Comandando o Arsenal por quatro temporadas no FM 2020

Contratações, vendas, títulos... veja um resumo de tudo que rolou

0
524
Arsenal Football Manager 2020

Depois de simular uma temporada com o Arsenal no FM 2020 e contar aqui mesmo na PL Brasil, hoje vamos contar os próximos passos, encerrando um ciclo de quatro temporadas à frente da equipe londrina.

Segunda temporada com o Arsenal no FM 2020

A primeira temporada terminou com um título da Europa League. Vitória por 2 a 1 sobre o Manchester United. Na Premier League, a equipe terminou na terceira posição. Após a boa campanha e com a vaga para a Champions League confirmada, a diretoria liberou uma verba maior para contratação.

O primeiro setor que resolvi mudar foi a defesa. As escolhas foram Nathan Aké, ex-Bournemouth, contratado por 50 milhões de euros, e Nico Elvedi por 29 milhões de euros junto ao Borussia M’gladbach. A dupla é titular desde a segunda temporada.

Arsenal Football Manager FM 2020 1-min

Para o meio-campo, veio um importante reforço em final de contrato: Ivan Rakitic. O croata foi titular absoluto em suas duas primeiras temporadas. Já na última temporada, com 35 anos, acabou revezando mais. Porém, sempre foi um jogador importante na equipe.

Já para a parte ofensiva, veio David Neres por 33 milhões de euros do Ajax. Uma boa opção para o segundo tempo e para revezar com os pontas. Seguindo os conselhos dos olheiros (scouts), investi também no ponta direita italiano Emanuel Vignato, de 18 anos, contratado por 13 milhões de euros junto ao Chievo.

A última contratação veio para no último dia da janela. Contratei Gabriel Barbosa, o Gabigol, devido às lesões de Lacazette e David Neres. O jogador custou 19,75 milhões aos cofres do clube londrino (estava na Inter de Milão). A principal venda foi David Luiz para o Grêmio por 8 milhões de euros.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube

  • FIFA 20 | BONS E BARATOS NO ULTIMATE TEAM

Terceira temporada

A segunda temporada começou com uma derrota para o Paris Saint-Germain. O time francês, liderado por Neymar que anotou dois gols, fez 4 a 2 e venceu a Supertaça Europeia. Na sequência, a equipe demorou um pouco para se acertar com as novas táticas e foi bem irregular no início.

Na Champions League, a equipe chegou até as oitavas, quando foi eliminada para o Lyon. Empate por 1 a 1 fora de casa e derrota por 2 a 0 no Emirates Stadium. Na Premier League, o time londrino acabou sofrendo pelo início irregular e mesmo com uma boa sequência no final, terminou a competição na 5º posição.

Ao menos o último jogo da temporada foi de alegria para a torcida, que viu a equipe vencer o Liverpool por 2 a 1 na final da Copa da Inglaterra, com gols de Nicolas Pépé e Alexandre Lacazette.

A equipe base nessa temporada foi: Bernd Leno; Hector Bellerin, Nico Elvedi, Nathan Aké e Kieran Tierney; Lucas Torreira e Ivan Rakitic; Nicolas Pépé, Mesut Ozil e Pierre-Emerick Aubameyang; Alexandre Lacazette (no quadro abaixo não aparece o Lacazette, pois ele foi vendido ao Real Madrid).

Quarta temporada

Já para a terceira temporada à frente da equipe, sem vaga para a Champions League e com alguns jogadores pressionando para jogar, fui mais agressivo no mercado, e acertei as contratações de Lautaro Martínez, que estava na Inter de Milão por 93 milhões de euros; Eduardo Camavinga, que estava no Rennes, por 76 milhões de euros, e Marco Asensio, do Real Madrid, por 104 milhões de euros. Todos são titulares do time ainda.

Como Alexandre Lacazette estava em seu último ano de contrato e queria sair, acabei vendendo para o Real Madrid por 40 milhões de euros (a negociação virou 50 milhões por metas cumpridas). Emile Smith Rowe se transferiu para o West Ham por 65 milhões de euros. As vendas ajudaram a fazer caixa para as contratações.

Arsenal Football Manager FM 2020 4-min

E a terceira temporada já começou com um título, o da Supercopa Inglesa. Após empate por 1 a 1 no tempo normal, a equipe londrina venceu o Manchester City nos pênaltis e ficou com a taça.

A temporada começou bem para o clube londrino, levantando um troféu logo de início. E o final foi levantando mais taças. Vitórias na Premier Super Cup e novamente campeão da Europa League.

E para ficar ainda melhor, os Gunners eliminaram o Tottenham na semifinal da Europa League e venceu Premier Super Cup com vitória sobre o maior rival.

