Lenda do Barça e ídolo do Flamengo: 6 europeus que jogaram na Arábia Saudita antes de CR7 e você não sabia

3 minutos de leitura

Atualmente, a Arábia Saudita se tornou o novo “bicho-papão” do mercado da bola. Com muito investimento e contratações impactantes, o país tem se recheado de estrelas do futebol europeu. Nem sempre foi assim, mas a liga local já teve alguns nomes conhecidos do grande público antes da atual avalanche de dinheiro.

O Fundo de Investimento Público assumiu o controle de Al-Ahli, Al-Hilal, Al-Nassr e Al-Ittihad e tem feito contratações de gala para essas equipes. Tudo começou com Cristiano Ronaldo, em janeiro, e agora o futebol local já conta com Karim Benzema e N’Golo Kanté. A PL Brasil te mostra seis jogadores de renome que estiveram na Arábia Saudita quando “tudo era mato”.

Cristiano Ronaldo em sua apresentação no Al Nassr, da Arábia Saudita - Foto: Icon Sports
Cristiano Ronaldo em sua apresentação no Al Nassr, da Arábia Saudita – Foto: Icon Sports

Roberto Donadoni – Al-Ittihad

O italiano é um dos maiores jogadores da história a pisar no futebol saudita. Ele foi campeão mundial pela Itália em 1990, além de multivencedor com o Milan nos anos 1980 e 1990.

“Viciado” em títulos, Donadoni manteve a escrita e também foi campeão no Oriente Médio. O ex-meia jogou no Al-Ittihad em 1999/20 e ajudou o time a ser campeão da Arábia Saudita. Foi o último time de sua carreira.

donadoni milan
Roberto Donadoni pelo Milan – Foto: Icon Sport

Dejan Petkovic – Al-Ittihad

Conhecido por sua grande carreira construída no Brasil, Petkovic também tem história na Europa e na Arábia Saudita. O sérvio foi revelado pelo Radnicki Nis de seu país, mas também passou por Estrela Vermelha, Real Madrid, Sevilla e Racing Santander.

Seu auge, porém, foi em solo brasileiro. O desempenho por aqui, principalmente com as camisas de Vitória, Flamengo e Vasco, credenciou Petkovic a assinar com o Al-Ittihad em 2004. A passagem de Pet pelo clube de Benzema e Kanté foi curta e durou menos de seis meses.

Hristo Stoichkov – Al-Nassr

O búlgaro formou dupla histórica com Romário no Barcelona e ainda fez história por sua seleção. No fim de carreira, rodou por mercados periféricos e acabou desembarcando no al-Nassr.

Cristiano Ronaldo não foi o primeiro vencedor da Bola de Ouro a jogar pelo time azul e amarelo. Stoichkov, vencedor em 1994, assinou um contrato de duas partidas com o Al-Nassr em 1998 e ajudou o time a vencer a Taça das Taças da Ásia.

Giovinco – Al-Hilal

Em 2019, o Flamengo teve dificuldades para bater o Al-Hilal na semifinal do Mundial de Clubes. Lá estava Giovinco, endiabrado com a camisa 9 do time saudita. O baixinho italiano defendeu o atual time de Rúben Neves por três temporadas e se tornou um ídolo da torcida.

O meia-atacante fez 77 jogos, marcou 14 gols e venceu quatro títulos pelo Al-Hilal.

Giovinco Al Hilal
Giovinco pelo Al-Hilal – Foto: Divulgação/Twitter/Al-Hilal

Marko Marin – Al-Ahli e Al–Raed

Marko Marin foi uma das principais promessas do futebol alemão e do Chelsea no fim dos anos 2000 e início dos anos 2010. O meia surgiu de forma encantadora no Borussia Mönchengladbach, nas esteira de nomes como Mesut Özil e Toni Kross.

O ‘Messi Alemão’ foi contratado pelo Chelsea em 2012, mas não conseguiu se firmar e rodou por Fiorentina, Olympiacos, Sevilla, Trabzonspor e Anderlecht. Seu refúgio foi a Arábia Saudita, em 2021.

Primeiro, Marin atuou pelo Ah-Ahli de Roberto Firmino e Edouard Mendy, com somente 18 jogos e um gol. Depois, foi emprestado para o Al-Raed com passagem também de pouco sucesso.

Eder – Al-Raed

Herói de Portugal na Eurocopa de 2016, Ederzito passou pela Arábia Saudita para defender o Al-Raed, em 2021/22. O atacante português conseguiu teve 23 jogos e seis gols pelo clube, Logo depois, encerrou sua carreira no futebol.

O Al-Raed disputa a primeira divisão saudita, mas não conta com grandes nomes em seu atual plantel.

Santi Mina – Al-Shabbab

O espanhol surgiu como um grande valor do futebol espanhol. Revelado pelo Celta de Vigo, ele assinou com o Valencia em 2015, mas não explodiu como era esperado.

Santi Mina jogou a temporada 2022/23 no Al-Shabbad, ao lado de Ever Banega e o atacante Carlos Júnior, ex-Atlético-MG. Por lá, o meia-atacante marcou seis gols e deu cinco assistências em 29 partidas. Ele estava emprestado e retornou ao Celta de Vigo, time dono de seu passe.

Lucas Barbosa
Lucas Barbosa

Redator da PL Brasil. Foi por meio da Premier League, na tela do antigo Esporte Interativo, em 2007, que o Jornalismo entrou na minha vida. Duas paixões que abriram portas e me fazem realizar sonhos todos os dias. Passei pelos portais Mais Minas e Esporte News Mundo.