Arsenal não quer que Gabriel Jesus jogue as eliminatórias com o Brasil, diz jornal

5 minutos de leitura

Gabriel Jesus se lesionou no dia 27 de outubro, na vitória do Arsenal sobre o Sevilla pela Champions League. Ele sofreu uma lesão muscular e desde então tem desfalcado os Gunners, o que não impediu do técnico Fernando Diniz convocá-lo para representar a seleção brasileira na última data Fifa do ano.

Diniz explicou em entrevista coletiva que existe um problema de comunicação entre a CBF e o Arsenal. Na última convocação, Gabriel Martinelli ficou de fora da lista porque estava lesionado e o clube londrino não reportou “de maneira completa” a situação do jogador, que acabou se recuperando antes mesmos dos jogos da Seleção. Por isso, o treinador decidiu por incluir Gabriel Jesus na sua última lista do ano.

— A gente vai trazer o Gabriel Jesus para saber as reais condições, porque ainda temos 15 dias para os jogos, então a gente acredita que ele possa reunir condições para jogar, porque eu gosto muito dele. Temos 24 jogadores na lista, e se acontecer alguma coisa com ele não vamos precisar mexer na convocação — explicou Diniz.

Entretanto, de acordo com o jornal “Daily Mail”, o Arsenal não quer que Gabriel Jesus jogue as partidas contra Colômbia e Argentina no final do mês, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026. O atacante perdeu os últimos três jogos dos Gunners devido a uma pequena lesão no tendão da coxa e o técnico da equipe, Mikel Arteta, já disse que não dará um prazo para o retorno do jogador para que não cometa equívocos, como ocorreu anteriormente.

Ainda de acordo com o veículo, Gabriel Jesus esperava estar disponível para o último confronto diante do Newcastle, no último sábado (4), mas teve seu retorno adiado. O jornal ainda destaca que o brasileiro tem progredido bem na sua recuperação e quer jogar contra o Sevilla na próxima quarta-feira (8), pela Champions League ou, no máximo, diante do Burnley no sábado (11), pela 12ª rodada da Premier League.

O Arsenal adotou uma abordagem cautelosa em relação ao retorno de Gabriel Jesus por conta das preocupações que já ocorreram com lesões anteriores e, de acordo com o “Daily Mail”, prefere que ele não seja incluído nas partidas das eliminatórias, marcadas para os dias 16 e 21 de novembro, contra Colômbia e Argentina, respectivamente. A Inglaterra, por sua vez, convocou Bukayo Saka no mês passado, mesmo com ele estando lesionado, o que acabou não dando certo, já que o camisa 7 não se recuperou a tempo para jogar contra a Itália pelas eliminatórias para a Eurocopa de 2024.

Além de Gabriel Jesus, os outros desfalques no Arsenal

Com tantas lesões acumuladas, Arteta já se viu sem Martinelli, Saka e Jesus em algumas ocasiões, o que pode indicar uma ação do Arsenal na próxima janela de transferências para contratar um novo nome para o ataque. O nome mais ventilado nos bastidores dos Gunners é o de Ivan Toney, do Brentford, que também tem seu nome ligado ao Chelsea.

Enquanto isso, o Arsenal também sofre com o desfalque de Thomas Partey, que sofreu uma lesão muscular e não sabe se volta a jogar ainda neste ano.

Outro desfalque no Arsenal é Emile Smith Rowe, que sofreu uma lesão no joelho na goleada por 5 a 0 sobre o Sheffield United no último dia 28. Por último, Jurrien Timber também se recupera de uma lesão no joelho e está fora dos gramados e sem previsão de retorno.

O duelo entre Arsenal e Sevilla acontece no final da tarde desta quarta-feira (8), às 17h (horário de Brasília), no Emirates Stadium, em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos da Champions League. Caso vença, os Gunners poderão carimbar a classificação para as oitavas de final com um jogo de antecedência.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.