um uniforme preto.

Southampton: 2010/2011 (Mandante)

ADRIAN DENNIS/AFP via Getty Images

Acostumados com as listras, os Saints viram a Umbro lançar, pela primeira vez, um uniforme com apenas uma listra que, inclusive, era cruzada. Conforme o sucesso, camisas recentes do Southampton também optaram pelo modelo em questão.

West Bromwich: 2008/2009 (Mandante)

ANDREW YATES/AFP via Getty Images

O West Brom, patrocinado pela Umbro, voltou ao tradicional na temporada 2008/2009. Assim sendo, a marca inglesa trouxe de volta o básico, visto que nos anos anteriores haviam detalhes em rosa no modelo principal do time.

West Ham: 2019/2020 (Visitante)

Jordan Mansfield/Getty Images

Se há um time que vem se destacando em uniformes no século, esse time é o West Ham. A Umbro não só ajudou o time a mudar seu escudo na temporada 2016/2017, como inovou em diversos uniformes do time ao longo dos anos. O amplo leque trouxe diversas possibilidades aos torcedores.

De maneira bem limpa, o modelo da temporada 2019/2020 contou com detalhes pontuais nas extremidades da camisa. Enquanto o branco prevalece, o roxo e azul claro do escudo apareciam em volta da manga, gola e até mesmo do escudo, colocado em uma cor alternativa.

Wolverhampton: 2002/2004 (Mandante)

David Rogers/Getty Images

Quando o assunto é uniforme, o Wolverhampton se destaca pelo fato de ser um time com coloração única no futebol inglês. Isso porque, com seu laranja, perto do amarelo, os Wolves, patrocinados pela Admiral, encontraram a combinação perfeita para seu uniforme: o patrocínio do biscoito Doritos, na temporada 2002/2004.