Goleiro: Petr Čech (Arsenal)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Nenhum goleiro fez mais defesas difíceis na 22ª rodada do que Petr Čech (6). O goleiro veterano do Arsenal foi muito bem contra o Burnley e evitou o pior. Só faltou pegar o penalti cobrado por Andre Gray para coroar a atuação!

Lateral direito: Seamus Coleman (Everton)

(Foto: Reprodução/Premier League)

A partida entre Crystal Palace e Everton se encaminhava para um empate óbvio. A equipe treinada por Sam Allardyce, entretanto, não contava com o bom passe de Tom Davies para Seamus Coleman, aos 87 da reta final. O lateral direito recebeu em boa posição, não titubeou e soltou uma bomba para garantir a vitória dos Toffees fora de casa!

Zagueiro: Shkodran Mustafi (Arsenal)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Shkodran Mustafi ainda não perdeu com a camisa do Arsenal! O amuleto dos Gunners participou de 21 jogos até aqui: 15 vitórias e 6 empates. Na partida contra o Burnley, vencida no sufoco, o zagueirão alemão marcou o primeiro gol dos donos da casa.

Zagueiro: Gary Cahill (Chelsea)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Gary Cahill se mostrou mais uma vez sólido e seguro. Junto com César Azpilicueta e David Luiz, o trio defensivo cedeu apenas 15 gols ao longo da competição. A melhor zaga do campeonato. Contra o Hull City, no último fim de semana, Cahill ainda marcou um golzinho de cabeça para selar a vitória no Stamford Bridge.

Lateral esquerdo: Chris Brunt (West Bromwich)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Chris Brunt é um dos bons jogadores do West Bromwich de Toni Pulis nesta temporada. O lateral esquerdo fez o seu papel defensivo, garantido mais um clean sheet para os Baggies (o quarto na competição) e de quebra marcou o segundo gol da equipe na vitória contra o Sunderland, por 2 a 0.

Meia: Gylfi Sigurðsson (Swansea)

(Foto: Reprodução/Premier League)

O Swansea pode estar em má fase mas o homem acima tem sido decisivo. Gylfi Sigurðsson marcou o gol da vitória dos Swans contra o Liverpool e orquestrou o meio de campo do clube galês. Com seis tentos marcados e seis assistências anotadas até aqui, o craque islandês participou de 46% dos gols do Swansea na atual edição da Premier League.

Meia: Kevin De Bruyne (Manchester City)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Acostumado a assistir os seus colegas de equipe (9 passes para gol, o melhor do quesito na Premier League), foi a vez de Kevin De Bruyne balançar as redes. O craque do Manchester City marcou um importantíssimo gol durante a partida contra o Tottenham, adversário direto pelo G-4. Os seus esforços, entretanto, não foram o suficiente para a sonhada vitória. Os Citizens sofreram o gol de empate e saíram do Etihad Stadium com apenas um pontinho.

Meia: James Ward-Prowse (Southampton)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Finalmente James Ward-Prowse vem recebendo chances para atuar no time titular do Southampton. O habilidoso meio-campista do Southampton é uma grande promessa do futebol britânico e muito se espera do garoto de 22 anos. As últimas atuações têm sido convincentes. Na última rodada, Ward-Prowse criou duas chances de gol, tocou 85 vezes na bola e marcou o primeiro gol dos Saints contra o Leicester. Olho no menino!

Atacante: Roberto Firmino (Liverpool)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Os Reds saíram de Anfield com um resultado extremamente amargo no bolso. Quem esteve no lendário estádio do Liverpool ou acompanhou o cotejo pela televisão se estranhou com a péssima atuação dos comandados de Jürgen Klopp. No entanto, temos que destacar a performance de Roberto Firmino que, em menos de 15 minutos, balançou as redes duas vezes para empatar o confronto. Os Reds até ensaiaram uma virada, mas a equipe de Paul Clemente ainda faria o terceiro tento para sacramentar a vitória dos Swans.

Atacante: Fernando Llorente (Swansea)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Fernando Llorente foi autor dos dois primeiros gols da incrível vitória do Swansea contra o Liverpool, fora de casa. O centroavante espanhol chegou ao seu oitavo tento na Premier League e vem provando que ainda tem muita lenha pra queimar. Llorente é titular absoluto do clube galês e um dos poucos jogadores a se destacar na péssima campanha do Swansea.

Atacante: Andy Carroll (West Ham)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Parece que existe vida sem Payet! Desde que o craque dos Hammers anunciou a sua saída do clube londrino, o West Ham venceu as suas duas últimas partidas de Premier League: 3 a 0 contra o Crystal Palace e 3 a 1 contra o Middlesbrough, no último fim de semana. E Andy Carroll tem sido decisivo. Marcou um tento contra os Eagles e dois contra o Boro. Será que ele reencontrou o seu futebol perdido no Liverpool?

Técnico: Paul Clement (Swansea)

(Foto: Reprodução/Premier League)

As situações eram extremamente opostas. Enquanto o Swansea figurava na parte de baixo da tabela de classificação, na luta contra o rebaixamento, o Liverpool completava o grupo dos quatro primeiros colocados da liga, em busca de uma vaga para a próxima Champions League. A partida ainda seria disputada na casa dos Reds!

As casas de apostas certamente estavam a favor do clube da terra dos Beatles. Paul Clement e seus comandados, entretanto, provaram que no futebol não existe mais bobo. E que a Premier League é o melhor campeonato de futebol do mundo! Em pleno Anfield Road, os Swans venceram o Liverpool por 3 a 2 para respirarem um pouco mais aliviados na competição.

Menções honrosas:

  • Lee Grant (Stoke);
  • Callum Chambers (Middlesbrough);
  • Ryan Shawcross (Stoke);
  • Danny Rose (Tottenham);
  • Wayne Rooney (Manchester United);
  • Tom Carroll (Swansea);
  • Ross Barkley (Everton);
  • Alexis Sánchez (Arsenal);
  • Diego Costa (Chelsea);
  • Toni Pulis (West Bromwich).

Contribuíram para a Seleção da Rodada #22 os colaboradores: Julio César Puiati, Leonardo Zacarin, Matheus Teodoro, Matheus Camargo, Paulo de Faria, Pedro Ramos, Rafael Camargo, Thiago Ienco e Vinícius Matheus.

LEAVE A REPLY