Leia mais: Simulamos uma temporada com o Crystal Palace no FM 2020

A final da Europa League foi contra a forte equipe da Juventus, de Cristiano Ronaldo. Partida disputada, com os artilheiros Aubameyang abrindo o placar e o craque português empatando o jogo. Nos pênaltis, melhor para o time londrino.

Nessa temporada, o trio ofensivo formado por Aubameyang, Pépé e Lautaro foi o ponto forte do time. Aubameyang anotou 21 gols em 44 jogos; Pépé 24 gols em 36 jogos e Lautaro 20 gols em 41 jogos.

Porém ainda faltava um título “de primeiro escalão”, como a Premier League ou Champions League. Com uma base da equipe já formada, fui atrás de Leon Bailey, que estava no Paris Saint-Germain, e paguei 35,5 milhões de euros para contratá-lo.

O ponta foi um dos destaques da equipe com 21 gols e 10 assistências em 39 jogos. Como gosto de utilizar jogadores rápidos pelos lados, e com dois laterais que apoiam bastante, a contratação de Bailey caiu como uma luva.

Apenas nessa temporada consegui vender jogadores como Shkodran Mustafi, Sokratis Papastathopoulos, Calum Chambers, Henrikh Mkhitaryan e Matteo Guendouzi.

Leia mais: 4 desafios com times ingleses no Football Manager 2020

E a temporada começou como terminou a última, com um título, dessa vez o da Supertaça Europeia, vencendo o Manchester City, por 1 a 0 com gol de Lautaro Martínez.

Com o objetivo de vencer um título de “primeira linha”, optei por usar um elenco mais reduzido na Champions League e Premier League e deixei de lado as taças. Na competição continental, o time londrino foi até as quartas de final, quando caiu para o Paris Saint-Germain, perdendo o primeiro jogo em Paris por 4 a 2 e empatando por 1 a 1 na volta, em casa.

Com as forças voltadas todas para a Premier League, a briga com o Manchester United foi até o final. Já no fim da temporada, no duelo entre as equipes, os Gunners levaram a melhor: 3 a 1.

Depois do frustrante empate com o Everton em casa, a equipe venceu 11 jogos seguidos e, na penúltima rodada, se sagrou campeã da Premier League. O principal jogador da equipe, com 36 gols e 14 assistências, foi Nicolás Pépé.

Arsenal Football Manager 2020

Análise geral

Com resultados positivos nas quatro temporadas à frente do Arsenal no FM 2020, recebi o convite para ser técnico da seleção da Inglaterra (o jogo permite ser treinador de clube e seleção ao mesmo tempo).

Apesar de vencer a Premier League apenas na quarta temporada, a equipe conquistou ao menos um título por temporada. Além disso, levantou duas vezes a taça da Europa League. A base montada é boa. Um dos pedidos da diretoria é que sejam contratados jovens jogadores.

As únicas posições que não realizei contratações foram goleiros e laterais. Leno e Martínez passam segurança. Bellerín e Tierney são bons e dá para manter por um tempo ainda. Na reserva, tem Kolasinac, Chambers (nas duas primeiras temporadas) e depois utilizei Maitland-Niles.

Na zaga, Saliba evolui bastante e pode tranquilamente revezar com Aké e Elvedi. Mavropanos e Holding são opções boas e baratas para ter no banco. Xhaka e Rakitic (nessa última temporada) dão conta de revezar no meio. Essa é uma posição que é preciso investir.

Leia mais: Os 6 melhores jovens ingleses do Football Manager 2020

Como meia-atacante, Özil rendeu bem nas primeiras temporadas, mas Asensio é o titular desde que chegou. Para a próxima temporada, já há um reforço certo para a posição: Nabil Fekir, que veio em final de contrato.

As pontas estão bem servidas com Pépé, Neres, Bailey, Vignato e Aubameyang (jogou a maior parte aberto pela esquerda). No ataque, Lautaro Martínez deu conta logo de cara. Aubameyang e Gabriel Barbosa também atuaram nessa posição.

O final da temporada pode marcar o fim da passagem de três jogadores que tiveram momentos importantes nas conquistas da equipe: Rakitic, Özil e Aubameyang. O que mais tem chances de continuar é o gabonês.

Para as próximas temporadas, alguns jogadores jovens podem ganhar espaço como Saka, Jason Sraha, Joel López, Luke Morgan, Trae Coyle e Tyreece John-Jules. Martinelli, Daramy, Balogun e Nketiah retornam de empréstimos.

O objetivo de montar uma equipe competitiva e conquistar títulos foi atingido. Foram quatro temporadas vitoriosas à frente do Arsenal no FM 2020.