Alerta a Ten Hag? Chegada de Ratcliffe promete ‘mudanças estruturais’ no Manchester United

5 minutos de leitura

O conselho de administração do Manchester United se reunirá nesta quinta-feira (19) para dar uma resposta sobre a oferta de Sir Jim Ratcliffe para comprar uma participação de 25% no clube. O aceite ou não pode levar a desdobramentos a Erik ten Hag.

Caso a proposta seja aceita, em troca do seu investimento, Ratcliffe deseja o controle e a responsabilidade pelas decisões esportivas em Old Trafford. Essencialmente, ele quer reformular o futebol do clube.

Isso normalmente colocaria a posição do treinador em questão, como mostra a breve história das aquisições recentes na Premier League: Thomas Tuchel no Chelsea e Gary O'Neil no Bournemouth. Mas, segundo o “The Athletic”, a posição de Ten Hag não deve correr nenhum risco.

Ten Hag pode ser demitido?

Apesar de um início difícil na nova temporada, na qual o United perdeu seis dos seus 11 jogos em todas as competições, não há indicação de que a INEOS – a empresa de Ratcliffe – buscará uma mudança no comando em Old Trafford.

Foto: Icon Sport

Na verdade, há admiração pelo trabalho que o treinador fez em pouco mais de um ano no cargo. Fontes do The Athletic próximas ao empresário, que não podem falar publicamente devido a acordos de confidencialidade, acreditam que, se houver problemas no clube, Ten Hag não é um deles.

Uma mudança de treinador, portanto, não é esperada, mas isso não impede a mudança na estrutura ao seu redor. Se a INEOS adquirir o controle esportivo, fontes dizem que Ratcliffe realizará uma “análise holística” do desempenho do clube em todos os níveis, dedicando tempo para aprender o que funciona, o que não funciona e, consequentemente, o que precisa mudar.

Histórico de Ratcliffe no futebol pode dar panorama

Por enquanto, o melhor indicador para a torcida do Manchester United é o histórico da INEOS em outros clubes, especialmente a sua propriedade do Nice, da França, onde anos de classificações medianas na liga, disputas internas e insatisfação dos torcedores estão começando a dar lugar a um sentimento de promessa.

O Nice está em segundo lugar na tabela da Ligue 1 após oito jogos, após um início invicto sob o comando do seu treinador de 34 anos, Francesco Farioli – um discípulo de Roberto De Zerbi que foi nomeado neste verão.

(Foto: Icon Sport)

Farioli não é o único rosto relativamente novo. Fabrice Bocquet foi contratado como diretor executivo há um ano, vindo do Lorient, enquanto Florent Ghisolfi e Laurent Bessiere se juntaram posteriormente do Lens, como diretor esportivo e diretor de desempenho, respectivamente.

No cerne de toda essa agitação está Sir Dave Brailsford, que liderou uma auditoria interna dos processos do clube no ano passado. Ele é diretor de esportes da INEOS e espera-se que ele tenha um papel crucial em qualquer reorganização nos bastidores feita pela empresa, incluindo no United.

Ten Hag seguirá com grande influência no Manchester United?

Grande parte dos 384 milhões de libras gastos em contratações nos últimos dois anos do clube inglês foi investida em jogadores pelos quais Ten Hag fez lobby, principalmente durante a sua primeira janela de transferências no comando.

Na ocasião, Antony e Lisandro Martinez se juntaram ao clube por um valor combinado de 129,5 milhões de libras do seu clube anterior, o Ajax. Outro de seus ex-comandados, Frenkie De Jong, foi amplamente “caçado”, mas não se transformou em reforço.

Há também a influência da SEG, a agência que representa Ten Hag, que cresceu no clube desde a sua nomeação. O seu agente, Kees Vos, é uma presença regular em Old Trafford. A agência em si trabalhou nos acordos que trouxeram Rasmus Hojlund e Sofyan Amrabat para o clube neste verão.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]