Alexander-Arnold: lateral do Liverpool quase virou atleta de rúgbi

Com apenas 19 anos, lateral direito do Liverpool disputará a primeira Copa da carreira

0
515
Alexander-Arnold: lateral do Liverpool quase virou atleta de rúgbi

Vamos dar continuidade a nossa série especial de matérias sobre os 23 convocados da Inglaterra para a Copa do Mundo 2018! Vem com a gente que o papo de hoje é sobre Trent Alexander-Arnold!

Quem é Alexander-Arnold?

Tímido, acanhado e de poucas palavras, o lateral direito sempre foi um exemplo de integridade, superação e humildade.

Alexander-Arnold mora com a família até hoje, tamanho o amor pelos entes queridos.

A paixão pelo rúgbi

Reprodução/SkySports

Trent se destacou no esporte desde moleque. O aluno da escola St. Mary's, localizada na cidade de Liverpool, era conhecido pela destreza e velocidade dentro de campo. E por isso quase foi parar em outra modalidade totalmente diferente: o rúgbi.

“Ele era centroavante no futebol e defensor no rúgbi”, relembra o professor de Educação Física Derek Williams. O coração de Alexander-Arnold, entretanto, teria de decidir qual caminho seguir no futuro.

O garoto foi descoberto pelo Liverpool e logo integrou as categorias de base dos Reds. A diretoria do clube vermelho ofereceu estudos e a chance de trilhar um caminho de sucesso no mundo do futebol. Proposta irrecusável.

Torcedor do clube desde criança, Alexander-Arnold chegou a Melwood com apenas 14 anos de idade. De centroavante, foi virar lateral direito. De lá não saiu e de lá não parou de se destacar entre tantos jovens no elenco.

“Trent era um garoto quieto, mas um atleta espetacular. Era também casca grossa. Toda vez que se deparava com um obstáculo, tratava logo de transpô-lo”, relembra Williams. .

O professor de Educação Física estava certo. Foi capitão na base do Liverpool, acumulou passagens por todas as categorias da Inglaterra e logo atraiu olhares do time principal.

Acostumado a assistir Steven Gerrard, Xabi Alonso, Jamie Carragher e tantos outros ídolos pela televisão, o apaixonado torcedor scouser também ganhou a chance de fazer parte da história. Tudo começou em outubro de 2016.

O início no esquadrão principal

Divulgação/Liverpool

Arnold ganhou a chance de iniciar uma partida de Copa da Liga Inglesa contra o Tottenham. Os Reds saíram vencedores, mas o lateral direito não impressionou muito. Foi amarelado no primeiro tempo e então substituído por Nathaniel Clyne aos 68.

Jürgen Klopp, entretanto, não queimou o jogador, que conseguiu mais participações entre os titulares e mais tempo de jogo pouco a pouco. O saldo foi positivo: 7 jogos disputados na temporada 2016/17.

Leia mais: Ashley Young, o experiente novato

A chance perfeita para mostrar serviço chegou um ano depois, em 2017/18. Após séria lesão de Nathaniel Clyne, titular absoluto da lateral direita, e Joe Gomez, substituto imediato, Trent tomou conta da posição.

A temporada, entretanto, foi de altos e baixos. Alexander-Arnold oscilou entre boas e péssimas partidas com a camisa do Liverpool.

Ser titular de um clube tão gigante como Liverpool, nesta idade, certamente não é pra qualquer um. O garoto cresceu absurdamente de produção na reta final de 2018.

Pressão? Desconheço!

Reprodução/Yahoo

Contra o Manchester City, pelas quartas de final da Champions League, Arnold foi gigantesco. Anulou Leroy Sané, foi sólido defensivamente, contribuiu com boas chegadas ao ataque e, assim, foi um dos melhores jogadores do confronto.

O defensor voltou a se destacar na final da competição interclubes mais importante do Velho Continente. Com apenas 19 anos, o rapaz foi incumbido da difícil missão de marcar o atual melhor jogador do mundo: Cristiano Ronaldo.

Apesar do revés, Arnold pisou em Kiev com a tranquilidade de um atleta experiente. Dificultou a vida de CR7, recompôs muito bem o lado direito e manteve-se equilibrado durante boa parte da partida.

Possível titular na Copa

Reprodução/ESPN

O comunicado foi feito pelo próprio Jürgen Klopp. A equipe do Liverpool voltava de um treinamento na Espanha, quando o comandante dos Reds se dirigiu ao lateral direito e perguntou: “Vai fazer alguma coisa nas férias?”

Sem entender direito o questionamento do treinador, Trent respondeu: “Nada, não tenho planos para as férias”. Klopp não conseguiu esconder o sorriso no rosto, mas tratou logo de verbalizar a grande notícia: “Ok, você foi convocado!”

A sua briga é com Kieran Trippier, já que Kyle Walker possivelmente será escalado como zagueiro na linha de três defensores armada por Southgate.

Independente da titularidade ou não, a Copa do Mundo 2018 será uma ótima experiência para o jovem de 19 anos, que certamente tem um futuro brilhante pela frente.