A curiosa história do uniforme cinza do Manchester United

Sabe quando ele começou? Vem conhecer essa história

0
601
manchester united uniforme cinza
Shaun Botterill/Getty Images

Seja para comércio ou para agradar torcedores, os uniformes são um dos aspectos mais importantes do esporte. Em suma, servem de marco histórico para conquistas de times, ou até mesmo para se lembrar de fatos inusitados. Um deles aconteceu na temporada 1995/1996 com o uniforme cinza do Manchester United.

Líder com 12 partidas de invencibilidade, o United visitou o Southampton para dar continuidade a sua busca pelo título. No entanto, o adversário daquela tarde de 13 de abril de 1996 seria nada mais, nada menos, que o uniforme utilizado pelo time.

O uniforme cinza do Manchester United

Uniformes não são fieis as cores do time. Por exemplo: o Manchester United, que é vermelho, já teve camisas na cor azul, branco, preto, rosa. Patrocinados pela Umbro, os Diabos Vermelhos tiveram o primeiro cinza de sua história.

Você pode conferir aqui todos uniformes da história do Manchester United.

Por já ser uma época em que o marketing era influente, desenvolveram o uniforme com intuito de atingir os torcedores além das quatro linhas. Eles iriam poder usá-lo de maneira causal. Por esse lado, funcionou. Mas dentro de campo a história foi outra.

Eles haviam utilizado o uniforme cinza quatro vezes. Em todas, o United não conseguiu vencer. Foram três derrotas (Aston Villa, Arsenal e Liverpool) e um empate (Nottingham Forest).

manchester united uniforme cinza
Shaun Botterill/Getty Images

Ainda no primeiro tempo, o líder da mostrava um futebol irreconhecível. Assim sendo, os Saints foram para os vestiários com 3 a 0 de frente. O retrospecto e a falta de paciência de Sir Alex Ferguson com o uniforme fizeram com que o time protagonizasse uma das cenas mais marcantes da competição: uma mudança de uniforme entre um tempo e outro.

Na volta dos vestiários, lá estava o Manchester United com outro uniforme. Para os 45 minutos finais, os comandados de SAF optaram por usar outra vestimenta, a azul com branca. De certa forma, deu certo. Afinal, o United venceu o segundo tempo por 1 a 0, fato que não influenciou muito no placar da partida como um todo.

O cinza chegou a colocar em risco o título. Com a derrota, o Newcastle cortou a diferença para três pontos com três partidas para o fim. No entanto, com seu uniforme vermelho, o United não deixou escapar o troféu.

Superstição ou evidência científica?  

O United ter mudado de uniforme soou como um apelo à superstição. Principalmente pelo fato de que os resultados com ele eram negativos. Ferguson precisou recorrer a Gail Stephenson, cientista da faculdade de Liverpool, para explicar o significado negativo da cor.

De acordo com a especialista, a cor faz com que o foco diminua. Isso porquê é uma cor facilmente confundida com os torcedores nas arquibancadas. Com menos foco, a probabilidade de erros em passes aumenta, assim como o baixo desempenho na criação de jogadas.

Em estudo feito pelo canal Tifo Football, foram analisados os resultados dos uniformes entre as temporadas de 1992 (criação da PL), até o fim da última. Como resultado, foi apontado que em 171 oportunidades em que o uniforme cinza foi utilizado, apenas 65 vezes o time que o utilizou saiu vitorioso.

Apesar de a média baixa, o cinza consegue ser o quarto uniforme ‘mais vitorioso’ da história da liga. Com 38% de aproveitamento, fica atrás do Vermelho (45.6%), Azul (39.62%) e Rosa (39.46%).

Contudo, com ou sem evidência científica, é fato que o uniforme cinza, ao menos com o Manchester United, não deu certo. Na época, a frustação era tão grande que a camisa passou a ser vendida por apenas 10 libras pelas lojas oficiais e parceiras do clube.

Leia mais: A participação de Alex Ferguson na Copa do Mundo de 1986

Gary Neville, lateral do time, falou sobre o episódio em 2019 para o Quickly Kevin podcast. “Ele (Ferguson) odiava aquele uniforme cinza. Mas tinha um pouco de ciência por trás disso. As pessoas veem esse dia como uma piada porque estávamos perdendo, por causa disso e aquilo, mas SAF tinha uma especialista de visão com ele (Gail). Ela nos visitava duas vezes por semana”, disse.

“Eles dois nunca acreditavam que tinha haver com aptidões físicas. O alerta era sobre a nitidez e nossa visão. Era sobre reconhecer rapidamente nossos companheiros para que quando a bola chegasse, você pudesse jogar bem e saber para onde passar ela. Não era problema físico, era questão de consciência”, afirmou.

Neville comentou que Gail levou muitos exercícios sobre nitidez e musculatura dos olhos. De maneira resumida, ela explicou aos jogadores que: “se você tem uma grande plateia atrás de você, existem cores que você pode ver mais rápido do que outras, e pode diferenciar mais rápido do que outras”.  O cinza era uma delas.

O United voltou a usar a cor cinza apenas em 2017. Desta vez, no entanto, o cinza não era tão escuro, se aproximando mais da cor tradicional cor branca.

uniforme cinza manchester united
GEOFF CADDICK/AFP via Getty Images