O técnico do Chelsea, Antonio Conte, comentou recentemente sobre a participação do seu rival Tottenham na atual janela de transferências. Os Spurs não contrataram absolutamente ninguém até aqui, e o italiano questionou sobre a ambição do time nesta temporada:

“Se o Tottenham não ganhar títulos não é uma tragédia. Se eles não chegam na Champions League, não é uma tragédia. Cada equipe tem que entender quais são suas ambições. Se sua ambição for lutar pelo título ou ganhar a Liga dos Campeões, você deve comprar jogadores caros. Caso contrário, você permanece em seu nível. É simples”, disparou o comandante dos Blues.

Os primeiros sete colocados da última Premier League – à exceção do Tottenham – têm reforçado bem seus respectivos elencos. Em ordem de gastos: Manchester City (£201
milhões); Chelsea (£127 milhões); Manchester United (£110 milhões); Everton (£86 milhões); Arsenal (£46 milhões) e Liverpool (£44 milhões). Se considerarmos as últimas
três temporadas (contando com a atual e lembrando que a janela ainda não fechou), teremos uma noção maior da disparidade de gastos dos times adversários com relação
ao Tottenham: Manchester City (£514 milhões); Chelsea (£307 milhões); Manchester United (£273 milhões); Everton (£189 milhões); Liverpool (£183 milhões); Arsenal (£150
milhões) e finalmente o Tottenham (£116 milhões).

Gastos estes que não afetam nem um pouco o Manager do time londrino, Mauricio Pochettino. Em entrevista à ESPN FC, ele afirmou: “Nas duas últimas temporadas, melhoramos muito. É muito claro, nossa filosofia é tentar jogar futebol excitante com jogadores jovens e tentar ser diferente dos demais. A próxima temporada é um grande desafio para nós”. 

Ele ainda justificou o “silêncio” do seu clube nesta janela de transferências: “Os outros grandes, como vocês estão vendo, estão investindo muito dinheiro e tentando contratar novos jogadores para melhorar seus elencos, mas nós estamos tão quietos exatamente porque acreditamos na nossa equipe, acreditamos nos jovens que estão subindo. É claro que podemos, contratar novos jogadores, talvez, mas estamos calmos pois acreditamos muito no grupo que já temos”, finalizou.

Harry Kane, fruto da academia do Tottenham, foi o artilheiro da última Premier League. (Foto: Sky Sports)

Veja mais:
Veja os novos uniformes dos clubes da Premier League!
Os melhores filmes sobre futebol inglês
Qual clube é o maior vencedor do Campeonato Inglês?

Tanto Antonio Conte quanto Mauricio Pochettino têm razão. Dizer que o Chelsea gasta uma fortuna em vão seria uma afronta ao time mais letal da Inglaterra e atual

campeão inglês. Por outro lado, desmerecer e questionar o trabalho e a filosofia que Pochettino implantou ao Tottenham desde que assumiu o clube é no mínimo uma
ignorância grotesca. A questão é: Em um mercado tão feroz como o da Premier League, conseguirá o Tottenham manter os seus principais jogadores e não abrir os cofres
como fazem seus concorrentes? A academia do clube continuará dando frutos à curto/médio prazo? O Tottenham conseguirá dar continuidade ao seu brilhante e raro projeto?

São perguntas que aguardam respostas, pelo menos até o início da nova temporada.

1 COMMENT

  1. Acho que investir como o Chelsea também não é a melhor situação, perderam Matic e Diego Costa e gastou um caminhão no Morata que não é melhor que o Diego ou o Rudiger que é inferior ao Matic.

LEAVE A REPLY