Goleiro: Ben Foster (West Bromwich)

(Foto: Reprodução/Premier League)

O West Bromwich perdeu para o Arsenal, é bem verdade, mas não fosse o homem da foto acima, as coisas poderiam ter sido piores. Autor de 10 defesas importantíssimas durante o cotejo, Ben Foster foi um monstro contra os Gunners. Pegou (quase) tudo, não fosse Olivier Giroud aos 87 da segunda etapa.

Lateral direito: Michail Antonio (West Ham)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Michail Antonio fez mais uma vítima na Premier League! O lateral, meio de campo, winger (seja lá qual for a sua posição dentro do gramado) chegou ao seu oitavo tento na competição. E não. Desta vez não foi de cabeça. Desde o início da temporada passada, nenhum outro jogador do West Ham balançou as redes mais que Antonio (16).

Zagueiro: Winston Reid (West Ham)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Winston Reid com certeza está entre os melhores defensores da liga. Dono de mais uma boa atuação com a camisa dos Hammers, desta vez contra o Swansea, o zagueiro neozelandês ainda marcou de cabeça, após escanteio cobrado por Dimitri Payet. Reid chegou ao seu segundo tento na Premier League (ele ainda acumula duas assistências). Decisivo.

Zagueiro: Laurent Koscielny (Arsenal)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Koscielny foi sólido contra o West Bromwich. O zagueiro do Arsenal, que está realizando ótima temporada com a camisa vermelha, saiu de campo com 100% de tackles, 90% de acerto nos passes, 5 interceptações e 5 jogadas ofensivas adversárias afastadas. Com a vitória pelo placar simples, os Gunners chegaram ao seu quinto clean sheet na competição.

Lateral esquerdo: James Milner (Liverpool)

(Foto: Reprodução/Premier League)

James Milner foi um dos melhores jogadores do Liverpool contra o Stoke. O lateral esquerdo dos Reds deu o passe para o gol de Roberto Firmino e ganhou 5 tackles, mais do que qualquer outro jogador durante o cotejo. Tony Cascarino, ex-atacante de Milwall, Aston Villa e Chelsea, descreveu o inglês de 30 anos com as seguintes palavras: “Ele é um coringa que virou mestre de muitas posições, além de ser confiável nas cobranças de pênalti”. Tá bem, hein?

Meia: Eden Hazard (Chelsea)

(Foto: Reprodução/Premier League)

O craque do Chelsea está no páreo na luta pelo título de melhor jogador do campeonato. Dono de mais uma atuação implacável, desta vez contra o Bournemouth, Eden Hazard converteu o pênalti que ampliou o placar em Stamford Bridge e contribuiu com sua visão de jogo, velocidade e habilidade costumeiras. O meio-campista belga é o jogador entre as 5 principais ligas europeias com mais dribles bem sucedidos (84).

Meia: Adam Lallana (Liverpool)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Com a ausência de Philippe Coutinho, Adam Lallana vem ocupando o posto de jogador mais importante do Liverpool nesse final de 2016. Os números dizem por si só: o meio-campista inglês esteve envolvido em 13 gols da equipe da terra dos Beatles ao longo da competição (7 gols e 6 assistências). Contra o Stoke City, o craque dos Reds balançou as redes para empatar o marcador ainda no primeiro tempo.

Meia: Dele Alli (Tottenham)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Com os dois gols marcados na goleada por 4 a 1 contra o Southampton, o jovem Dele Alli chegou a 16 tentos anotados em suas primeiras 50 partidas de Premier League. O meio-campista inglês também ajudou o Tottenham a vencer fora de seus domínios novamente, algo que não acontecia desde o dia 24 de setembro.

Atacante: Andre Gray (Burnley)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Marcado negativamente por comentários homofóbicos na internet em 2012, Andre Gray voltou a marcar com a camisa do Burnley após punição imposta pela Football Association. O gol anotado pelo bom atacante dos Clarets assegurou os três pontos para os donos da casa contra o Middlesbrough, na última segunda-feira.

Atacante: Zlatan Ibrahimovic (Manchester United)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Quanto mais velho, melhor o vinho… certo Ibrahimovic? Correto. Ibra mais uma vez sobrou em campo contra o Sunderland de David Moyes, ex-técnico dos Diabos Vermelhos. O craque do Manchester United participou dos três gols que deram a vitória aos donos da casa: duas assistências (para Daley Blind e Paul Pogba) e um gol anotado.

Atacante: Pedro Rodríguez (Chelsea)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Quem diria que o ex-atacante do Barcelona iria se reinventar na Inglaterra, hein? Após enfrentar resistência como jogador do Chelsea no início de sua primeira temporada com a camisa dos Blues, Pedro superou as adversidades sob o comando técnico de Antonio Conte e tornou-se peça chave no esquema do italiano. Contra o Bournemouth o espanhol sobrou: dois gols (e o primeiro um golaço)!

Técnico: Jürgen Klopp (Liverpool)

(Foto: Reprodução/Premier League)

Os comandados de Jürgen Klopp até começaram perdendo para o Stoke City em Anfield Road, mas, ainda no primeiro tempo, buscaram a virada com gols de Adam Lallana e Roberto Firmino. Os outros dois gols marcados na segunda etapa do cotejo só confirmaram a superioridade dos Reds perante o adversário e a força da equipe vermelha na atual edição da liga. Venceram com autoridade (e sem Philippe Coutinho)!

Menções honrosas:

  • Thibaut Courtois (Chelsea);
  • Héctor Bellerín (Arsenal);
  • Nicolás Otamendi (Manchester City);
  • Daley Blind (Manchester United);
  • Jordan Henderson (Liverpool);
  • Paul Pogba (Manchester United);
  • Yaya Touré (Manchester City);
  • Romelu Lukaku (Everton);
  • Mauricio Pochettino (Tottenham).

Contribuíram para a Seleção da Rodada #17 os colaboradores: Julio César Puiati, Leonardo Zacarin, Matheus Teodoro, Pedro Ramos, Thiago Ienco e Vinícius Matheus.

LEAVE A REPLY