Após fechar com ex-Inter, Al-Nassr sofre transfer ban da Fifa por calote a clube da Premier League

4 minutos de leitura

O mercado da bola do futebol europeu foi recebido com um baque vindo da Arábia Saudita. A ida de Cristiano Ronaldo ao Al-Nassr, depois de deixar o Manchester United, foi o pontapé inicial para o fenômeno. Nesta quarta-feira, o clube seguiu a tendência do futebol saudita nesta janela e anunciou mais um reforço: Marcelo Brozovic, ex-Inter de Milão.

No entanto, o clube foi punido pela Fifa em caso que envolve dívida com o Leicester, clube foi rebaixado na Premier League e disputará a Championship na próxima temporada.

Com apoio do governo local, clubes sauditas passaram a ostentar uma força financeira que dificulta a competição na janela de transferências. Antes desse movimento recente, no entanto, esse mercado já tirava jogadores de grandes equipes.

Um deles foi Ahmed Musa, ex-atacante do Leicester. A ausência de pagamento de parte dos valores envolvendo a contratação do jogador nigeriano foi punida pela Fifa. Isso pode impactar até três janelas de transferências do clube.

Entenda o transfer ban ao Al-Nassr

Contratado por cerca de 16,5 milhões de euros na época, Musa representou o clube saudita durante de 2018 a 2020 até deixar o clube a custo zero. No entanto, de acordo com a Fifa, faltou ao Al-Nassr pagar 460 mil euros (R$ 2,46 milhões) mais juros ao Leicester que seriam referentes a bônus de rendimento esportivo.

A decisão favorável ao clube inglês no caso já tinha sido conhecida em 2021. Na ocasião, os sauditas já tinham sido avisados que seriam impedidos de registar novos jogadores caso não pagasse o montante ao time inglês. Dois anos depois, o cenário se confirmou.

Musa Leicester
Musa no Leicester – Icon Sport

Como isso impacta reforços para o time de CR7

No parecer original da Fifa, previa-se que uma eventual punição ao Al Nassr tivesse a duração de três janelas de mercado consecutivas, além de incluir uma intervenção do Comitê Disciplinar da entidade contra o clube do Oriente Médio.

No entanto, o impacto das três janelas teria início agora que houve a punição, ou seja, as transferências anteriores não seriam revogadas, por exemplo.

Depois de Cristiano Ronaldo, a equipe fechou com seu primeiro reforço para a nova temporada no início deste mês: Marcelo Brozovic, da Inter de Milão, que havia acabado de ser vice-campeão da Champions League.

Recentemente, o meia Hakim Ziyech, do Chelsea, estava próximo de fechar com o clube. No entanto, problemas nos exames médicos antes da assinatura do contrato fizeram o acordo colapsar.

Guilherme Ramos
Guilherme Ramos

Jornalista pela UNESP. Escrevi um livro sobre tática no futebol e sou repórter da PL Brasil. Já passei por Total Football Analysis, Esporte News Mundo, Jumper Brasil e TechTudo.

Contato: [email protected]