5 jogadores que estão decepcionando na Premier League 2020/2021

Alexander-Arnold, do Liverpool, é um dos nomes que jogam abaixo do esperado

0
1504
arnold liverpool jogadores premier league
CLIVE BRUNSKILL/POOL/AFP via Getty Images

Em uma temporada atípica da Premier League, com a disputa pelo título da edição 2020/2021 muito mais acirrada do que era esperado e confrontos interessantes tanto na parte de cima quanto na parte de baixo da tabela, alguns jogadores não estão correspondendo às expectativas geradas no início da temporada.

A PL Brasil lista cinco jogadores que estão decepcionando na Premier League 2020/2021.

5 jogadores que estão decepcionando na Premier League 2020/2021

Timo Werner (Chelsea)

O Chelsea anunciou a contratação do alemão Timo Werner em junho do ano passado pelo valor médio de 47,5 milhões de libras. Especialmente pela excelente temporada que o atacante vinha apresentando no RB Leipzig, as expectativas diante da sua chegada eram altíssimas.

Com um contrato de vínculo até 2025 com os Blues, Werner chegou para ser um dos destaques da equipe comandada por Frank Lampard. Além do alemão, os Blues também contrataram nomes como Ziyech e Kai Havertz na tentativa de fazer o time postulante ao título da PL.

Apesar do bom início, os números do jogador de 24 anos nesta temporada ainda não são tão bons como muitos imaginavam. Claro que tanto ele como os demais reforços passam por um período de adaptação, já que a maioria deles não atuava na Inglaterra. Na atual temporada da Premier League, Timo Werner já teve, até o momento, 19 aparições e apenas quatro gols marcados.

Leia mais: Não é só De Bruyne e Salah: veja 5 jogadores que o Chelsea não aproveitou e estão bem na Premier League

O alemão encerrou um jejum de 12 jogos sem marcar gols na partida contra o Morecambe pela Copa da Inglaterra, no dia 10 de janeiro. A quantidade de chances claras perdidas pelo atacante é um fator que tem causado certa irritação por boa parte da torcida dos Blues.

Já são nove chances desperdiçadas pelo alemão. Ou seja, apesar de ser um jogador ofensivo e de presença dentro da área adversária, a falta de precisão tem atrapalhado a performance do atacante.

Na derrota para o Leicester por 2 a 0 no dia 19 de janeiro, Werner ficou no banco de reservas. Bastante inconsistente, o Chelsea está apenas em oitavo lugar na tabela de classificação da PL, posição ‘decepcionante’ visto todo o investimento feito para a temporada.

werner chelsea jogadores premier league
PETER POWELL/POOL/AFP via Getty Images

Gareth Bale (Tottenham)

O galês Gareth Bale retornou ao Tottenham em setembro do ano passado por empréstimo do Real Madrid de uma temporada. Apesar das polêmicas e dos altos e baixos no clube merengue, existiam muitas expectativas de que Bale poderia retornar e mostrar o seu melhor futebol nos Spurs, porém não é o que vem acontecendo.

Apesar de muitos acreditarem que Bale se tornaria titular absoluto da equipe comandada por José Mourinho, hoje o galês é praticamente um reserva indiscutível, já que não vem tendo boas atuações. Nesta temporada, o jogador de 31 anos marcou apenas três gols em 12 partidas disputadas. Na atual Premier League, foram apenas quatro jogos até o momento, com um único gol.

Leia mais: A rápida adaptação de Sergio Reguilón ao Tottenham

Recentemente, Dimitar Berbatov, ex-Tottenham e Manchester United, declarou ao Stats Perform News sua decepção com a temporada de Bale.

“Esperava muito dessa volta de Bale ao Tottenham. Pensei que poderia formar, junto com Son e Kane, um trio de ataque temível e capaz de competir com o Liverpool. Mas, neste momento, as coisas não estão funcionando”, declarou o búlgaro.

“Quem sabe possa recuperar totalmente a forma, mas, caso não aconteça, a decisão é fácil: podem mandá-lo de volta ao Real Madrid. No momento, não está machucado, mas sim no banco e não como titular. Isso quer dizer que não produz o que o treinador quer. Uma pena”, completou Berbatov.

bale tottenham jogadores premier league
CLIVE BRUNSKILL/POOL/AFP via Getty Images

A boa fase da dupla Harry Kane e Son faz com que os Spurs não sintam tanto a ausência de Gareth Bale. 

Willian (Arsenal)

O brasileiro Willian chegou ao Arsenal em agosto de 2020, após passar sete anos (2013-2020) no Chelsea. O jogador de 32 anos, que assinou um contrato de três temporadas, chegou aos Gunners para ser mais uma boa opção para Mikel Arteta.

Sua excelente passagem no rival londrino foi um fator crucial para a chegada de Willian ao Arsenal, porém os números na atual temporada não empolgam.

O início de temporada dos Gunners foi muito abaixo do esperado, sendo o pior início em 42 anos após as 14 primeiras rodadas. Apesar da irregularidade, agora o Arsenal já soma seis partidas sem derrota na competição, ocupando atualmente a décima colocação com 27 pontos. Além disso, são cinco jogos sem sofrer gols, marca que o time londrino não alcançava desde 2009.

