Entrevistamos torcedores do Arsenal em Londres e esse é o favorito para ser o novo camisa 9

7 minutos de leitura

Gabriel Jesus e Eddie Nketiah no banco de reservas e o meia Kai Havertz improvisado mais uma vez na função de camisa 9. Foi assim que Mikel Arteta escalou o ataque do Arsenal na reta final da Premier League

E já não é de hoje que a posição de “matador” dos Gunners não tem um titular incontestável. Nesta temporada, Gabriel Jesus enfrentou problemas com lesões e, quando esteve em campo, anotou apenas quatro gols em 27 jogos na Premier League (17 como titular). Números abaixo até mesmo de Nketiah, reserva que nunca convenceu, mas que acabou marcando cinco gols nas 27 oportunidades em que jogou (10 como titular).

Em 23/24 o artilheiro do Arsenal na Premier League acabou sendo Bukayo Saka, com 16 gols, cuja função principal não é ser o homem-gol. O mesmo aconteceu na temporada passada com o maestro Martin Odegaard e o ponta Gabriel Martinelli dividindo a artilharia da equipe na Premier League com 15 gols cada.

Diante dessa falta de um “fazedor de gols” dentro da área, o Arsenal começa a se movimentar atrás de um centroavante para resolver essa carência na equipe e a torcida parece já ter escolhido um favorito: Alexander Isak.

Presente no Emirates Stadium na última rodada de Premier League, a PL Brasil conversou com torcedores dos Gunners e o nome do atacante do Newcastle chega a ser praticamente uma unanimidade.

— Nossa temporada foi brilhante e estou muito orgulhoso da nossa defesa. Mas um centroavante é a peça que nos falta.

— Ele marcou muitos gols nesta temporada e é o tipo de jogador que nossa equipe não tem. É cirúrgico na frente do gol.

— Nosso time tem muitos jogadores que marcam gols, mas nenhum centroavante que entregue mais de 20 gols por temporada. Precisamos de Isak, gosto muito dele.

Relatos de torcedores do Arsenal presentes no Emirates na última rodada da Premier League

Alexander Isak em campo pelo Newcastle
Alexander Isak em campo pelo Newcastle. Foto: Icon Sport

Dos 15 com quem falamos antes e depois do jogo contra o Everton, 12 apontaram o sueco como a peça que falta na engrenagem desse Arsenal para tentar vencer a Premier League e acabar com a sequência de títulos do Manchester City.

O camisa 14 é peça fundamental no time de Eddie Howe, tendo anotado 21 gols na última edição do campeonato. O clube não quer se desfazer do sueco e pretende renovar com ele, oferecendo um salário no patamar de Bruno Guimarães e Kieran Trippier, os mais bem pagos do elenco.

No entanto, a preocupação com o Fair Play Financeiro pode fazer com que o Newcastle se veja obrigado a vender alguns de seus principais jogadores para fazer caixa.

Desde a última janela de transferências em janeiro, nomes como Viktor Gyokeres (Sporting), Benjamin Sesko (RB Leipzig) e Evan Ferguson (Brighton) também foram ventilados como possíveis contratações dos Gunners. Em janeiro, o Arsenal considerou fazer uma proposta por Ivan Toney, do Brentford, mas acabou desistindo depois da pedida de mais de 100 milhões de libras (R$ 647 milhões).

Com Isak, caso o Newscastle aceite negociar, o valor deverá ser daí para mais. Também se especula que, caso Isak não chegue, o holandês Brian Bobbey do Ajax seria a segundo nome na lista de contratações de Edu Gaspar e Mikel Arteta.

Gyokeres premier league encaixe
Viktor Gyokeres pelo Sporting (Foto: Icon Sport)
Rodolfo Morsoletto
Rodolfo Morsoletto

Jornalista nascido e formado no interior de São Paulo, com passagens por Terra e OneFootball. Foi repórter de rádio, setorista do XV de Piracicaba e cobria jogos do Campeonato Paulista da Série A3. Morou por um tempo na Itália antes de desembarcar em Londres, onde está desde 2018. Atualmente é correspondente da PL Brasil em território inglês e já esbarrou com José Mourinho andando sozinho pelas ruas da capital britânica.

Instagram: @morsoletto
X: @r_morsoletto