Arteta comenta falha bizarra de Ramsdale: ‘Não estou surpreso’

4 minutos de leitura

Aaron Ramsdale ganhou uma oportunidade na tarde deste sábado (9), depois de passar oito jogos no banco, porque o goleiro titular, David Raya, não pôde enfrentar o Brentford por questão contratual. O goleiro espanhol pertence aos Bees e está emprestado ao Arsenal. O arqueiro inglês, no entanto, cometeu erros que quase comprometeram a vitória dos Gunners que os levaram à liderança provisória da Premier League.

Nos acréscimos do primeiro tempo, Ramsdale recebeu uma bola tranquila de Gabriel Magalhães e, depois de uma certa demora, chutou no carrinho de Yoane Wissa e ela morreu na rede do Arsenal, empatando a partida em 1 a 1.

Antes do gol da vitória, marcado por Kai Havertz, Ramsdale quase levou um gol de cobertura do meio de campo de Ivan Toney, mas também operou um milagre numa cabeçada de Nathan Michael Collins.

Arteta comenta atuação de Ramsdale

Na entrevista coletiva após o jogo, o técnico Mikel Arteta comentou sobre a atuação do goleiro que foi titular na temporada passada e que perdeu a vaga para Raya.

Ele foi exatamente o que se espera dele: uma pessoa com enorme personalidade e coragem. Erros fazem parte do futebol. É como você reage a isso e ele fez isso de uma maneira incrível. Não estou surpreso. Queríamos muito vencer para ele.

Autor do gol da vitória, Havertz também falou sobre as falhas de Ramsdale contra o Brentford neste sábado.

— Todos nós conversamos muito [no intervalo] e queríamos mudar isso. Acho que não merecíamos sofrer o gol, mas às vezes os erros fazem parte do jogo. Cometi erros antes que às vezes levavam a gols. Mostramos uma boa mentalidade para reverter a situação.

Arteta muda posicionamento de Havertz

Arteta Havertz Arsenal
Arteta conversando com Havertz em jogo do Arsenal (Foto: Icon Sport)

Diferente do que foi na maior parte da temporada, Havertz foi escalado como falso nove, ao lado de Leandro Trossard e Bukayo Saka no ataque. O gol acendeu a dúvida se seu rendimento não é melhor jogando no último terço do que no meio de campo.

— Não sei quantas vezes já respondi isso – acho que é a mesma resposta de sempre. Estou feliz por estar em campo. Acho que não sou um jogador que só consegue jogar em uma posição, gosto de estar em qualquer lugar do campo. Nas últimas partidas joguei como falso nove – adoro isso neste time. Adoro jogar como 8, como 10, o que você quiser que eu faça. Pela Alemanha, também joguei como lateral-esquerdo — disse Havertz para a “Sky Sports”.

Arteta também comentou sobre a atuação salvadora de Havertz na coletiva após a partida.

— Se alguém me dissesse, depois dos primeiros dois ou três meses, que todo o estádio cantaria sua música com aquela paixão, eu teria dificuldade em acreditar. Isso é o que acontece com pessoas boas.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.