Por que Andrey Santos não está jogando no Chelsea?

4 minutos de leitura

Andrey Santos vive um momento de recuperação na temporada. Depois de um empréstimo frustrado ao Nottingham Forest, o volante brasileiro teve o futuro definido pelo Chelsea no fim da janela de janeiro. O jogador foi emprestado ao Strasbourg, da França.

Sequência de Andrey Santos na temporada:

  1. No dia 24 de agosto, Nottingham Forest anuncia a chegada de Andrey Santos por empréstimo;
  2. Dois dias depois, no dia 26 de agosto, o recém-chegado Andrey não é relacionado para Forest x Manchester United pela 3ª rodada Premier League;
  3. Dia 30 de agosto, Andrey Santos é titular na derrota para o Burnley pela Copa da Liga Inglesa na única aparição do brasileiro pelo Forest até aqui;
  4. Andrey não sai do banco de reservas nas duas partidas seguintes da PL, contra Chelsea e Burnley;
  5. Andrey não é nem relacionado para o jogo contra o Manchester City, pela 6ª rodada da Premier League;
  6. Andrey não saiu do banco contra o Brentford, pela 7ª rodada da Premier League;
  7. Nottingham Forest recebe pressão do Chelsea pela utilização do brasileiro;
  8. Steve Cooper promete chances para Andrey Santos.
  9. Em 29 de outubro, Andrey Santos recebe alguns minutos contra o Liverpool
  10. 3 de janeiro de 2024: Andrey Santos não recebe mais chances e volta ao Chelsea
  11. 01 de fevereiro de 2024: Chelsea anuncia empréstimo de Andrey ao Strasbourg.

Por que Andrey Santos não foi utilizado pelo Nottingham Forest?

Pesou para Andrey Santos o fato de o brasileiro não pertencer ao próprio Nottingham Forest. Para a mesma posição do ex-Vasco da Gama, o clube já tinha Orel Mangala, Danilo (ex-Palmeiras), e contratou Ibrahim Sangáre e Nicolás Dominguez na última janela – todos com com menos de 26 anos e com potencial de crescimento.

Portanto, Andrey acabou preterido na fila, já que voltaria ao Chelsea ao fim da temporada. Declarações de Steve Cooper, à época ainda técnico do Nottingham Forest, corroboram para isso.

É o tipo de situação em que se ele fosse nosso jogador, estaria na situação perfeita de estar dentro e perto do time titular, procurando envolvê-lo e dar alguma oportunidade quando possível, mas sabendo que você o está desenvolvendo. O contexto é que ele não é nosso jogador, é do Chelsea. Isso provavelmente apenas acrescenta alguns pontos de interrogação à situação, o que eu entendo — opinou.

Também contaram alguns critérios técnicos. Steve Cooper é praticante de um futebol reativo, de contra-ataques e mais atenção à defesa. Por isso, tinha preferência por um meio-campo mais físico, intenso e marcador.

O estilo, inclusive, combina mais com as características de Danilo, ex-Palmeiras, que sempre foi o favorito de Cooper.

Nas redes sociais, torcedores do Chelsea lamentavam a falta de oportunidades para o meia, que, com 19 anos, está na fase de adaptação na Premier League.

Romulo Giacomin
Romulo Giacomin

Formado em Jornalismo na UFOP, passou por Mais Minas, Esporte News Mundo e Estado de Minas. Atualmente, escreve para a Premier League Brasil.