5 jogadores que atuaram por Arsenal e Tottenham

Relembre casos de atletas que atuaram pelos dois maiores rivais de Londres na carreira

0
513
(Foto: Imago Images)

Arsenal e Tottenham fazem uma das maiores rivalidades do futebol inglês. Grandes jogos, momentos inesquecíveis e um ódio mútuo que muitas vezes ultrapassa as quatro linhas. Obviamente, em um cenário como esse, um jogador que atua com as duas camisas na carreira fica marcado, seja positiva ou negativamente.

Ao longo da história, vários foram os atletas que já defenderam Gunners e Spurs. E com mais um North London Derby se aproximando, a PL Brasil destaca cinco jogadores que já atuaram por Arsenal e Tottenham. Cada um com sua particularidade, cada um com a característica que torna sua jornada importante.

Jimmy Brain

5 jogadores que atuaram por Arsenal e Tottenham
(Foto: Imago Images)

A lista começa com dois nomes não tão lembrados, mas que carregam uma particularidade em cada caso. O primeiro deles é Jimmy Brain. O atacante inglês fez uma grande carreira pelo Arsenal, com 139 partidas em 232 jogos entre 1923 e 1931.

Brain foi o artilheiro do time por quatro anos seguidos entre 1925 e 1929, fazendo inclusive 39 gols na temporada 1925/1926 – até hoje a segunda maior marca da história dos Gunners. Assim, foi campeão da liga nacional, da FA Cup e da FA Charity Shield (hoje Community Shield), e é nos dias atuais é o quinto maior artilheiro da história do Arsenal.

Mas em 1931, foi contratado pelos rivais, indo jogar no Tottenham. Mas chegando nos Spurs já com 31 anos de idade, não conseguiu ter o mesmo desempenho. Foram apenas 10 gols em 47 jogos, até encerrar sua aventura em Londres e se transferir para o Swansea Town.

George Hunt

5 jogadores que atuaram por Arsenal e Tottenham
(Foto: Imago Images)

Mas se o primeiro nome tem identificação prévia com o Arsenal, George Hunt é o caso contrário. Com 138 gols em 198 jogos, o atacante é o sétimo maior artilheiro da história do Tottenham, tendo sete temporadas pela camisa dos Lilywhites.

Hunt atuou no clube entre 1930 e 1937, sendo o artilheiro em três temporadas consecutivas. Em 1932/1933, fez 32 gols e ajudou o Tottenham na campanha de acesso à primeira divisão. No momento difícil da equipe londrina, ele estava lá e deu muitas alegrias aos torcedores. Mas até trocar de lado.

Em 1937, por um valor de 7,5 mil libras, tornou-se o primeiro jogador a trocar o Tottenham diretamente pelo Arsenal em 31 anos. Hunt chegou para substituir o então lesionado Ted Drake, e ficou em Highbury apenas até 1938. Mas foi o suficiente para ser campeão: com 21 jogos e três gols, ajudou a equipe a vencer a liga nacional em 1937/1938.

Pat Jennings

Aqui temos um caso curioso de um jogador que é ídolo das duas torcidas. Apenas uma lenda como Pat Jennings seria capaz de conseguir unanimidade entre dois clubes que se odeiam tanto. Mas o goleiro norte-irlandês definitivamente está na história com carinho, não importa por qual lado.

Jennings deixou o Watford rumo ao Tottenham em 1964. Lá ele ficou por 13 anos, com 590 jogos até 1977. O goleiro se tornou o terceiro que mais vestiu a camisa do Tottenham em todos os tempos. Os títulos: FA Cup em 1967, Copas da Liga de 1971 e 1973, e a Copa da Uefa de 1972. O Tottenham de Jennings ainda dividiu com o Manchester United a Supercopa de 1967/1968, onde ele marcou um gol (!) no empate em 3 a 3.

Leia mais: Pat Jennings: Unanimidade entre Arsenal e Tottenham

Em 1977, com 32 anos, Jennings deixou o Tottenham porque o técnico Keith Burkinshaw não acreditava mais em seu rendimento em um clube de ponta. O goleiro mostrou que seu ex-manager estava errado, e “pulou o muro” rumo ao rival Arsenal. Em Highbury fez 327 partidas, e venceu a histórica FA Cup de 1979. Inclusive foi nos Gunners, em 1983, que ele se tornou o primeiro jogador do futebol inglês com 1000 jogos na primeira divisão.

Sol Campbell

A história de Sol Campbell é uma das mais conhecidas da história do North London Derby. O zagueiro estreou pelo Tottenham em 1992 e ficou no clube até 2001, firmando-se como capitão e ídolo da torcida, e conquistando a Copa da Liga de 1998. Mas a falta de grandes conquistas dos Spurs incomodava Campbell, que queria algo a mais.

No verão de 2001, ele recebeu uma proposta de renovação com o Tottenham, que o tornaria o jogador mais bem pago da história do clube. Mas ele recusou. E após receber várias propostas de clubes de fora por conta do desejo de jogar a Champions League, o inacreditável aconteceu. Em 3 de julho de 2001, os jornalistas que aguardavam o anúncio do goleiro Richard Wright no CT de London Colney deram de cara com a bomba.

Campbell se mudou do White Hart Lane para o Highbury, e fez história pelo Arsenal. Nos Gunners atuou por 197 partidas, ganhando duas Premier Leagues e duas FA Cups, fazendo parte também do histórico time dos Invincibles na temporada 2003/2004. Ademais, ele fez o único gol do Arsenal na história das finais da Uefa Champions League, na derrota por 2 a 1 para o Barcelona em 2005/2006.

Para o lado vermelho, um ídolo. Para o lado branco, um “Judas” imperdoável até hoje.

Leia mais: Como Sol Campbell virou “Judas” trocando o Tottenham pelo Arsenal

Emmanuel Adebayor

5 jogadores que atuaram por Arsenal e Tottenham
(Foto: Imago Images)

O togolês Emmanuel Adebayor chegou ao Arsenal em 2006, e foi um nome importante no início da reconstrução do clube após o fim da geração dos Invincibles e o início da era Emirates Stadium. Ele chegou a ser o artilheiro da equipe na temporada 2007/2008, com 30 gols. Foram 143 jogos e 62 gols – alguns sobre o Tottenham em North London Derbies.

Em 2009, Adebayor foi para o Manchester City, e causou confusão após uma polêmica comemoração em um gol contra o Arsenal. E depois de um empréstimo ao Real Madrid em janeiro de 2011, meses depois, em agosto, ele foi novamente emprestado pelos Citizens. Desta vez, surpreendentemente, ao Tottenham.

A torcida dos Spurs tinha vários ressentimentos históricos, e por isso a contratação de Adebayor soou inicialmente estranha. Nos Lilywhites, ele ainda teve uma história considerável, com 106 jogos e 41 gols. Mas teve uma história de montanha-russa em um clássico de novembro de 2012: pouco depois abrir o placar no Emirates, foi expulso e viu de longe o Arsenal aplicar uma goleada por 5 a 2.

  • Acompanhe a PL Brasil no YouTube!

Não há posts para exibir