O Arsenal campeão que pintou White Hart Lane de vermelho e branco

Gunners venceram o Campeonato Inglês justamente na rodada em que enfrentou o maior rival fora de casa

0
323
O Arsenal campeão que pintou White Hart Lane de vermelho e branco
Shaun Botterill/Getty Images

A temporada 2003/2004 foi especial para o torcedor gooner, pois coroou um time incrível com uma marca até os dias atuais única na história da Premier League: um título invicto. A confirmação da glória naquela temporada, teve um sabor mais do que especial. O Arsenal foi campeão, num empate por 2 a 2, diante do grande rival Tottenham, em pleno White Hart Lane, há exatos 16 anos.

O dia em que o Arsenal campeão pintou White Hart Lane de vermelho e branco 

Àquela altura da temporada, parecia mesmo questão de tempo até os Gunners confirmarem o título da Premier League. A equipe era líder com dez pontos de vantagem para o Chelsea, então segundo colocado. Os Blues, que entraram em campo mais cedo naquela mesma data, foram derrotados pelo Newcastle por 2 a 1.

Sendo assim, os comandados de Arsène Wenger precisavam apenas de um empate para confirmar o título. O Arsenal poderia repetir o feito da temporada 1970/1971 e confirmar o título na casa do seu rival. A situação era das melhores, um futebol encantador que parecia destinado ao título, bem diferente do momento que passava o rival.

O Tottenham vivia época de vacas magríssimas naquela temporada. Era apenas o 16º colocado na competição e já havia demitido o treinador que iniciara aquela campanha, o ídolo Glen Hoddle. Em seu lugar, o interino David Pleat tentava salvar a equipe do rebaixamento. Além disso, os Spurs não venciam o Arsenal, em seus domínios, desde 1995.

Leia mais: Arsenal Invencíveis: o esquadrão que fez história na Inglaterra

Quando Henry rolou a bola para Bergkamp, dando início a partida, o Arsenal já era campeão inglês. E logo aos seis minutos, os Gunners trataram de tomar as rédeas da partida abrindo o placar com Patrick Vieira. O francês apareceu sozinho na área como elemento surpresa, completando cruzamento do camisa 10 holandês, finalizando um contra-ataque mortal dos visitantes.

Odd Andersen/AFP via Getty Images

O silêncio tomou conta do estádio enquanto o Arsenal comemorava. O time da casa não conseguia criar chances para incomodar a defesa adversária e sofria na recomposição, deixando espaços para a transição rápida dos visitantes. Aos 35 minutos, Bergkamp achou novamente Viera dentro da área, que ajeitou para Pirès dobrar a vantagem. O Arsenal levou a vantagem de dois gols para o intervalo.

Reação do Tottenham não adiantou

A única missão que restava ao Tottenham, nos últimos 45 minutos, era evitar que os rivais comemorassem o título em seus domínios. A jogada individual de Jermaine Defoe encontrou os pés do capitão Jamie Redknapp, que disparou de fora da área para diminuir a vantagem. O placar era 2 a 1 e o relógio marcava 17 minutos do segundo tempo.

O jogo, a partir dali, foi bem franco. As duas equipes tiveram chances de marcar gols, mas sempre com uma superioridade do Arsenal, que dominava o jogo e fazia valer o melhor time que tinha.

Praticamente no último lance do jogo, em cobrança de escanteio, Lehmann se enrolou com Robbie Keane dentro da área e o juiz marcou pênalti. O próprio irlandês bateu, empatando o jogo e dando números finais à partida, aos 47 do segundo tempo.

Ben Radford/Getty Images

A história de 1971 foi repetida em 2004 e, novamente, o Arsenal campeão comemorou o título nacional em White Hart Lane. Em entrevista, alguns anos depois, Henry afirmou que só festejou o título porque torcedores gooners presentes e jogadores (em especial o argentino Mauricio Taricco, lateral dos Spurs) celebraram o fato de conseguirem o empate naquele jogo.

Depois daquela partida o Arsenal ainda empatou com Birmingham (0x0) e Portsmouth (1×1), além de vencer Fulham (1×0) e Leicester (2×1), para entrar de vez para história como campeão invicto da Premier League.

Shaun Botterill/Getty Images

Leia mais: 49 sem perder: como o Arsenal conseguiu a maior série invicta da era PL

Ficha técnica de Tottenham 2×2 Arsenal – 34ª rodada do Campeonato Inglês

Data: 25/04/2004.

Local: White Hart Lane / Público: 36.097 presentes.

Gols: Vieira 3′ e Pirès 35 (ARS); Redknapp 62′ e Keane 92′ (TOT).

Tottenham: Keller; Taricco (Defoe), King, Gardner, Kelly (Bunjevcevic); Redknapp, Brown, Davies, Jackson (Poyet); Kanouté, Keane. Técnico: David Pleat.

Arsenal: Lehmann; Lauren, Campbell, Touré, Ashley Cole; Parlour (Reyes), Gilberto Silva, Vieira, Pirès; Bergkamp (Edu), Henry. Técnico: Arsène Wenger.

Leia mais: Invincibles: os grandes jogos da campanha invicta do Arsenal

Acompanhe a PL Brasil no YouTube!

  • ARSENAL INVENCÍVEL! | PL BRASIL APRESENTA: TEMPORADA 2003/2004 

Não há posts para exibir