A rápida adaptação de Ollie Watkins no Aston Villa

O atacante tem impressionado em seu início na Premier League

0
499
Watkins marcou duas vezes contra o Arsenal
Alastair Grant/Pool - Getty Images

A Premier League é considerada a liga mais difícil do planeta. Por isso, é comum vermos a queda de rendimento de jogadores que outrora foram destaques em outras ligas ao chegar na elite da terra da Rainha. Mas Ollie Watkins foge à essa regra, tendo de cara mostrado o seu valor na principal divisão inglesa.

Watkins foi contratado pelo Brentford vindo do Exeter City, que então disputava a quarta divisão nacional. Ele marcara 15 gols na liga pela temporada 2016/2017, o que demonstrava o potencial do jogador, de apenas 22 anos à época.

Chegando na Championship, o atacante rapidamente ganhou espaço no time e a condição de titular. Nas duas primeiras temporadas com a camisa dos Bees, somou 86 partidas e 20 gols: números que, se por um lado nada espetaculares, por outro suficientes para mostrar a sua relevância na equipe e, mais que isso, a capacidade de melhorar.

Sucesso no Brentford e oportunidade na Premier League

A temporada 2019/20 foi o seu auge no time de Londres. Jogando em um trio de sucesso ao lado de Said Benrahma e Bryan Mbeumo, foi o principal goleador do clube na competição, com 26 gols. E o Brentford ainda atingiu o posto de melhor ataque da Championship, com 80 tentos marcados.

Contudo, o clube vacilou nas rodadas finais e terminou em terceiro lugar na temporada regular, tendo que disputar os play-offs por uma vaga na Premier League, quando acabou eliminado pelo Fulham, na finalíssima em Wembley.

Leia mais: Por que o Brentford não tem categorias de base desde 2016?

Mesmo assim, Watkins provou que a sua qualidade não se resumia apenas às divisões inferiores e que poderia crescer também em um campeonato de grande pressão, como a Championship. Feito isso, era hora de dar um salto maior na carreira, indo então para a Premier League.

O Aston Villa pagou cerca de 28 milhões de libras para contar com o inglês na temporada 2020/21. O time de Birmingham sofrera um grande revés com a lesão do brasileiro Wesley – que o tiraria dos gramados por cerca de um ano – abrindo assim espaço para Ollie Watkins provar o seu valor entre os melhores.

E ele começou muito bem. É o artilheiro do time na PL com seis gols marcados em sete partidas. O destaque, obviamente, fica por conta do chocolate que o Villa aplicou no poderoso Liverpool. Watkins foi protagonista na goleada por 7 a 2, marcando um “hat-trick perfeito” no confronto.

Ollie Watkins em sua noite mágica contra o Liverpool
Rui Vieira – Pool/Getty Images

E o goleador voltou a se destacar já na oitava rodada, desta vez contra o Arsenal. Ele marcou dois gols na vitória por 3 a 0 em cima dos Gunners, em pleno Emirates Stadium.

Ollie Watkins: o novo “Jamie Vardy”?

As comparações com Jamie Vardy são muitas, e realmente há margem para diversas semelhanças. Primeiro porque, assim como o artilheiro do Leicester, Watkins deu um salto das divisões inferiores para a Championship. Além disso, os dois não eram tão novos quando estrearam pela primeira divisão inglesa: Vardy tinha 27 anos; Watkins, 24.

Watknis marca de pênalti contra o Southampton
Gareth Copley/Getty Images

No mais, tal qual Jamie Vardy, o jogador do Aston Villa atua centralizado mas nem por isso carece de recursos. Watkins possui muita velocidade e também representa bem no jogo aéreo, apesar de não ser considerado um jogador alto (1,80m).

Ademais, ele tem uma explosão interessante quando recebe aberto pelos lados e ao mesmo tempo sabe quando se posicionar dentro da grande área. Prova disso são as diversas maneiras como marcou até aqui na PL.

Se contra o Liverpool converteu um gol recebendo a bola na pequena área, marcou outro vindo em velocidade pelo lado esquerdo e puxando para dentro. E Watkins ainda finalizou a atuação de gala com um gol de cabeça.

Depois disso, voltaria a marcar contra o Southampton, de pênalti. Já diante do Arsenal, mais um gol de cabeça dentro da pequena área. E converteu o segundo tento após receber passe em profundidade, invadir a pequena área e bater na saída do goleiro.

Essa versatilidade ao marcar é o principal motivo do artilheiro dos Villans ser considerado o novo “Jamie Vardy”. Ele não possui apenas um ponto forte na conversão de chances, conseguindo gerar perigo com diversos recursos.

O início de Ollie Watkins no Aston Villa é empolgante e enche o torcedor do Aston Villa de esperança. A nós resta acompanhar como o atacante irá lidar com uma eventual queda de produção do time ao longo do campeonato e se pode seguir marcando consistentemente.

Leia mais: Listamos atores e atrizes que são torcedores do Aston Villa