Sir Geoff Hurst, um dos maiores ídolos da história do West Ham e campeão da Copa de 66 pela seleção inglesa, disse recentemente que assegurar a mudança para o Estádio Olímpico, após os Jogos Paraolímpicos, seria de extrema importância para o clube.

Hurst disse, “A longo prazo, seria muito mais vantajoso. O futuro do clube, eu penso, deveria ser no Parque Olímpico. Acredito sinceramente que é para lá que nós temos que ir.”.

Com a mudança de ideia das autoridades (o Olympic Park Legacy Company, o governo e o prefeito de Londres) em outubro passado, o clube que vencer a disputa passará a ser apenas um inquilino, enquanto o estádio continuará em domínio público.

“Ninguém se sente melhor sobre o West Ham em Upton Park do que eu”, disse o ex-atacante, que marcou 248 gols em 499 jogos em seus 13 anos com a camisa dos Irons.

Hurst, o único jogador a marcar três gols em uma final de Copa do Mundo, se diz “1000%” a favor da mudança. E adicionou, “Nós queremos estar em um estádio maior com melhor acesso, nós queremos ser um clube ‘top’ da Premier League. Com o apoio que nós temos, que é fantástico, nós deveríamos ser um clube de meio de tabela pra cima. Nós não queremos ser um clube ioiô como temos sido.”.

Os Hammers enfrentam a concorrência do Leyton Orient, clube da League One, e do UCFB College of Football Business, que oferece formação em negócios de futebol. Além deles, o Intelligent Transport Services ainda conjectura a ideia de fazer um circuito de Fórmula 1 nos arredores do estádio.

SHARE

LEAVE A REPLY