Arsenal no Football Manager 2020: algumas dicas para vencer com os Gunners

Com bons jovens no elenco, equipe londrina pode surpreender positivamente

Arsenal no Football Manager 2020: algumas dicas para vencer com os Gunners

Ao iniciar um jogo com o Arsenal no Football Manager 2020, a diretoria do clube londrino apresenta um orçamento de transferência de aproximadamente 11 milhões de euros.

  • Siga a PL Brasil no Youtube

Dinastia do Liverpool? A PL Brasil responde essa e outras perguntas

Arsenal no Football Manager 2020: algumas dicas para vencer com os Gunners 

As expectativas iniciais definidas pela direção são: classificar para a Europa League através da Premier League, alcançar no mínimo a semifinal da Europa League e da Copa da Liga.

Os Gunners possuem uma boa base jovem em seu elenco, e a diretoria espera que o time continue investindo em novos jogadores. O valor disponibilizado para transferências não é nada animador e praticamente impossível trazer algum jogador de peso em definitivo.

Dessa forma, há a necessidade de ficar atento no mercado aos jogadores que estão disponíveis para empréstimo ou aproveitar alguma “oportunidade de mercado”. Investir em observadores (scouts) é importante, pois precisa ser criativo na hora de buscar jogadores. A verba para transferência pode aumentar caso consiga realizar alguma venda.

Contratações e empréstimos

A primeira contratação realizada foi a do experiente Zlatan Ibrahimovic, por apenas 650 mil euros. A opção era ter mais um atacante experiente, pois contava apenas com Alexandre Lacazette e Pierre-Emerick Aubameyang.

A segunda contratação foi o empréstimo de James Rodriguez, do Real Madrid. O colombiano pode jogar de meia tanto centralizado como aberto pela esquerda. É um estilo diferente de Mesut Ozil, com melhor finalização.

A terceira e última contratação para a primeira temporada foi um jovem atacante promissor Mohamed Daramy, 18 anos, que atuava no Copenhague, da Dinamarca. O valor foi de 1,8 milhões de euros. Essa contratação foi analisada como investimento para o futuro do clube.

O elenco atual já conta com as transações realizadas na última janela, como Nicolas Pépé, David Luiz, Kieran Tierney, Dani Ceballos e Gabriel Martinelli. Alguns jogadores foram emprestados para terem mais tempo de jogo, como Gabriel Martinelli, que foi para o Schalke 04, Joe Willock para o Norwich, Bukayo Saka para o Getafe e Konstantino Mavropanos que foi para o Everton.

Leia mais: 6 talentos ingleses “desconhecidos” do Football Manager 2020

As tentativas de reforçar a defesa não foram bem sucedidas. A diferença de valores pesou. E é justamente a defesa o ponto fraco da equipe. O goleiro alemão Bernd Leno é seguro e salva o time diversas vezes.

A temporada começa…

A primeira temporada com a equipe foi muito boa. As eliminações precoces nas copas permitiram ao time focar na Premier League e na Europa League, jogando no esquema 4-2-3-1, com a tática “tiki-taka em profundidade”.

O time base era formado por: Leno; Bellerin, Mustafi, David Luiz, Tierney; Torreira, Xhaka; Pépé, Özil e Aubameyang; Lacazette. O trio Pépé-Aubameyang-Lacazette contribuiu com 18, 18 e 14 gols respectivamente.

O time londrino foi novamente finalista da Europa League contra um time inglês. Os Gunners venceram o rival Manchester United, com gol nos acréscimos de Ibrahimovic.

Na Premier League, a equipe londrina passou longe de disputar o título. O Manchester City dominou do início ao fim. A terceira colocação acabou sendo muito comemorada pela diretoria. O fato de estar disputando apenas duas competições ajudou, pois o elenco é curto.

Nova temporada, aumento de verba para reforços

Após uma temporada bem sucedida, com um resultado acima do esperado, a direção aumentou consideravelmente o valor em contratações para aproximadamente 140 milhões de euros. Já no final da temporada, foram fechadas as contratações de David Neres e Ivan Rakitic.

Essa é uma dica para quem busca um desafio com um time que está em baixa, sem grandes perspectivas (a direção pretendia se classificar para a Europa League apenas). Definir uma tática e fazer com que o time seja familiarizado com ela é importante. Definir jogadas de bola parada (faltas e escanteios) é outro ponto que ajuda, da para fazer alguns gols assim.

Para quem gosta de jogar com jogadores jovens, o Arsenal é um time interessante para iniciar o jogo, pois, há bons atletas no elenco principal e nos times sub-23 e sub-18, além de ser um ponto que a diretoria aprecia. Lembrando que é importante ter atletas mais experientes no elenco.

A ideia principal no início era fazer com que o time voltasse a jogar a Champions League (atingida logo na primeira temporada), pois essa era a chance de conseguir maior verba para contratação e a médio prazo (até três temporadas) fazer com que a equipe dispute o título da Premier League e da Champions League.