Leia mais: Emile Smith Rowe: o garoto que ajudou a mudar a cara do Arsenal

A vitória contra o Newcastle por 3 a 0 no dia 18 de janeiro foi de suma importância para Willian. Ele se tornou o brasileiro com mais participações em jogos da Premier League, somando, até o momento, 248 aparições.

O jogador passou a marca de 247 de Lucas Leiva, ex-Liverpool. No confronto, Willian entrou no final do segundo tempo no lugar de Aubameyang, que foi destaque da partida com dois gols.

Nesta temporada da Premier League, o brasileiro, que também atua como meio-campista, não marcou nenhum gol. O mais impressionante é a discreta quantidade de finalizações do atacante, com apenas doze em todos os jogos disputados, sendo somente duas no alvo, marca que desaponta muitos que ficaram empolgados com a sua contratação.

Apesar das estatísticas negativas, Willian possui a confiança de Arteta e deve precisar de mais tempo para entregar seu melhor futebol e mostrar definitivamente a que veio.

Trent Alexander-Arnold (Liverpool)

Cria da casa, Trent Alexander-Arnold conquistou a torcida dos Reds desde que mostrou que apesar da pouca idade, é um jogador espetacular, sendo considerado por muitos um dos melhores (ou até mesmo o melhor) laterais-direitos da atualidade.

Arnold foi peça fundamental para a conquista da Champions League na temporada 2018/2019. E também para a conquista da Premier League na temporada passada, quando o Liverpool encerrou o jejum de 30 anos sem a conquista nacional.

Trent ganhou reconhecimento em todo o mundo especialmente pela quantidade expressiva de assistências e a sintonia perfeita existente entre ele e Robertson. Apesar de ter sido considerado o melhor jovem da Premier League na última temporada, nesta o lateral está passando por um período ruim.

Na última temporada, em 38 jogos, Alexander-Arnold marcou quatro gols e distribuiu 13 assistências, além de ter 18 grandes chances criadas e 192 passes longos certos. Na atual temporada, o lateral já tem 17 jogos, não marcou nenhum gol, distribuiu apenas duas assistências e criou somente duas grandes chances.

Leia mais: A urgência do Liverpool em reforçar o elenco com um zagueiro

Não é só uma análise estatística, o rendimento de Arnold nesta temporada é decepcionante em diferentes aspectos. Vale relembrar que Alexander-Arnold sofreu uma lesão na panturrilha no início do mês de novembro e retornou ao time em pouco menos de um mês.

Na derrota para o Southampton por 1 a 0 no dia 8 de janeiro, o jogador perdeu a posse 38 vezes, sendo a pior marca da Premier League na temporada.

A equipe comandada por Jürgen Klopp vive uma fase oscilante, especialmente em comparação com a temporada passada. O Liverpool já soma cinco partidas consecutivas sem vitória na Premier League, sendo três empates e duas derrotas.

No último confronto, na derrota para o Burnley por 1 a 0, os Reds perderam a invencibilidade em Anfield após 68 jogos. A última derrota havia sido em abril de 2017, contra o Crystal Palace.

Em partida desastrosa do lateral-direito do Liverpool, que teve um baixíssimo aproveitamento nos cruzamentos longos, os Reds desperdiçaram mais três pontos e permanecem na quarta colocação do campeonato com 34 pontos, seis pontos a menos que o líder Manchester United.

CLIVE BRUNSKILL/POOL/AFP via Getty Images

Rodrigo Moreno (Leeds United)

Rodrigo Moreno chegou ao Leeds em negociação que girou em torno de 27 milhões de libras, se tornando a contratação mais cara da história do clube.

Após seis anos bem-sucedidos no Valencia, o atacante chegou a equipe de Marcelo Bielsa, gerando boas expectativas. Imaginava-se que ele poderia ser a maior referência do time no campo de ataque.

Contudo, Moreno apresenta números pouco convincentes na temporada, abaixo do que era esperado, especialmente pela quantia desembolsada pelo Leeds para conseguir a sua contratação. Rodrigo já participou de 16 jogos, marcou apenas três gols e não distribuiu nenhuma assistência.

A participação do atacante dentro de campo não é um aspecto negativo, porém uma estatística que preocupa é que de 31 finalizações, apenas 12 foram no alvo, ou seja, menos de 50%, e apenas três foram convertidas em gols.

A falta de precisão nos chutes a gol tem sido um problema para Rodrigo Moreno. Com isso, o principal destaque no ataque do Leeds é Patrick Bamford.

David Rogers/Getty Images

O Leeds United, que retornou à elite do futebol inglês nesta temporada após 16 anos, está na 12° colocação com 23 pontos.

Apesar de a equipe apresentar o sétimo melhor ataque da competição com 30 gols, tendo apenas sete gols a menos que o líder nesse quesito, o Liverpool, o técnico Marcelo Bielsa conta com que Rodrigo consiga melhorar o seu aproveitamento no segundo turno e ajudar o Leeds a chegar um pouco mais longe nesta temporada.

Acompanhe a PL Brasil no YouTube!

  • 10 MELHORES CONTRATAÇÕES DA PREMIER LEAGUE 2020/21 PARTE II

Leia mais: 6 jogadores que vêm surpreendendo nessa Premier League

Não há posts para exibir