José Fonte e Virgil Van Djik. Desde a temporada passada, o experiente defensor português e o jovem zagueiro holandês vem sendo especulados nos gigantes ingleses. Van Djik, inclusive, foi eleito o melhor jogador do Southampton na temporada 2015/2016 e é assediado não só na Inglaterra como também na Europa.

José Fonte, de 33 anos, não é nenhum jovem e sustenta a braçadeira de capitão dos Saints. Mesmo com a idade avançada, o português ainda é especulado nos corredores dos grandes clubes da Premier League, como em julho do ano passado quando foi vinculado ao Manchester United, negocio que não foi concretizado.

Virgil Van Djik, de 25 anos, foi vinculado ao Liverpool na janela de início da temporada, e, em novembro, alguns noticiários chegaram a vincular uma oferta de 177 milhões de reais dos Reds pelo zagueiro, proposta que não progrediu. O holandês vem sendo um dos defensores mais elogiados do Campeonato Inglês nos últimos meses e até a rigorosa imprensa inglesa se rendeu ao talento do defensor.

O comentarista Jamie Redknapp, da SkySports, chegou a dizer que Van Djik seria o melhor zagueiro da atual temporada da Premier League, e que o defensor teria tratado o atacante Daniel Sturridge “como uma criança” na última partida entre Southampton e Liverpool pela semifinal da Copa da Liga Inglesa.

O nível de defensores na atual Premier League é altíssimo. Eric Bailly, do Manchester United, Shkodran Mustafi, do Arsenal  e Joel Matip, do Liverpool, são outros bons nomes que vem fazendo uma excelente temporada de 2016/17, porém, como dupla, Fonte e Van Djik são os mais assediados da atual janela e, provavelmente, serão na próxima.

Em uma de suas últimas coletivas de imprensa, o treinador do Southampton, Claude Puel, comentou a situação dos dois atletas e garantiu a permanência dos defensores.

“O Virgil é um jogador muito importante para nós e, para mim, não há a hipótese de vê-lo sair. A situação do José é um pouco peculiar, mas ele tem contrato com o Southampton. Há sempre muita especulação em relação a esses jogadores, é normal, porque são grandes e importantes atletas.”

A situação de Fonte é peculiar por seu tempo de contrato mais curto com os Saints. O acordo atual vai até junho de 2018 e a renovação está emperrada há algum tempo, o que deixa em dúvida o futuro do português no clube. Já Van Djik tem contrato válido até 2020 e uma multa milionária para a rescisão do acordo.

Klopp: “Guardiola é excepcional”

SHARE
Estudante de Jornalismo da Universidade Estadual de Londrina. Fã do futebol europeu.

1 COMMENT

  1. Duas vezes se qualificou para a Europa antes de se tornar as primeiras vitimas do novo sistema de rebaixamento tres-down em 1974. O dia mais memoravel na historia de Southampton Football Club surgiu em 1976, quando a equipa da Segunda Divisao, dirigido por Lawrie McMenemy, ganhou a FA Cup pela primeira vez com uma vitoria por 1-0 em Wembley sensacional sobre os favoritos Manchester United.

LEAVE A REPLY