Guia do Arsenal na Europa League 2018/2019

Será que os Gunners podem levantar o caneco?

Arsenal na Europa League

Confira o guia especial do PL Brasil sobre o Arsenal na Europa League 2018/2019!

A Europa League nunca foi tão atraente para o Arsenal como nesta temporada. A começar, pelos Gunners terem na beira do campo o maior vencedor da competição, desde que mudou para este formato, em 2009/2010.

Unai Emery foi tricampeão com o Sevilla, entre 2013 e 2016. Ele terá a oportunidade de levar à campo uma equipe experiente, em sua segunda edição consecutiva de Europa League, seguindo uma queda nas semifinais para o campeão Atlético de Madri na última temporada.

Ademais, o menor grau de dificuldade da competição, pelo menos em relação à Champions League, torna o cenário ideal para uma equipe que se reestrutura após mais de duas décadas sob o mesmo comando e que também se rejuvenesce, como mostram as contratações dos volantes Torreira, 22 anos, e Guendouzi, 19.

Jovens menos badalados, como o zagueiro Mavropanos e até provenientes da base, como o lateral Osei-Tutu e o meia Joe Willock, também podem ganhar oportunidade, em especial na primeira fase, contra o Vorskla e Qarabag.

O confronto contra este último, inclusive, deve ganhar os holofotes. Por um conflito de três décadas entre o Azerbaijão e a Armênia, país natal  de Mkhitaryan, criou-se uma tensão geopolítica que deve tirar o camisa 7 do primeiro jogo contra o Qarabag, o segundo da fase de grupos, ou pior: de uma provável final, que será em Baku, também no Azerbaijão.

Guia do Arsenal Premier League 1
Arsène Wenger passou o bastão a Unai Emery (Reprodução/Getty)
Veja mais
As 7 maiores façanhas de clubes ingleses na Europa

De fato, para o Arsenal, a finalíssima é um cenário palpável. Além da supracitada experiência de equipe e comissão técnica, os Gunners têm o segundo elenco mais caro da Europa League, atrás apenas do rival Chelsea, que deve dar maior atenção a Premier League.

Sevilla, Real Bétis, Milan, Lazio, outros concorrentes ao título, são boas equipes, mas não dispõem de um ataque como Lacazette-Aubameyang ou de um camisa 10 como Özil.

Resta saber se chegará algum “bicho-papão” da fase de grupos da Champions League – como o Atlético de Madri, na última edição – para atrapalhar os planos de Unai Emery e seus comandados.

GRUPO B: Arsenal, Sporting, Qarabag, Vorskla

20/09 – Vorskla – casa  – 16h (de Brasília)

04/10 – Qarabag – fora de casa – 13h (de Brasília)

25/10 – Sporting – fora de casa – 13h (de Brasília)

08/11 – Sporting – casa – 18h (de Brasília)

29/11 – Vorskla – fora de casa – 15h (de Brasília)

13/12 – Qarabag – casa – 18h (de Brasília)

Guia do Arsenal Premier League 2
Lucas Torreira foi a grande contratação do Arsenal na janela (Divulgação/Arsenal)

ELENCO DO ARSENAL NA EUROPA LEAGUE

Sem surpresas na lista de 25 nomes divulgada no início de setembro. A única “ausência” é de Maitland-Niles, jovem que começou a estreia na Premier League contra o Manchester City como titular, mas que se lesionou no primeiro tempo.

Ainda assim, Niles e outras promessas de sua geração, como o atacante Eddie Nketiah e o meia Smith-Rowe, podem jogar como parte da “lista B”, composta por atletas sub-21 e que pode ser entregue à UEFA até um dia antes das partidas.

Goleiros: Petr Cech, Bernd Leno, Emiliano Martínez e Deyan Iliev;

Defensores: Héctor Bellerín, Sokratis Papastathopoulos, Laurent Koscielny, Stephan Lichsteiner, Rob Holding, Nacho Monreal, Skhodran Mustafi, Carl Jenkinson, Konstantinos Mavropanos e Sead Kolasinac;

Meias: Mohamed Elneny, Kenrikh Mkhitaryan, Aaron Ramsey, Mesut Özil, Lucas Torreira, Alex Iwobi, Matteo Guendouzi e Granit Xhaka;

Atacantes: Alexandre Lacazette, Pierre-Emerick Aubameyang e Danny Welbeck.

Arsenal na Europa League
Lacazette é esperança de gols na temporada (Credit: Getty)

CURIOSIDADES

Título inédito
O Arsenal busca seu primeiro título na Europa League. O time já foi vice-campeão, em 2000, ainda na Copa da UEFA, derrotado pelo Galatasaray.

A segunda colocação foi também o mais longe que chegou na Champions League, quando caiu diante do Barcelona, em 2006. Em ambos, Arséne Wenger era o técnico.

Confronto histórico
O duelo contra o Sporting tem sua dose de história. A única vez em que aconteceu foi em 1969, pela penúltima edição da Copa das Feiras, competição que deu origem tanto à UCL como a UEL.

O Sporting não foi páreo para o Arsenal, que venceu o confronto por 3 a 0 no agregado, assim como ninguém foi: os Gunners foram campeões em cima do Anderlecht, da Bélgica.

Dupla Experiente
Dos 25 nomes do Arsenal inscritos na Europa League, apenas dois têm conquistas europeias em seus currículos. O goleiro Petr Cech faturou a Champions League com o Chelsea, em 2011/2012.

Enquanto o atacante Danny Welbeck levantou a “orelhuda” em 2007/2008, com o Manchester United.

PALPITES

Lucas Ayres (PL Brasil): briga pelo título

Gustavo Hofman (ESPN): briga pelo título

Arnaldo Ribeiro (ESPN): chega nas quartas

Brasil Gooner: briga pelo título

Rodolfo Rodrigues (Placar): briga pelo título

E, para você, até onde vai o Arsenal na Europa League?

O dia em que o Aston Villa conquistou a Champions League